IndyCar
16 ago
-
18 ago
Evento encerrado
22 ago
-
24 ago
Evento encerrado
30 ago
-
01 set
Evento encerrado
20 set
-
22 set
Evento encerrado

Hinchcliffe: visões de Wickens serão úteis para a equipe em 2019

compartilhar
comentários
Hinchcliffe: visões de Wickens serão úteis para a equipe em 2019
Por:
17 de jan de 2019 14:52

Canadense diz que seu compatriota, lesionado desde acidente em Pocono, foi importante para definir os acertos do carro para circuito mistos

Robert Wickens, Schmidt Peterson Motorsports Honda with A sad James Hinchcliffe, Schmidt Peterson Motorsports Honda, after being bumped and a disappointing attempt at another qualifying run which was denied when time ran out
Robert Wickens, Schmidt Peterson Motorsports Honda, Jay Howard, Schmidt Peterson Motorsports / AFS Racing Honda
James Hinchcliffe, Schmidt Peterson Motorsports Honda, Robert Wickens, Schmidt Peterson Motorsports Honda
Race winner James Hinchcliffe, Schmidt Peterson Motorsports Honda
Race winner James Hinchcliffe, Schmidt Peterson Motorsports Honda
James Hinchcliffe, Schmidt Peterson Motorsports Honda

James Hinchcliffe afirmou que as informações dadas por Robert Wickens à Schmidt Peterson Motorsports no ano passado permanecem relevantes para esta temporada, mesmo que seu amigo não possa competir devido à sua lesão.

Wickens, que teve campanha de destaque como estreante em 2018, na qual marcou vários pódios, está fora de ação desde que sofreu um grave acidente na etapa de Pocono, o que o deixou com uma contusão na coluna.

Por mais que ele esteja ainda em fase de recuperação, Hinchcliffe se mostrou otimista que o legado de Wickens na equipe ainda será bastante útil.

“O aerokit da Indy em 2018 não mudou para esta temporada, e não há maiores mudanças nos pneus”, disse ao Motorsport.com. “Então, sem dúvidas, a visão de Robbie ainda será sentida.”

“Ele ajudou a dar uma direção à equipe particularmente com o acerto para mistos. Ele realmente encontrou uma boa direção. Sem mudanças nos carros, os acertos continuarão relevantes e poderão render frutos em 2019. E é absolutamente nossa esperança que ele continue envolvido no lado da engenharia de alguma forma e dê sua visão.”

Uma da razões pelas quais a Schmidt Peterson teve temporada consistente em 2018 foi que Hinchcliffe e Wickens buscavam características semelhantes nos carros, mesmo que eles tenham estilos de pilotagem diferentes. Por isso, Hinchcliffe se mostrou satisfeito que seu novo parceiro, o ex-F1 Marcus Ericsson, também queira carros com características parecidas.

“Eu não estava lá com Marcus em seu primeiro teste em dezembro, mas ouvi que estávamos muito próximos com base no que os engenheiros viram dele”, disse o canadense.

“Mas, mesmo assim, eu fiquei surpreso em ver o quão parecidos estávamos, agora que tivemos nossa primeira chance de andar juntos, no mesmo dia. À tarde, tentamos direções diferentes, mas com componentes similares, e nossas impressões foram quase idênticas.”

“Claro, foi só o primeiro dia de trabalho, mas estou cautelosamente otimista que estamos no mesmo caminho.”
Ericsson estará no carro #7 neste ano, já que os donos da equipe, Sam Schmidt e Ric Peterson, não consideram o sueco um substituto para Wickens. Em vez disso, o #6 do canadense se manterá vago até que Wickens se sinta pronto para voltar.

Próximo artigo
Firestone patrocinará retorno da Indy à Laguna Seca

Artigo anterior

Firestone patrocinará retorno da Indy à Laguna Seca

Próximo artigo

McLaren: Estamos construindo “time experiente” para Indy 500

McLaren: Estamos construindo “time experiente” para Indy 500
Carregar comentários