MotoGP
23 ago
-
25 ago
Evento encerrado
13 set
-
15 set
Evento encerrado
20 set
-
22 set
Evento encerrado
04 out
-
06 out
Evento encerrado
R
GP do Japão
18 out
-
20 out
Próximo evento em
09 Horas
:
17 Minutos
:
47 Segundos
25 out
-
27 out
Próximo evento em
7 dias
R
GP da Malásia
01 nov
-
03 nov
Próximo evento em
14 dias
R
GP de Valência
15 nov
-
17 nov
Próximo evento em
28 dias

16º, Rossi se diz “desconfortável” com moto em Valência

compartilhar
comentários
16º, Rossi se diz “desconfortável” com moto em Valência
Por:
17 de nov de 2018 18:11

Italiano vê parceiro saindo da pole e se queixa de equilíbrio da YZR-M1 nas freadas do Circuito Ricardo Tormo

Valentino Rossi se disse "muito desconfortável" pilotando sua Yamaha neste fim de semana em Valência. Ele conquistou apenas a 16ª posição no grid para a corrida de domingo.

Rossi perdeu uma vaga direta no Q2 depois de ter ficado em 13º lugar no TL3, quando sofreu uma queda. Ele ficou apenas em 22º no TL4, primeiro treino no seco do fim de semana, e não pôde avançar do Q1 para o Q2 após ser derrotado pelo companheiro de equipe Maverick Viñales, Jorge Lorenzo, Andrea Iannone e Franco Morbidelli.

Rossi admitiu que teve dores no ombro esquerdo devido ao acidente no TL3, mas seu principal problema na qualificação foi por não dominar as condições.

"Foi um dia muito difícil para mim, muito difícil, porque após o treino de ontem no molhado eu estava muito otimista para ser forte porque me sentia bem, mas nesta manhã no TL3, que foi importante, eu não fui rápido", explicou Rossi.

"Eu tentei dar o máximo no começo, mas caí. Depois eu peguei a outra moto, mas não tinha o ritmo e sensação suficiente para entrar no top-10. Modificamos algo para a tarde, mas, ao mesmo tempo, as condições foram diferentes. Nunca me senti bem com a moto.”

"Eu me sinto muito desconfortável, não pude dar o máximo e fui muito lento. Para amanhã eu tenho que começar muito atrás, então será difícil. Eu tenho algumas dores. Meu ombro esquerdo não está 100%.”

"O impacto foi grande porque eu caí de muito alto e coloquei o gelo porque sinto alguma dor, tomei alguns analgésicos, mas andar não é um problema."

Rossi disse que a frenagem foi o principal problema com sua Yamaha no sábado.

"Para mim, tive muitos problemas na frenagem. Eu não paro, eu sempre chego rápido demais na curva. Mas também em aceleração eu não tenho muita aderência, então é muito difícil de pilotar. Eu tentei, mas não fui rápido o suficiente."

Rossi está apenas dois pontos à frente de Viñales na luta pelo terceiro lugar na classificação, mas, com seu companheiro de equipe saindo da pole, Rossi é pessimista sobre suas chances.

"Infelizmente para mim, Maverick está na pole position, temos apenas dois pontos, então é difícil."

Próximo artigo
Márquez: Prefiro Bradl como piloto de testes em vez de Stoner

Artigo anterior

Márquez: Prefiro Bradl como piloto de testes em vez de Stoner

Próximo artigo

Dovi ganha prova maluca com chuva e interrupção em Valência

Dovi ganha prova maluca com chuva e interrupção em Valência
Carregar comentários