Wickens tem grande atuação e conquista pódio em retorno

Em sua primeira corrida após grave acidente na Indy, canadense terminou em terceiro junto com Mark Wilkins no Hyundai Elantra TCR em Daytona

Wickens tem grande atuação e conquista pódio em retorno
Carregar reprodutor de áudio

Robert Wickens fez um retorno impressionante ao cockpit de um carro de corrida nesta sexta-feira (28). O canadense, que se locomove em uma cadeira de rodas desde o grave acidente pela Indy em Pocono, no dia 19 de agosto de 2018, competiu na etapa de Daytona do IMSA Michelin Pilot Challenge, corrida que faz parte da programação do fim de semana das 24 Horas de Daytona de 2022. E em seu retorno, Wickens terminou no pódio em sua classe.

Leia também:

Junto com Mark Wilkins, Wickens pilotou um Hyundai Elantra N TCR da equipe de Bryan Herta na corrida de 4 horas, que foi adaptado às suas necessidades com acelerador e freio no volante. Wickens guiou no primeiro stint da corrida e subiu de sétimo para terceiro.

Então, seu companheiro de equipe, Wilkins, assumiu o Hyundai, utilizando pedais de acelerador e freio tradicionais.

Hyundai Elantra N Hand Controls enable Robert Wickens to utilize his throttle, brake and shifting inputs for his Elantra N TCR

Hyundai Elantra N Hand Controls enable Robert Wickens to utilize his throttle, brake and shifting inputs for his Elantra N TCR

Photo by: Bryan Herta Autosport

Wilkins chegou a estar na liderança da classe. No último pit stop, no entanto, algumas posições foram perdidas porque houve problemas de aceleração, mas que não foram problema para sua recuperação, com a manobra para o terceiro posto a poucos minutos do final.

Wilkins ultrapassou Tristan Herbert (NGP-Audi) para retomar o terceiro lugar de onde havia pegado o carro de Wickens.

 

"É estranho estar no pódio sem ter passado a bandeira quadriculada", foram as primeiras palavras de Wickens após a corrida. "O Mark deu tudo", disse, elogiando o último ataque do companheiro de equipe e admitiu: "Claro que estou feliz por poder voltar a participar de uma cerimónia de entrega de prémios. Faz muito tempo desde a última vez."

O último pódio de Wickens antes do grave acidente na Indy aconteceu na corrida anterior, em 29 de julho de 2018, em Mid-Ohio. Agora, o canadense de 32 anos experimentou essa sensação novamente em Daytona.

A classe TCR foi vencida por Roy Block e Tim Lewis no KMW Motorsports Alfa Romeo Giulietta Veloce TCR. Enquanto isso, a vitória geral na corrida que marcou a abertura da temporada do IMSA Michelin Pilot Challenge 2022 foi para Eric Filgueiras e Stevan McAleer (RS1-Porsche).

Thiago Camilo, que esteve com Julian Santero e Alfredo Najri no Toyota Supra GT4, foi o 13º colocado no geral.

Confira o resultado completo aqui.

SERGIO MAURICIO defende Masi, sem “PASSAR PANO”, e “ADORA” POLARIZAÇÃO entre Hamilton e Verstappen

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações para ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

 

Podcast #159 – O que esperar da temporada 2022 da F1?

 
 

 

compartilhar
comentários
Kart: Liderada por Drugovich, Car Racing/AmericaNet domina sexta-feira de treinos das 500 Milhas
Artigo anterior

Kart: Liderada por Drugovich, Car Racing/AmericaNet domina sexta-feira de treinos das 500 Milhas

Próximo artigo

F1: McLaren projeta carro mais equilibrado entre pistas de alta e baixa em 2022

F1: McLaren projeta carro mais equilibrado entre pistas de alta e baixa em 2022
Carregar comentários