Apesar de gostar, Dixon vê Halo impossível de usar em ovais

Tetracampeão da Indy vê bom caminho e torce para que solução de segurança venha para ficar em monopostos

Apesar de gostar, Dixon vê Halo impossível de usar em ovais
Scott Dixon, Chip Ganassi Racing Chevrolet
Scott Dixon, Chip Ganassi Racing Chevrolet
The Halo cockpit cover used on the Ferrari SF16-H
Kimi Raikkonen, Ferrari SF16-H running the halo cockpit cover
Kimi Raikkonen, Ferrari SF16-H with the F1 Halo cockpit system
Scott Dixon, Chip Ganassi Racing Chevrolet
Scott Dixon, Chip Ganassi Racing Chevrolet

Após o fatal acidente de Justin Wilson durante a corrida de Pocono no ano passado, Scott Dixon comemorou a tentativa da Ferrari de colocar em seu novo SF16-H o novo halo – uma proteção vazada acima e dos lados para não comprometer a visão dos pilotos de monopostos.

Ainda assim, pelo próprio campo de visão, Dixon crê que o conceito não possa ser incorporado à Indy.

Falando antes de sua primeira coluna para o Motorsport.com, Dixon disse: "É muito bom ver que alguém investiu tempo e dinheiro e criou isso para ser testado. Quantas vezes já não ouvimos esse tipo de coisa e é só conversa ou apenas um desenho? Este é um enorme passo na direção certa.”

"Existem melhores maneiras de fazer isso? Possivelmente. Mas cada avanço precisa de um ponto de partida e isso parece um bom ponto de partida.”

"Para mim, o importante é que as pessoas vejam o halo de verdade, não apenas em conceito. As pessoas falam mais sobre isso. Lewis Hamilton odeia sua aparência, Nico Hulkenberg odeia o conceito, Kimi Raikkonen disse que não há diferença."

"Eu não estou tendendo em nenhum sentido, nem para halos nem para cockpit coberto. Quero o que funcione melhor. Mas o halo mostra que algo está realmente avançando e irá desencadear outras pesquisas. Eles vão começar a refinar a ideia."

Perguntado se ele gostaria de receber a aprovação do dispositivo pela IndyCar, Dixon disse: "Bem, sim. Uma versão do mesmo. O problema para nós na IndyCar é que tal como está agora, o aro do halo provavelmente estaria bem na nossa linha de visão em ovais inclinados. Nas curvas, temos de olhar para cima e ao redor, tentando ver o mais longe que desse.”

"Mas isso é bom, poderíamos ter uma versão diferente da mesma ideia. Mas o bom é que parece que isso pode ser um componente padrão, que pode ser adicionado a um chassi existente. Significa que não precisaríamos adiar até a próxima geração de carros."

compartilhar
comentários
Andretti se preocupa com possível corrida ruim em Phoenix
Artigo anterior

Andretti se preocupa com possível corrida ruim em Phoenix

Próximo artigo

Veja desenho de todos os carros que abrem temporada da Indy

Veja desenho de todos os carros que abrem temporada da Indy
Carregar comentários