Indy: Ganassi rebate Brown e diz que McLaren está se vitimizando no caso Palou

Chip deu uma declaração oficial alegando que a equipe papaia foi a responsável por começar todo o 'caos' envolvendo o piloto espanhol

Alex Palou, Chip Ganassi Racing Honda Foto da primeira fila

Geoffrey M. Miller / Motorsport Images

Chip Ganassi rebateu a McLaren, rival na Fórmula Indy, alegando que a informação de que Alex Palou teria quebrado o acordo é "imprecisa e errada". 

Leia também:

Ganassi respondeu à matéria publicada sobre a McLaren revelando que Palou "não pretende honrar suas obrigações contratuais de correr conosco na IndyCar em 2024 e além". Além disso, na manhã deste sábado, a agora ex-equipe do espanhol,  a Monaco Increase Management, declarou que "está amargamente desapontada ao saber da decisão do piloto de romper um acordo existente com a McLaren para 2024 e além".

Em resposta a isso, Ganassi fez sua própria declaração, criticando a direção da McLaren por "se fazer de vítima" e afirmou que ela é "imprecisa e errada" sobre a situação.

A declaração de Ganassi dizia: "Quem me conhece sabe que não tenho o hábito de comentar sobre situações contratuais. Por isso, tenho me mantido calado desde o primeiro dia dessa história, mas agora sinto que devo responder.

"Eu cresci respeitando a equipe McLaren e seu sucesso. A nova diretoria não tem o mesmo respeito que eu. Alex Palou faz parte da nossa equipe e está sob contrato desde a temporada de 2021. Foi a interferência desse contrato da McLaren que deu início a esse processo e, ironicamente, eles agora estão se fazendo de vítimas."

"Em resumo, a posição da McLaren IndyCar em relação ao nosso piloto é imprecisa e errada; ele continua sob contrato com a CGR."

Alex Palou, McLaren

Alex Palou, McLaren

Foto de: Sam Bloxham / Motorsport Images

Essa última saga contratual se segue a uma prolongada batalha legal sobre os serviços de Palou para 2023, durante a qual a Ganassi entrou com uma ação contra seu próprio piloto depois que ele assinou um contrato com a McLaren no verão de 2022.

Uma mediação legal fez com que ele ficasse com a Ganassi para esta temporada, na qual parece certo que conquistará seu segundo campeonato, mas permitiu que ele pilotasse carros de Fórmula 1 da McLaren e atuasse como piloto reserva da categoria.

Até agora, ele parecia pronto para se juntar à equipe da Arrow McLaren IndyCar para 2024.

Palou foi parte integrante do programa TPC (teste de carros anteriores) de F1 da McLaren, pilotando mais recentemente em Hungaroring em junho - ao lado do piloto titular Oscar Piastri - após testes anteriores no Red Bull Ring e em Barcelona.

Ele também pilotou no Treino Livre 1 do GP dos Estados Unidos do ano passado e esteve presente no GP de Miami, em maio, como piloto reserva da McLaren.

Qual a DIFERENÇA entre o domínio de Max com a Red Bull e pico de Hamilton/Mercedes? E a McLaren?

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #242 – O que a F1 2023 tem trazido de positivo, apesar da falta de vencedores diferentes?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Indy: Dixon usa estratégia perfeita, segura pressão de Rahal e vence em Indianápolis; Castroneves é 15º
Próximo artigo SPTuris vê automobilismo no DNA de São Paulo e defende megafestivais em Interlagos

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil