Em prova monótona, Scott Dixon vence segunda do ano no Texas

compartilhar
comentários
Em prova monótona, Scott Dixon vence segunda do ano no Texas
Por:

Neozelandês triunfa em corrida dominada pela Ganassi, com Kanaan em segundo. Castroneves completou o pódio.

Scott Dixon, Chip Ganassi Racing Chevrolet
Scott Dixon, Chip Ganassi Racing Chevrolet
Scott Dixon, Chip Ganassi Racing Chevrolet
Scott Dixon, Chip Ganassi Racing Chevrolet

O bicampeão Scott Dixon venceu na noite deste sábado o GP do Texas da Fórmula Indy. O neozelandês surgiu na metade da corrida após um início tímido e começou a pontear a prova, trocando voltas na frente com o companheiro de equipe, o brasileiro Tony Kanaan. No entanto, após este estágio do GP, Dixon passou a abrir na frente.

Foi a 36ª vitória do piloto do carro de número 9. Kanaan acabou ficando com o segundo lugar, após a falta de bandeiras amarelas não ter lhe dado uma nova chance de passar Dixon. Depois da dobradinha da Chip Ganassi, veio Hélio Castroneves. Pela segunda vez no ano, a exemplo de St. Petersburgo, os dois brasileiros chegaram ao pódio.

Vencedor da Indy 500 e líder do campeonato, Montoya finalizou em um razoável quarto lugar. Tentando apostar em uma estratégia diferente, Marco Andretti e Carlos Muñoz fizeram uma parada a menos, mas com apenas uma bandeira amarela (por detritos), o que os impediu de economizar mais combustível, ambos foram presas fáceis para Dixon, Kanaan, Castroneves e Montoya.

Apesar de pole, Will Power fez uma prova opaca. O australiano tomou uma volta na metade da corrida e não pôde fazer melhor que um 13º. Como se não bastasse, o australiano ainda tomou mais três voltas até o fim do GP.

Quatro pilotos abandonaram a prova: Vautier, Newgarden, Carpenter e Hawksworth.

Na largada, Will Power manteve sua pole position à frente de Pagenaud e Castroneves. Pagenaud assumiu o primeiro lugar na volta 8. O piloto francês liderava à frente de Power, Castroneves, Kanaan e Muñoz.

Com 20 voltas Pagenaud abria de Power, após ambos deixarem a briga brasileira de Tony e Castroneves um pouco para trás. Montoya e Muñoz travavam um briga colombiana pelo quinto e o sexto lugares. Hawksworth foi o primeiro a parar, na volta 22. Na volta 29 o ritmo de Power começou a cair, e ele foi ultrapassado por Kanaan e Castroneves. Antes da primeira série de paradas o Top 5 era: Pagenaud, Kanaan, Castroneves, Power e Montoya.

Power foi o primeiro a entrar, na volta 45. Montoya veio para os boxes na volta seguinte. Em seguida, vieram também os brasileiros. Curiosamente, os ponteiros foram os últimos a parar.

Após os primeiros pits os dez primeiros eram Pagenaud, Kanaan, Montoya, Castroneves, Power, Muñoz, Dixon, Rahal, Jakes e Kimball. Kanaan assumiu a liderança na volta 70, ponteando seus primeiras giros na prova.

A primeira bandeira amarela aconteceu na volta 82, por detritos. Isso abriu a segunda janela de pit stops. Na parada, Montoya levou a melhor e saiu em primeiro. Castroneves ficou em segundo e Kanaan, ex-líder, em terceiro. Pagenaud deixou seu motor morrer e saiu em nono. A Dale Coyne protagonizou um incidente, com Vautier batendo no pneu traseiro direito de Pippa Mann, que estava no chão para ser trocado.

O Top 10 na volta 97 era: Montoya, Castroneves, Kanaan, Dixon, Power, Kimball, Muñoz, Jakes, Pagenaud e Briscoe.

Na relargada, Kanaan esperou cinco voltas para dar seu bote pela liderança em Montoya e Castroneves. Uma bela ultrapassagem. Dixon também assumiu o segundo lugar, fazendo momentaneamente a dobradinha da Ganassi.

Na metade da corrida, Kanaan ainda liderava à frente de Dixon. Castroneves vinha um segundo atrás, com Briscoe e Muñoz completando o Top 5. A nova rodada pits começou na volta 138, com a entrada de Pagenaud e Montoya. Kanaan entrou na volta seguinte. No retorno, Dixon passou Kanaan pelo primeiro lugar. Castroneves era o terceiro, com Montoya em quarto e Briscoe em quinto.

O neozelandês chegou a abrir mais de três segundos para o companheiro de equipe brasileiro. Na volta 184 o líder entrou nos boxes abrindo a quarta janela de pits. Kanaan e Castroneves entraram nas voltas seguintes. Dixon retomou a liderança na volta 195, já com mais de seis segundo para Tony.

Na volta 210 Dixon liderava, com Kanaan em segundo, Castroneves em terceiro, Montoya em quarto e Kimball em quinto. Apenas o Top 4 estava na volta do líder. Com as últimas paradas, Dixon teve de ir para cima de Muñoz e Andretti, em outra estratégia. No entanto, pela falta de bandeiras amarelas, nenhum dos dois conseguiu imprimir bom ritmo neste final de prova. Os dois foram ultrapassados nas últimas voltas pelo Top 4.

A próxima corrida acontece em Toronto, no próximo final de semana. É a única corrida fora dos EUA na temporada.

Confira o resultado após 248 voltas:

Pos Piloto Equipe Diferença
1 Scott Dixon Chip Ganassi-Chevrolet +7.8000s
2 Tony Kanaan Chip Ganassi-Chevrolet +9.9446s
3 Hélio Castroneves Penske-Chevrolet +10.4608s
4 Juan Pablo Montoya Penske-Chevrolet +26.0947s
5 Marco Andretti Andretti-Honda a 1 volta
6 Carlos Muñoz Andretti-Honda a 1 volta
7 Charlie Kimball Chip Ganassi-Chevrolet a 1 volta
8 Ryan Briscoe Schmidt-Honda a 1 volta
9 James Jakes Schmidt-Honda a 1 volta
10 Gabby Chaves BHA-Honda a 2 voltas
11 Simon Pagenaud Penske-Chevrolet a 2 voltas
12 Sage Karam Chip Ganassi-Chevrolet a 3 voltas
13 Will Power Penske-Chevrolet a 4 voltas
14 Sebastien Bourdais KV-Chevrolet a 4 voltas
15 Graham Rahal Rahal-Honda a 5 voltas
16 Takuma Sato AJ Foyt-Honda a 5 voltas
17 Pippa Mann Dale Coyne-Honda a 6 voltas
18 Ryan Hunter-Reay Andretti-Honda a 7 voltas
19 Stefano Coletti KV-Chevrolet a 9 voltas
20 Tristan Vautier Dale Coyne-Honda a 92 voltas
21 Josef Newgarden CFH Racing-Chevrolet a 99 voltas
22 Ed Carpenter CFH Racing-Chevrolet a 101 voltas
23 Jack Hawksworth AJ Foyt-Honda a 186 voltas
Will Power é pole e Penske quase faz festa completa

Artigo anterior

Will Power é pole e Penske quase faz festa completa

Próximo artigo

Nelsinho substitui Max Chilton na Indy Lights em Toronto

Nelsinho substitui Max Chilton na Indy Lights em Toronto
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria IndyCar
Evento Texas
Localização Texas Motor Speedway
Pilotos Scott Dixon
Equipes Chip Ganassi Racing
Autor Gabriel Lima