Fórmula 1 GP do Japão

F1: Russell lamenta desempenho da Mercedes em velocidade de reta

George Russell acredita que as características de Suzuka expuseram a fraqueza em velocidade de reta da Mercedes, após a classificação para o GP do Japão

George Russell, Mercedes W13

Depois de uma sexta-feira de êxito no TL2 em que a Mercedes liderou a sessão debaixo de chuva com seus dois pilotos, o treino classificatório de sábado, expôs uma dura realidade de um 2022 de dificuldades para equipe alemã.

Com o tempo seco retornando para a qualificação em Suzuka, Max Verstappen conquistou a pole para a Red Bull à frente da dupla da Ferrari de Charles Leclerc e Carlos Sainz, enquanto Hamilton e Russell só conseguiram terminar a sessão em sexto e oitavo, respectivamente.

Para o GP do Japão, a Mercedes optou por uma configuração que privilegia um alto downforce para lidar com o primeiro setor apertado e a chicane técnica antes da reta dos boxes, mas segundo George Russell, a configuração deixou a equipe exposta nas longas retas.

“Sabíamos que este ano não tínhamos o carro mais eficiente, muito arrastado, e este é o primeiro circuito de alta força aerodinâmica onde você também tem longas retas”, explicou Russell.

“Normalmente, quando você olha para circuitos de alta força aerodinâmica, as retas são relativamente pequenas e não há essa chance de obter esses deltas de linha reta também.

“Acho que provavelmente estamos perdendo sete ou oito décimos para a Red Bull nas retas hoje, e o circuito expôs essa nossa fraqueza” – concluiu Russell.

A Mercedes terminou a classificação como a quarta equipe mais rápida, uma vez que a Alpine conseguiu se classificar em quinto com Esteban Ocon e em sétimo com Fernando Alonso, fato que fez Russell admitir que a equipe "não esperava que fosse tão difícil".

"Definitivamente não esperávamos que fosse na luta pela pole", disse Russell.

"Acho que aprendemos que agora precisamos de circuitos específicos para lutar pela pole position. Mas certamente não esperávamos estar tão atrás do líder e tão atrás dos carros da Alpine.

"Mas não é a primeira vez nesta temporada. Há um tema e tanto que temos sábados difíceis."

O diretor técnico da Mercedes, Mike Elliott, seguiu na mesma linha de Russell, dizendo que as simulações indicavam que a equipe teria um desempenho melhor do que na classificação.

"Acho que estamos um pouco decepcionados com o desempenho, mas não esperávamos que fosse um circuito muito bom para nós", disse Elliott.

“Esperávamos que fosse um pouco mais desafiador. Onde queremos rodar o carro de forma otimizada no nível de downforce parece diferente de onde os outros querem correr, e isso é parte da maneira como desenvolvemos o carro e parte do que precisamos ajustar durante o inverno."

Já Lewis Hamilton disse que o carro estava "se comportando muito bem", apesar de terminar a nove décimos do tempo da pole de Verstappen, mas ele tinha certeza de que "três quartos disso são apenas nas retas".

O sete vezes campeão mundial estava aberto à possibilidade de chuva na corrida de amanhã, embora reconheça que pode ser difícil para a Mercedes progredir sem o DRS no molhado.

"Não vai ser ótimo com nosso carro e sem DRS", disse Hamilton. "Acho que a Red Bull ainda é mais rápida sem DRS na reta do que nós quando temos DRS aberto. Mas seremos rápidos nas curvas.

"A chuva sempre abre mais oportunidades. Acho que pode não ser a corrida mais emocionante se estiver seco. Pelo menos não para nós, ultrapassagens." – disse Hamilton.

O GP do Japão acontece na madrugada deste sábado para domingo, às 2h, pelo horário de Brasília.

Verstappen SE LIVRA DE PUNIÇÃO após 'BLOQUEAR' Norris no Japão; Max POLE e pode ser bi da F1 domingo

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura durante nossos programas. Não perca!

Podcast Motorsport.com debate se GPs de rua têm de ser revistas na F1 após Singapura

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Como está o mercado após notícias de Gasly, de Vries e Ricciardo?
Próximo artigo F1: Chuva no domingo do GP do Japão? Veja previsão e os horários

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil