IndyCar
R
Long Beach
16 abr
Canceled
R
Birmingham
16 abr
Próximo evento em
46 dias
R
St. Pete
23 abr
Próximo evento em
53 dias
R
Texas
30 abr
Próximo evento em
60 dias
R
GP de Indianápolis
14 mai
Próximo evento em
74 dias
28 mai
Próximo evento em
88 dias
R
Detroit
11 jun
Próximo evento em
102 dias
R
Road America
18 jun
Próximo evento em
109 dias
R
Mid-Ohio
02 jul
Próximo evento em
123 dias
R
Toronto
09 jul
Próximo evento em
130 dias
R
Nashville
06 ago
Próximo evento em
158 dias
R
GP de Indianápolis II
13 ago
Próximo evento em
165 dias
R
Gateway
20 ago
Próximo evento em
172 dias
R
Portland
10 set
Próximo evento em
193 dias
R
Laguna Seca
17 set
Próximo evento em
200 dias
R
Long Beach
24 set
Próximo evento em
207 dias

Confira a matemática da final da Indy em Sonoma

Líder do campeonato, Scott Dixon tem a tarefa mais fácil dos quatro pilotos com chances de título

compartilhar
comentários
Confira a matemática da final da Indy em Sonoma
Scott Dixon, Chip Ganassi Racing Honda, pit stop
Will Power, Team Penske Chevrolet
Alexander Rossi, Andretti Autosport Honda
Josef Newgarden, Team Penske Chevrolet
Scott Dixon, Chip Ganassi Racing Honda
Will Power, Team Penske Chevrolet

No próximo domingo, em Sonoma, a Indy encerrará a temporada de 2018 e o campeão da categoria será conhecido. Dos 25 pilotos do grid, apenas quatro têm chances matemáticas de título: Scott Dixon, Alexander Rossi, Will Power e Josef Newgarden.

Separados por 87 pontos, os quatro candidatos ao título vão para a pista de Sonoma atrás dos 104 pontos em jogo, incluindo os bônus pela pole, por mais voltas lideradas e por completar pelo menos uma volta na ponta, que podem coroar um deles o campeão da Indy.

Apesar das chances matemáticas, Power e Newgarden, empatados com 511 pontos, têm uma missão quase impossível de cumprir em Sonoma, o que faz de Dixon e Rossi os grandes favoritos à conquista.

Leia também:

Líder do campeonato com 598 pontos, Dixon tem o dever de casa mais fácil dos quatro. Para sair de Sonoma com o quinto título, o campeão da Indy de 2003, 2008, 2013 e 2015 garante o título caso complete a etapa de Sonoma em primeiro ou segundo. Se chegar em terceiro e Rossi vencer, o neozelandês da Ganassi precisaria ainda cravar a pole e liderar mais voltas.

Agora, se Dixon completar a corrida de quarto até sétimo, só perde o título se Rossi vencer a corrida. Se ficar em oitavo ou nono, tem que torcer para Rossi ficar fora das duas primeiras posições.

Vice-líder, 29 pontos atrás de Dixon, Alexander Rossi precisa cruzar a linha de chegada sempre à frente do tetracampeão. Se vencer, é campeão com Dixon ficando em terceiro. Se terminar em segundo, precisa que Dixon fique fora do top 7. Em terceiro, garante o título com Dixon chegando de décimo para trás.

Se ficar em quarto, o piloto da Andretti precisa que Dixon complete a corrida de 13º para trás e, em quinto, é campeão caso Dixon fique atrás da 15ª posição.

Com os mesmos 511 pontos, mas ainda com chances matemáticas de título, Power e Newgarden precisam vencer a prova com todos os pontos extras e ainda torcer para Dixon ficar de 22º para trás e para Rossi ficar fora do top 8.

Pigot renova com Ed Carpenter para temporada 2019 da Indy

Artigo anterior

Pigot renova com Ed Carpenter para temporada 2019 da Indy

Próximo artigo

De Ferran: "Alonso tem tudo para ser campeão da Indy"

De Ferran: "Alonso tem tudo para ser campeão da Indy"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria IndyCar
Evento Sonoma
Pilotos Scott Dixon , Will Power , Alexander Rossi , Josef Newgarden
Autor Daniel Betting