Sainz lamenta segundo lugar mas celebra bom ritmo na Itália: "Não acredito que tive a chance de lutar pela vitória"

Piloto espanhol da McLaren teve seu melhor resultado na F1 com o segundo lugar no GP da Itália

Sainz lamenta segundo lugar mas celebra bom ritmo na Itália: "Não acredito que tive a chance de lutar pela vitória"

Faltou pouco. Carlos Sainz conseguiu se recuperar após a relargada e chegou a ficar próximo de Pierre Gasly, mas não conseguiu ultrapassar o francês e teve que se contentar com o segundo lugar no GP da Itália de Fórmula 1, uma das provas mais insanas dos últimos anos.

Após a prova, Sainz disse que estava desapontado por não ter conseguido a vitória, mas ressaltou que, em condições normais de corrida, o próprio segundo lugar era uma posição provável pelo ritmo das primeiras voltas.

Leia também:

"Sim, é incrível. Estou um pouco desapontado com o segundo lugar. Não consigo acreditar que eu tive a chance de lutar pela vitória hoje. Fiquei muito, muito próximo mas, honestamente, em uma corrida normal, eu teria condições de ter sido segundo atrás de Lewis porque eu tinha um ritmo ótimo, então acho que é merecido".

"Mas Pierre na frente, foi algo como 'uau, como isso aconteceu'. Acho que não tive muita sorte com o safety car, mas fizemos um bom trabalho de recuperação após a bandeira vermelha. Estou feliz com o segundo lugar, fomos super rápidos todo o final de semana e sinto que foi fácil dominar o pelotão do meio hoje, então estou feliz com isso".

Sainz ainda celebrou o bom ritmo da McLaren ao longo do fim de semana.

"Sim, especialmente subindo de sexto para segundo e depois perseguindo Pierre, conseguindo terminar apenas três ou quatro décimos depois dele no final. Temos que ficar orgulhosos disso e felizes com o ritmo do carro. Sem a bandeira vermelha, eu teria terminado atrás de Lewis apenas".

PÓDIO: GP da Itália maluco! Gasly vence, Hamilton punido e Ferrari na maior "draga" em 35 anos

PODCAST: O que será da F1 no Brasil em 2021, sem Globo, pilotos e corrida?

 

compartilhar
comentários
Gasly celebra primeira vitória na F1 e agradece AlphaTauri e Honda: "Ainda não caiu a ficha. É um dia maravilhoso!"
Artigo anterior

Gasly celebra primeira vitória na F1 e agradece AlphaTauri e Honda: "Ainda não caiu a ficha. É um dia maravilhoso!"

Próximo artigo

Hamilton elogia Gasly após vitória e lamenta resultado no GP: "A corrida não era para ser minha hoje"

Hamilton elogia Gasly após vitória e lamenta resultado no GP: "A corrida não era para ser minha hoje"
Carregar comentários