Fórmula 1 IndyCar
12 set
Evento encerrado
NASCAR Cup
25 out
Evento encerrado
R
Martinsville II
01 nov
Próximo evento em
5 dias
Stock Car Brasil
03 out
Evento encerrado
R
06 nov
Próximo evento em
10 dias
MotoGP
23 out
Evento encerrado
R
GP da Malásia
29 out
Canceled

Le Mans: Na madrugada, Toyota segue na ponta na marca de 12 horas ; Serra e Farfus lideram GTE Pro e Am

compartilhar
comentários
Le Mans: Na madrugada, Toyota segue na ponta na marca de 12 horas ; Serra e Farfus lideram GTE Pro e Am
Por:
, Repórter

Safety car foi acionado mais uma vez durante esse período

Chegamos à metade da edição de 2020 das 24 Horas de Le Mans às 21h30, horário de Brasília. Na LMP1, as Toyotas seguem dominando, enquanto . 

A chuva, que estava prevista para antes do entardecer, apareceu apenas a noite, mas bem menos do que o esperado, mas ainda pode fazer a diferença mais tarde. Sebastien Buemi da Toyota, que busca a terceira vitória consecutiva da prova, destacou que a mistura de noite com chuva e um grid repleto de novatos tornaria o evento uma "corrida de sobrevivência".

 

Mas o período da noite, apesar de ser um dos favoritos dos fãs, é um dos mais desafiantes para os pilotos, e a mínima falta de atenção pode deixar os carros próximos de acidentes.

 
 

O safety car voltou a ser acionado mais uma vez nas últimas seis horas, pouco depois da primeira saída do carro de segurança. Já no período noturno, um dos carros da ByKolles da LMP1 saiu da pista e foi parar na barreira de segurança, necessitando reparos no local.

 

Na LMP1, a principal classe do grid, as posições mudaram apenas entre as Toyotas. O #7, de Mike Conway, Kamui Kobayashi e Jose Maria López está na ponta, e com uma boa vantagem para o #8, duas voltas. O carro de Sebastien Buemi, Kazuki Nakajima e Brendon Hartley precisou parar na hora sete para uma troca no freio dianteiro, perdendo um bom tempo nos boxes . Já o Rebellion #1 de Bruno Senna, Gustavo Menezes e Norman Nato segue em terceiro, três voltas atrás do líder.

Já na LMP2, temos a disputa mais próxima do grid no momento. A United Autosports tem dois carros na ponta, separados por menos de meio segundo. Na marca de 12 horas, a ponta está com o trio do #32, com Will Owen comandando o carro no momento. Logo atrás, o #22, com o ex-F1 Paul di Resta na pista. Completando o Top 3, a mais de um minuto de distância dos líderes, está o #38 da JOTA, que tem o campeão da F-E António Félix da Costa. 

Enquanto isso, o #36 da Signatech Alpine, do brasileiro André Negrão, está em oitavo na classe, a três voltas dos líderes.

Na LMP2 ainda tivemos um caso curioso: o carro #37 da Jackie Chan Racing, com o trio Will Stevens, Ho-Pin Tung e Gabriel Aubry foi desqualificado da prova porque, no momento em que o carro parou no meio da pista, Aubry que estava no volante pegou o seu próprio celular para avisar a equipe, notificando sobre o problema. Um membro da equipe foi até o local e entregou algo ao piloto para colocar no carro e fazê-lo funcionar novamente. O movimento, visto para economizar tempo nesse caso, é proibido pelo regulamento e o trio acabou desqualificado.

Na GTE Pro, o AF Corse Ferrari #51, que tem Daniel Serra no trio está na ponta, cerca de 10 segundos a frente da Aston Martin #97. A outra Aston Martin, #95, que completa o Top 3, já está mais atrás, a uma volta do líder.

Fechando o grid, na GTE Am, a disputa está quente. A Aston Martin #98, do brasileiro Augusto Farfus, tem menos de dois segundos de vantagem para a TF Sport #90, comandada por Charlie Eastwood na marca de 12 horas. Em terceiro, a AF Corse Ferrari #83 com Emmanuel Collard na direção no momento.

Dos outros três brasileiros da classe, dois deles perderam posições nas últimas seis horas. O trio #61 da Luzich Racing, de Oswaldo Negri Jr. caiu de quinto para sétimo, enquanto o #72 da HubAuto Corse, de Marcos Gomes, passou de oitavo para 12º. Enquanto isso, o Team Project #57, que tem Felipe Fraga entre os pilotos, se mantém na 18ª posição da classe.

As equipes seguem com as horas finais do período noturno e a expectativa é que as disputas voltem a esquentar com a aproximação do fim da prova.

Entenda como Max Verstappen pode sair da Red Bull antes do fim de seu contrato

PODCAST: Após 'comemorar' GP 1000, qual é o tamanho da crise da Ferrari?

 

Le Mans: Com safety car na marca de seis horas, Toyota lidera; trio de Farfus está na frente na GTE Am

Artigo anterior

Le Mans: Com safety car na marca de seis horas, Toyota lidera; trio de Farfus está na frente na GTE Am

Próximo artigo

Le Mans: Toyota supera problemas para vencer pela terceira vez; Senna e Serra são segundos na LMP1 e GTE Pro

Le Mans: Toyota supera problemas para vencer pela terceira vez; Senna e Serra são segundos na LMP1 e GTE Pro
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Le Mans
Autor Guilherme Longo