Fórmula 1
R
GP da Austrália
12 mar
-
15 mar
Próximo evento em
54 dias
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
61 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
75 dias
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
89 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
103 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
110 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
124 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
138 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
145 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
159 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
166 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
180 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
194 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
222 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
229 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
243 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
250 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
264 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
278 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
285 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
299 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
313 dias

Ocon: Com dinheiro, Force India vai chegar em times grandes

compartilhar
comentários
Ocon: Com dinheiro, Force India vai chegar em times grandes
Por:
10 de jan de 2019 14:09

Depois de dois anos na equipe de Silverstone, piloto francês diz que confia em crescimento da escuderia com maiores recursos

Saindo da Force India em 2019, Esteban Ocon acredita que seu ex-time tem tudo para se aproximar de Mercedes, Ferrari e Red Bull neste ano e sobrar na disputa do meio do grid.

Ocon perdeu seu lugar na equipe – que terá outro nome – para Lance Stroll, filho do novo dono da escuderia, Lawrence Stroll.

"É uma grande desvantagem a ser recuperada, mas eles darão um passo à frente, com certeza", disse Ocon ao Motorsport.com.

"Os recursos sempre foram o problema, e haverá menos desta questão no ano que vem. Acredito que eles serão fortes concorrentes".

O total de pontos combinados das duas entradas da Force India em 2018 foi menor do que o total da Renault, que ficou em quarto lugar no campeonato de construtores. A soma de pontos do time também foi consideravelmente menor do que no ano passado, graças a um início de ano lento.

Ocon acredita que a força de trabalho e a força de desenvolvimento da Force India serão as principais armas, já que o time transformou seu desafiante de 2018 de "um carro muito difícil de pilotar" nos testes de pré-temporada, para o quarto mais rápido da grid no segundo semestre do ano.

"Fiquei muito impressionado, como no ano passado, apenas pelo profissionalismo desta equipe e pela motivação que eles têm por resultados", afirmou Ocon. "Isso é provavelmente a maior coisa.”

"Eles estão com fome. Isso faz a diferença. Eles não contam as horas.”

"Um exemplo: eles voltaram do México e chegaram às 2h da manhã no Reino Unido, e na manhã seguinte eu estava lá, às 8 da manhã, com jet lag e tudo e nós estávamos trabalhando no simulador.”

"Todo mundo estava destruído, eu também estava, mas já estávamos trabalhando. É por isso que somos tão competitivos mesmo quando não temos recursos. Provavelmente com os recursos, será muito mais fácil para eles."

Próximo artigo
McLaren contrata ex-chefe da Porsche no WEC como chefe de equipe

Artigo anterior

McLaren contrata ex-chefe da Porsche no WEC como chefe de equipe

Próximo artigo

Rosberg: Vettel estará fora de sua zona de conforto com Leclerc

Rosberg: Vettel estará fora de sua zona de conforto com Leclerc
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Esteban Ocon
Equipes Racing Point Force India
Autor Scott Mitchell