Fórmula 1
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
68 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
82 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
89 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
117 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
145 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
152 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
166 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
173 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
187 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
201 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
208 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
222 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
236 dias

Sainz: Sempre achei que Kvyat fosse voltar à F1 um dia

compartilhar
comentários
Sainz: Sempre achei que Kvyat fosse voltar à F1 um dia
Por:
8 de set de 2018 15:47

Em meio a rumores, espanhol diz torcer por retorno de antigo companheiro de equipe na Toro Rosso

Carlos Sainz disse que sempre sentiu que Daniil Kvyat voltaria para a Fórmula 1. O russo, alvo de especulações no momento, deverá retornar à Toro Rosso no próximo ano para uma terceira passagem na equipe B da Red Bull.

O russo conquistou dois pódios em 24 corridas pela Red Bull, e foi rebaixado para a Toro Rosso para dar lugar a Max Verstappen durante a temporada de 2016.

Sainz foi companheiro de Kvyat do GP da Espanha de 2016 até o GP de Cingapura de 2017, com Sainz saindo para a Renault e Kvyat sendo substituído por Pierre Gasly no fim da temporada.

"Eu sinto um pouco por ele (Kvyat), porque eu sinto que Dany é um dos pilotos mais talentosos com quem já corri", disse Sainz quando perguntado pelo Motorsport.com sobre o possível retorno de Kvyat.

“Quando ele saiu da Fórmula 1, não sei o porquê, tive a sensação de que um dia ele voltaria. Toda vez que eu fui contra ele em todas as categorias, ele de alguma forma sempre andava bem.”

Kvyat não corre desde seu décimo lugar em Austin no ano passado, mas foi contratado pela Ferrari como piloto de desenvolvimento neste ano e dirigiu em Fiorano no início de 2018.

Faltam opções para a equipe júnior da Red Bull na próxima temporada, com seus pilotos de academia ainda não sendo experientes o suficiente para conseguirem uma superlicença para guiarem na F1.

Sainz disse que terá prazer em ver seu antigo companheiro de equipe no paddock novamente.

"Eu realmente disse ao meu empresário, disse ao meu pai: 'tenho a sensação de que esse cara ainda não acabou o serviço aqui, ele vai voltar'", disse Sainz.

"E olha, parece que ele tem uma boa chance e eu ficaria muito feliz por ele se ele voltar."

Próximo artigo
Fãs criam abaixo-assinado para Ferrari manter Raikkonen

Artigo anterior

Fãs criam abaixo-assinado para Ferrari manter Raikkonen

Próximo artigo

Todt: Marchionne estava otimista sobre futuro da F1

Todt: Marchionne estava otimista sobre futuro da F1
Carregar comentários