Fórmula E
22 nov
-
22 nov
Evento encerrado
R
ePrix de Santiago
17 jan
-
18 jan
Próximo evento em
40 dias
R
ePrix da Cidade do México
14 fev
-
15 fev
Próximo evento em
68 dias
R
ePrix de Marraquexe
27 fev
-
29 fev
Próximo evento em
81 dias
R
ePrix de Sanya
20 mar
-
21 mar
Próximo evento em
103 dias
R
ePrix de Roma
03 abr
-
04 abr
Próximo evento em
117 dias
R
ePrix de Paris
17 abr
-
18 abr
Próximo evento em
131 dias
R
ePrix de Seul
02 mai
-
03 mai
Próximo evento em
146 dias
R
ePrix de Jacarta
05 jun
-
06 jun
Próximo evento em
180 dias
R
ePrix de Berlim
20 jun
-
21 jun
Próximo evento em
195 dias
R
ePrix de Nova York
10 jul
-
11 jul
Próximo evento em
215 dias
R
ePrix de Londres
25 jul
-
25 jul
Próximo evento em
230 dias

Alexander Sims vence corrida empolgante na Arábia Saudita

compartilhar
comentários
Alexander Sims vence corrida empolgante na Arábia Saudita
Por:
23 de nov de 2019 12:58

Lucas di Grassi terminou em terceiro, mas herdou segunda posição após punição a Maximilian Gunther

Alexander Sims aproveitou a pole e os incidentes entre os rivais para faturar sua primeira vitória na Fórmula E. Max Günther terminou na segunda posição, garantindo uma dobradinha para a BMW Andretti. Lucas di Grassi, que teve uma corrida 'pegada', fechou o pódio. No entanto, horas depois Günther foi punido e o brasileiro subiu uma posição no resultado final.

Leia também:

Stoffel Vandoorne e Edoardo Mortara fizeram uma corrida de preservação e 'sobreviveram' aos incidentes para fechar o top-5. Felipe Massa, que largou em 17º, fez bela prova e chegou a ocupar a sétima posição, mas acabou sendo punido por queimar a largada e terminou em 20º.

ATUALIZAÇÃO: Maximilian Gunther foi punido em 24 segundos por ultrapassar Lucas di Grassi e Stoffel Vandoorne durante período de safety car. Com isso, o alemão caiu para a 11ª posição e o brasileiro subiu para o segundo posto. Clique aqui para mais detalhes.

O início da prova

Na volta de apresentação, Jerome D’ambrosio teve um problema no carro e acabou ficando de fora da prova. Quando as luzes se apagaram os líderes conseguiram manter a posição. Nos dez primeiros, apenas a posição herdada de D’ambrosio causou movimentação.

No entanto, a primeira volta foi movimentada no meio do pelotão: James Calado ultrapassou Qing Hua Ma, Neel Jani e Brendom Hartley, subindo para 18º. Stoffel Vandoorne e Pascal Wehrlein, passando de 12º e 14º para 9º e 10º. Massa também teve bom início e passou de 16º para 13º.

 

Acidentes e modo ataque embolam a corrida

Depois de 5 minutos de prova, o pole, Sims, já abria 1s8 de vantagem para Sébastien Buemi, que era pressionado pelo terceiro, Lucas di Grasi. Os ponteiros giravam voltas rápidas, na cada de 1min14s. No entanto, o brasileiro da Audi teve um problema pontual e virou 1min16s, perdeu a terceira posição para António Félix da Costa e passou a ser atacado por Mitch Evans.

Na sétima volta, Sam Bird passou Evans e foi para cima de di Grassi. Na frente, Sims pegou o modo ataque e passou a abrir dos rivais. Da Costa, tentou passar Buemi e acabou tocando na traseira do piloto da Nissan, fazendo o suíço cair para o meio do pelotão e perdendo a posição para di Grassi, que subiu para segundo. Sims se aproveitou para abrir 3s1 para o brasileiro.

Com 18 minutos de prova, Sam Bird cometeu um erro e foi parar no muro, causando a entrada do safety car. Na relargada, da Costa voltou a ser excessivamente agressivo, o que lhe causou uma punição, fazendo di Grassi subir para a segunda posição, 2s8 atrás de Sims. Max Günther, que vinha mantendo uma corrida de preservação, subiu para terceiro.

Logo após os três primeiros pegarem o modo ataque, Robin Frijns sofreu um acidente similar ao de Bird e causou novo safety car, pouco depois de Lucas di Grassi fazer a melhor volta da prova.

Nesse momento, faltavam 15 minutos para o fim da prova e os primeiros eram: Sims, di Grassi, Günther, Vandoorne, Edoardo Mortara, André Lotterer, Massa, Oliver Rowland, Buemi e Nick de Vries.

Enquanto o carro de segurança estava na pista, Massa recebeu uma punição e precisou parar pelos boxes por ter queimado a largada. Com isso, o brasileiro caiu para 17º.

