Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
58 dias
06 mai
Próximo evento em
100 dias
20 mai
Próximo evento em
114 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
128 dias
10 jun
Próximo evento em
135 dias
24 jun
Próximo evento em
149 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
156 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
170 dias
29 jul
Próximo evento em
184 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
212 dias
02 set
Próximo evento em
219 dias
09 set
Próximo evento em
226 dias
23 set
Próximo evento em
240 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
247 dias
07 out
Próximo evento em
254 dias
21 out
Próximo evento em
268 dias
28 out
Próximo evento em
275 dias
05 nov
Próximo evento em
283 dias
R
GP da Austrália
18 nov
Próximo evento em
296 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
311 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
320 dias

Red Bull pode correr com motores Renault "sem a marca"

compartilhar
comentários
Red Bull pode correr com motores Renault "sem a marca"
Por:

Escuderia austríaca fracassou nas negociações com Mercedes, Honda e Ferrari

Renault logo no motor da Red Bull Racing RB10
Renault logo no caminhão
Ron Dennis, McLaren
Christian Horner, Red Bull Racing Team Principal in the FIA Press Conference
(L to R): Christian Horner, Red Bull Racing Team Principal and Eric Boullier, McLaren Racing Director in the FIA Press Conference
Christian Horner, Red Bull Racing Team Principal in the FIA Press Conference
Daniel Ricciardo, Red Bull Racing RB11

De acordo com o Motorsport.com, a Red Bull pode resolver em breve a novela envolvendo os motores para a temporada 2016. Os propulsores serão da Renault, mas sem a marca da montadora francesa.

A escuderia austríaca está sem opções depois de fracassar em acordos com Mercedes, Ferrari e Honda, a última por veto da rival McLaren.

Renault e Red Bull - parceria campeã de 2010 a 2013 - entraram em guerra nesta temporada após a equipe culpar os motores franceses pelo desempenho modesto em comparação a Mercedes e Ferrari.

No entanto, há informações que o presidente da Renault, Carlos Ghosn, está considerando uma proposta para vender motores sem a marca para a Red Bull como forma de evitar a saída da equipe da F1.

Uma decisão deve ser tomada ainda nesta semana. Ainda não há a informação se os motores serão rebatizados com outro nome ou simplesmente não terão qualquer marca.

Chefe da Red Bull, Christian Horner foi questionado durante o GP do México sobre seguir com a Renault. “Há muitas opções, mas pode ser algo diferente”, comentou.

O dirigente declarou que a equipe precisa definir o mais rápido possível qual propulsor irá utilizar para iniciar a preparação do carro para a pré-temporada.

“Neste momento estamos no limite para estar no primeiro teste. A nossa equipe em Milton Keynes demonstrou habilidade de trabalhar em prazos curtos, e tenho certeza que conseguiremos não importando as metas necessárias, mas precisamos de uma decisão nas próximas semanas.”

Horner lamentou não ter fechado com a Honda após veto da McLaren.

“Infelizmente eles têm uma questão contratual com a McLaren. Não tem nada a ver conosco. Eles que decidem o que querem fazer.”

“Não conversei com ninguém diferente do Ron Dennis, que é a pessoa que tem o direito de falar. E o seu ponto de vista é muito claro.” 

Fotos do GP do México: grid girls, Rosberg e histeria dos fãs

Artigo anterior

Fotos do GP do México: grid girls, Rosberg e histeria dos fãs

Próximo artigo

McLaren já tem 285 punições de grid em 2015; confira lista

McLaren já tem 285 punições de grid em 2015; confira lista
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Equipes Red Bull Racing
Autor Jonathan Noble