Mercedes espera por batalha acirrada com Ferrari em 2017

compartilhar
comentários
Mercedes espera por batalha acirrada com Ferrari em 2017
Por:

Toto Wolff antecipa disputa de sua equipe com escuderia italiana ao longo da temporada

Toto Wolff, Executive Director (Business), Mercedes AMG, Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing, Paddy Lowe, Williams Formula 1, and Maurizio Arrivabene, Team Principal, Ferrari, in the Team Principals Press Conference
Pole man Lewis Hamilton, Mercedes AMG
Pole man Lewis Hamilton, Mercedes AMG
Sebastian Vettel, Ferrari, Lewis Hamilton, Mercedes AMG, and Valtteri Bottas, Mercedes AMG, in the post qualifying Press Conference
Toto Wolff, Executive Director (Business), Mercedes AMG, and Christian Horner, Team Principal, Red Bull Racing
Toto Wolff, Mercedes AMG F1 W08 Shareholder and Executive Director in the FIA Press Conference
Toto Wolff, Executive Director (Business), Mercedes AMG, in the Team Principals Press Conference
Toto Wolff, Executive Director (Business), Mercedes AMG, in the Team Principals Press Conference

Os testes de pré-temporada sugeriram que a Ferrari estaria à frente do resto do grid, mas foi a Mercedes que prevaleceu na classificação da abertura da temporada, com Lewis Hamilton e seu companheiro Valtteri Bottas dividindo as duas primeiras filas com a escuderia italiana.

"Sabíamos que em Barcelona eles estariam extremamente fortes, e sabíamos também que havia áreas em que precisávamos melhorar", disse Toto Wolff após a sessão em Melbourne.

"Acho que hoje é a primeira vez em que você pode fazer uma avaliação adequada em termos de onde estamos com o carro, e pode ver que estamos muito próximos da Ferrari."

"Teremos uma briga acirrada nas próximas 20 corridas."

Wolff destacou o quão duro a equipe trabalhou após a conclusão dos testes na Catalunha.

"Claramente, as duas semanas após Barcelona foram extremamente intensas em várias áreas da fábrica e estou muito orgulhoso, porque os testes não foram como o esperado. E não foi uma coisa, mas foram várias que identificamos que precisávamos melhorar."

"Foi um pouco como a situação que tivemos em Cingapura há dois anos. Analisamos as áreas que nos preocupavam e quando colocamos o carro na pista na manhã de sexta-feira em Melbourne, dominamos boa parte das voltas."

Ele confirmou, no entanto, que o peso do carro era uma área em que Mercedes ainda estava visando melhorar, com o W08 cinco quilos mais pesado.

"Não quero entrar muito em detalhes, mas é uma área que podemos melhorar com os novos regulamentos e você precisa equilibrar desempenho e o peso, que é um exercício que estamos fazendo."

Wolff disse que o fato da equipe manter sua forma, apesar da mudança de regulamentos, deixou todos satisfeitos.

"Se estiver certo, não houve nenhuma equipe que conseguiu manter esse nível de desempenho depois de uma mudança tão importante, e isso foi um fator de motivação para nós."

"Como você sabe, não estávamos interessados nesses regulamentos porque acreditávamos que poderia haver um impacto na corrida, que ainda não vimos."

"Mas é o que é e quando a decisão foi tomada no ano passado, entramos no modo de competição e tentamos ter o melhor chassi possível."

Liberty não quer abandonar impulso da F1 na TV paga

Artigo anterior

Liberty não quer abandonar impulso da F1 na TV paga

Próximo artigo

Hamilton iguala Senna, Massa larga em 7º: sábado em imagens

Hamilton iguala Senna, Massa larga em 7º: sábado em imagens
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Austrália
Localização Melbourne Grand Prix Circuit
Equipes Ferrari , Mercedes
Autor Adam Cooper