Os pilotos relargaram quando restavam 10 minutos de prova, mas um erro grave foi cometido: a equipe de pista ainda estava removendo o carro de Frijns. Por sorte, o erro foi notado antes dos carros chegarem no ponto em que a equipe trabalhava.

O fim da prova

Na relargada, di Grassi pegou o modo ataque, mas por precisar sair do traçado caiu para quarto. O brasileiro conseguiu brevemente recuperar a terceira posição, passando Vandoorne, único entre os ponteiros a pegar o Fanboost. Em seguida ele foi para cima de Günther, mas perdeu muito tempo e não conseguiu passar o rival.

Com isso, Vandoorne aproveitou para atacar o brasileiro nos três minutos finais. Apesar das tentativas do belga da Mercedes, do Grassi conseguiu se manter em terceiro. Na frente, Sims e Günther passaram a preservar seus carros por ordem da equipe, e fecharam a prova com uma dobradinha para a BMW Andretti.

Depois da corrida, Andre Lotterer e Felipe Massa receberam punições por irregularidades cometidas durante a presença do safety car. Com isso, o alemão e o brasileiro perderam as posições em que terminaram e caíram para o fim do grid.

Atualização: Algumas horas após a corrida, Max Günther foi punido por fazer ultrapassagens quando o safety car estava na pista e caiu para 11º. Com isso, Lucas di Grassi herdou a segunda posição e Stoffel Vandoorne a terceira.

Veja o resultado completo da corrida 2 em Al Diriyah:

Cla Piloto Equipe Voltas Tempo Diferença Intervalo km/h Pontos
1 United Kingdom Alexander Sims United States Andretti Autosport 30 46'48.327     96.7 28
2 Germany Maximilian Gunther United States Andretti Autosport 30 46'49.710 1.383 1.383 96.6 18
3 Brazil Lucas di Grassi Germany Audi Sport Team Abt 30 46'51.144 2.817 1.434 96.6 16
4 Belgium Stoffel Vandoorne Germany Mercedes 30 46'51.908 3.581 0.764 96.5 12
5 Switzerland Edoardo Mortara Monaco Venturi 30 46'52.621 4.294 0.713 96.5 10
6 United Kingdom Oliver Rowland Japan Nissan e.dams 30 46'53.802 5.475 1.181 96.5 8
7 Netherlands Nick de Vries Germany Mercedes 30 47'00.645 12.318 6.843 96.2 6
8 United Kingdom Oliver Turvey United Kingdom NIO Formula E Team 30 47'04.871 16.544 4.226 96.1 4
9 Germany Daniel Abt Germany Audi Sport Team Abt 30 47'05.269 16.942 0.398 96.1 2
10 United Kingdom James Calado United Kingdom Jaguar Racing 30 47'05.548 17.221 0.279 96.1 1
11 France Jean-Eric Vergne China Techeetah 30 47'07.721 19.394 2.173 96.0  
12 New Zealand Brendon Hartley United States Dragon Racing 30 47'09.029 20.702 1.308 96.0  
13 Portugal Antonio Felix da Costa China Techeetah 30 47'10.961 22.634 1.932 95.9 1
14 Switzerland Sébastien Buemi Japan Nissan e.dams 30 47'14.618 26.291 3.657 95.8  
15 Switzerland Neel Jani Germany Porsche Team 30 47'15.820 27.493 1.202 95.7  
16 Germany Andre Lotterer Germany Porsche Team 30 47'17.373 29.046 1.553 95.7  
17 Germany Pascal Wehrlein India Mahindra Racing 30 47'23.617 35.290 6.244 95.5  
18 New Zealand Mitch Evans United Kingdom Jaguar Racing 30 47'25.432 37.105 1.815 95.4  
19 Brazil Felipe Massa Monaco Venturi 30 47'34.085 45.758 8.653 95.1  
20 China Ma Qing Hua United Kingdom NIO Formula E Team 30 47'52.492 1'04.165 18.407 94.5  
  Switzerland Nico Müller United States Dragon Racing 28 45'09.814 2 Laps 2 Laps    
  Netherlands Robin Frijns United Kingdom Virgin Racing 18 27'09.645 12 Laps 10 Laps    
  United Kingdom Sam Bird United Kingdom Virgin Racing 13 16'45.189 17 Laps 5 Laps    
  Belgium Jérôme d'Ambrosio India Mahindra Racing 0          

Próximo artigo
Fórmula E: Bird brilha e vence na Arábia Saudita; Massa é 12º e di Grassi 13º

Artigo anterior

Fórmula E: Bird brilha e vence na Arábia Saudita; Massa é 12º e di Grassi 13º

Próximo artigo

Gunther é punido e Di Grassi herda segunda posição na Arábia Saudita

Gunther é punido e Di Grassi herda segunda posição na Arábia Saudita
Carregar comentários