Fórmula 1
14 nov
-
17 nov
Evento encerrado
28 nov
-
01 dez
Evento encerrado
Fórmula E
R
ePrix de Santiago
17 jan
-
18 jan
Próximo evento em
32 dias
NASCAR Cup
08 nov
-
10 nov
Evento encerrado
15 nov
-
17 nov
Evento encerrado
Stock Car Brasil
22 nov
-
24 nov
Evento encerrado
13 dez
-
15 dez
Evento encerrado
MotoGP
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
15 nov
-
17 nov
Evento encerrado

“Pelo time”, Christian Fittipaldi admite chance de correr em Sebring

compartilhar
comentários
“Pelo time”, Christian Fittipaldi admite chance de correr em Sebring
Por:
30 de jan de 2019 20:01

Brasileiro também disse que se sente em paz, após resultado decepcionante nas 24 Horas de Daytona

Christian Fittipaldi, tricampeão das 24 Horas de Daytona, revelou no ano passado que a edição da maior corrida do IMSA seria a última prova de sua carreira profissional, se comprometendo logo após com um papel na direção da equipe Action Express Racing.

Mas o fim de semana de Christian foi para esquecer, com o Cadillac #5 que dividiu com João Barbosa e Felipe Albuquerque perdendo 20 voltas após ter uma falha na luz de freio logo no começo, sendo necessária a ida do veículo para a garagem.

Isso veio depois de ter problemas nos freios que obrigou o carro #5 a largar do fim do pelotão, por não ter conseguido dar uma volta rápida sequer durante a classificação.

Em uma coletiva de imprensa emocionante, Christian se emocionou e foi aplaudido pelos jornalistas que estavam no media center de Daytona.

Depois de se recompor, o ex-piloto da Minardi e da Footwork na Fórmula 1 disse: “Nós lutamos em uma corrida dura desde o começo e tivemos problemas mecânicos. Conseguimos consertar todos eles e ainda estávamos dando o nosso melhor.”

“Perdi campeonatos aqui por meio ponto, ou um ponto, então eu sei como esses pontos são importantes para a equipe. Então, mesmo se perdermos uma posição, isso pode fazer a diferença no final do ano.”

“Quando chegamos à situação em que vimos que estávamos com muitas voltas atrás, ainda estávamos tentando o nosso melhor.”

“Nossa principal motivação era garantir que chegássemos ao final da corrida e marcássemos o maior número possível de pontos. Mas foi assim que aconteceu."

Ele acrescentou: “Quando eu cheguei, eu queria marcar três gols: terminar a corrida, terminar no pódio, e a cereja no bolo teria sido conseguir duas vitórias seguidas, o que seria minha quarta vitória aqui. Mas isso não aconteceu.”

"Estou triste, feliz, aliviado, mas acho que, acima de tudo, estou em paz comigo e acho que é o mais importante."

Mais cedo no fim de semana, Fittipaldi minimizou a perspectiva de adiar sua aposentadoria em uma corrida para disputar as 12 Horas de Sebring como o terceiro piloto no carro # 5.

Conway não poderá competir pela Action Express em Sebring, já que seu contrato com a Toyota na LMP1 o obriga a se concentrar na etapa do Campeonato Mundial de Endurance da FIA do fim de semana duplo de Sebring.

Perguntado pelo Motorsport.com se ele poderia se imaginar guiando em Sebring, Fittipaldi respondeu: “Se me pedissem, eu faria isso exclusivamente pelo time.”

“Claro que levaria isso a sério e correria com a melhor das minhas habilidades, mas seria apenas pelo time. Mas eu diria que as chances são relativamente baixas de que isso aconteça.”

#5 Mustang Sampling Racing Cadillac DPi, DPi: Christian Fittipaldi

#5 Mustang Sampling Racing Cadillac DPi, DPi: Christian Fittipaldi

Photo by: Richard Dole / LAT Images

Próximo artigo
Nasr: queria que o duelo com Alonso em Daytona durasse mais

Artigo anterior

Nasr: queria que o duelo com Alonso em Daytona durasse mais

Próximo artigo

Dois carros são punidos após 24 Horas de Daytona

Dois carros são punidos após 24 Horas de Daytona
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria IMSA
Evento 24 Horas de Daytona
Pilotos Christian Fittipaldi
Equipes Action Express Racing
Autor Jamie Klein