Villeneuve diz que Kvyat não merece renovação com Toro Rosso

Campeão mundial de 1997 crê que Daniil Kvyat não obteve resultados bons o suficiente em 2016 para renovar com time italiano

Villeneuve diz que Kvyat não merece renovação com Toro Rosso
Jacques Villeneuve,
Race winner Daniel Ricciardo, Red Bull Racing (Right) in the FIA Press Conference with team mate Max Verstappen, Red Bull Racing
Daniil Kvyat, Scuderia Toro Rosso
Daniil Kvyat, Scuderia Toro Rosso STR11
Daniil Kvyat, Scuderia Toro Rosso STR11
Daniil Kvyat, Scuderia Toro Rosso STR11
Jacques Villeneuve

Daniil Kvyat, que foi 'rebaixado' da Red Bull para a Toro Rosso após as quatro primeiras corridas desta temporada, teve o contrato com o time de Faenza renovado para a próxima temporada. Apesar de os dirigentes do time italiano considerarem o russo merecedor da renovação, há quem discorde.

Jacques Villeneuve, campeão da Fórmula 1 em 1997 e conhecido por não economizar nas críticas, acredita que não foram os resultados que levaram a Toro Rosso a renovar o contrato de Kvyat - só por eles, o canadense acredita que o russo não mereceu a renovação.

"É surpreendente, pois os resultados dele não jogam a favor da renovação. Mas eles (Toro Rosso) devem ter visto algo promissor no modo como ele trabalha, creio eu", disse Villeneuve.

Desde a transferência para a Toro Rosso, Kvyat conquistou quatro pontos em 14 corridas - no mesmo período, Carlos Sainz Jr. marcou 34 pontos.

Embora muitos, incluindo o chefe da equipe, Franz Tost, tenham dito que Kvyat evoluiu desde o retorno para a Toro Rosso, Villeneuve discorda de tal afirmação. "Ele (Kvyat) não evoluiu de forma alguma desde que voltou para a Toro Rosso. Ele está perdendo para Sainz Jr. e não está no mesmo nível", afirmou.

"A Toro Rosso não é uma equipe de segurar pilotos, então deve existir alguma razão que os faça acreditar que vale a pena mantê-lo. Talvez ele trabalhe super bem e ajude no desenvolvimento do carro, algo que não conseguimos enxergar de fora", acrescentou.

Questionado se Sainz Jr. ou Kvyat poderiam desafiar a dupla da Red Bull, Daniel Ricciardo e Max Verstappen, por um lugar no time de Milton Keynes, o canadense foi direto. "Nenhum deles, a Red Bull está feliz com os pilotos deles, são duas estrelas. A Toro Rosso está virando casa de repouso", completou.

Entrevista por Erwin Jaeggi

compartilhar
comentários
Fittipaldi: Pela F1, Brasil deve se inspirar no México
Artigo anterior

Fittipaldi: Pela F1, Brasil deve se inspirar no México

Próximo artigo

Haas ameaça Gutierrez: “gostaríamos de ver pontos”

Haas ameaça Gutierrez: “gostaríamos de ver pontos”
Carregar comentários