F-E: FIA pede que equipes revisem sistema de freios após acidente de Mortara em Diriyah

A Federação aponta que o caso do piloto pode ter sido um incidente isolado, mas opta pela precaução

F-E: FIA pede que equipes revisem sistema de freios após acidente de Mortara em Diriyah

A FIA pediu para que todas as equipes da Fórmula E fizessem uma revisão de causas e efeitos de possíveis falhas em seus sistemas de freios em resposta ao forte acidente no ePrix de Diriyah envolvendo Edoardo Mortara, da Venturi.

Mortara foi levado para uma bateria de exames após uma falha no sistema de freios que causou uma forte batida com sua Venturi na Arábia Saudita quando tentava fazer uma simulação de largada.

Leia também:

Como resultado, tanto a Mercedes quanto a Venturi, que usa os sistemas da montadora alemã, não puderam competir na classificação, mas posteriormente foram liberadas para disputar a corrida.

Antes da rodada dupla do ePrix de Roma, a FIA pediu para que todas as equipes checassem suas análises de modos e efeitos de falhas (FMEA) do sistema de frenagem. As montadoras foram orientadas a submeter uma lista considerando todos os cenários relacionados ao problema para garantir a homologação do carro.

Um comunicado do delegado técnico Laurent Arnaud diz: "Especialmente se o piloto perder o freio dianteiro por qualquer motivo, o sistema deve ser capaz de detectar isso e ativar o freio traseiro".

Na batida de Mortara, o pedal do freio foi totalmente pressionado, mas os freios dianteiros registraram pressão zero, possivelmente como resultado de um vazamento. O comunicado continua: "No pacote comum de um fornecedor de chassi, as equipes têm o sensor de deslocamento do cilindro mestre do freio em tandem".

"Esses sensores devem ser usados para detectar qualquer vazamento no sistema de freios".

Marshals remove the car of Edoardo Mortara, Venturi Racing, Silver Arrow 02, from a barrier after his crash

Marshals remove the car of Edoardo Mortara, Venturi Racing, Silver Arrow 02, from a barrier after his crash

Photo by: Andrew Ferraro / Motorsport Images

A FIA explicou que a origem da batida de Mortara ainda não foi totalmente identificada mas que "no momento não há preocupação com as partes comuns do chassi".

Isso sugere que o incidente de Mortara foi um incidente isolado, apesar do piloto da Mercedes, Nyck de Vries, ter sofrido um problema similar que levou ao seu abandono do ePrix da Cidade do México na temporada passada.

Isso aconteceu após uma falha do freio de Daniel Abt durante os treinos no Autódromo Hermanos Rodriguez, que levou o ex-piloto da Audi a ser levado ao hospital de helicóptero.

A FIA também sugeriu que as equipes usem um pedal que os pilotos podem ativar para desacelerar o carro no evento de uma falha do pedal de freio, mas a maioria das equipes já possuem um arranjo do tipo.

Thomas Chevaucher, diretor da DS, disse ao Motorsport.com: "Além do FMEA, a FIA recomendou seguir em um modo que os pilotos possam reduzir a velocidade do carro usando um pedal. No caso de uma falha severa ou múltipla do sistema, o piloto tem a oportunidade de desacelerar usando o pedal de regeneração de energia".

"Isso, eu diria que é uma medida extra de segurança, comparado a um carro normal [de motor de combustão interna]. Temos o motor que pode desacelerar o carro se o freio não funcionar por algum motivo".

NELSON PIQUET e Nelsinho dão DETALHES de equipe na Stock; veja como será a 'versão Lauda' de Nelsão

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: Um sorriso mesmo sem vitória? Quais são os pilotos mais carismáticos da F1, mesmo sem grandes resultados?

 

compartilhar
comentários
VÍDEO: Turvey causa acidente com múltiplos carros durante simulação de largada para o ePrix de Roma; veja

Artigo anterior

VÍDEO: Turvey causa acidente com múltiplos carros durante simulação de largada para o ePrix de Roma; veja

Próximo artigo

F-E: Vergne aproveita problema mecânico de Di Grassi e vence a primeira corrida da rodada dupla do ePrix de Roma

F-E: Vergne aproveita problema mecânico de Di Grassi e vence a primeira corrida da rodada dupla do ePrix de Roma
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula E
Evento ePrix de Roma I
Autor Matt Kew