Firestone investiga problemas de pneus com Penske em Phoenix

Fornecedora oficial de pneus da Indy ainda não chegou a uma conclusão sobre o ocorrido com os pneus de Hélio Castroneves e Juan Pablo Montoya

Firestone investiga problemas de pneus com Penske em Phoenix
Firestone tire engineer
Juan Pablo Montoya, Team Penske Chevrolet
Helio Castroneves, Team Penske Chevrolet
Juan Pablo Montoya, Team Penske Chevrolet
Juan Pablo Montoya, Team Penske Chevrolet
Juan Pablo Montoya, Team Penske Chevrolet
Helio Castroneves, Team Penske Chevrolet
Helio Castroneves, Team Penske Chevrolet pole winner
Carregar reprodutor de áudio

Dois carros da Penske, de Helio Castroneves e de Juan Pablo Montoya tiveram problemas de pneus na etapa de Phoenix, enquanto o brasileiro viu seu pneu dianteiro direito estourar no primeiro stint, o do colombiano também estourou quando utilizava o segundo jogo.

Dale Harrigle, engenheiro-chefe da Bridgestone America e gerente de desenvolvimento de pneus de corrida, falou ao Motorsport.com sobre o assunto.

"Infelizmente, neste momento, não podemos confirmar nada sobre os motivos que levaram a esses estouros."

"Todos os pneus do lado direito utilizados na corrida estão a caminho de nossa base em Akron, Ohio. A maioria de nossa equipe de engenharia está aqui em Indianápolis para o teste de segurança, por isso vai ser um pouco mais demorado ter a chance de analisar os pneus detalhadamente e tirar conclusões."

Embora houvesse numerosos incidentes de pneus cortados nos testes de Phoenix em fevereiro, a pista foi lavada um dia antes dos treinos no início na semana passada e os casos de Castroneves de Montoya foram os únicos da corrida.

"Tanto a Indy e o Phoenix International Raceway fizeram um grande trabalho no sentido de deixar a pista limpa para a corrida", disse Harrigle. "Por isso, se apenas os carros #2 e #3 tiveram seus pneus cortados, eles foram exceções.

"Um dos nossos engenheiros teve uma reunião com a Penske esta manhã, falou sobre os incidentes e compartilhou o que sabemos. E a Penske nos forneceu dados dos carros e dados de uso. Então estamos trabalhando em estreita colaboração com a equipe para determinar a causa principal."

Próximo ano

Harrigle confirmou que a Firestone está preparada para trabalhar com a Indy para ajustar o composto dos pneus a serem utilizados em Phoenix em 2017.

"Como sempre, estamos interessados em trabalhar com a Indy em seus planos futuros. Se eles querem fazer algo diferente em Phoenix em 2017, se é menos downforce ou uma degradação mais rápida, gostaríamos de trabalhar com eles."

"E se nós queremos trazer algo diferente de volta a Phoenix, certamente faremos. Usamos nosso pneu de Milwaukee este ano. O vencedor da corrida, Scott Dixon, e Tony Kanaan ficaram muito satisfeitos com os pneus, de modo geral, acho que o desempenho dos pneus foi bom.

"Mas, como digo, estamos 100% felizes de trabalhar com a série para discutir quaisquer mudanças para 2017."

compartilhar
comentários
Dixon vence em Phoenix após problemas de pneu da Penske
Artigo anterior

Dixon vence em Phoenix após problemas de pneu da Penske

Próximo artigo

Indy 500 não deve passar de 34 carros; veja lista provisória

Indy 500 não deve passar de 34 carros; veja lista provisória
Carregar comentários