Com a chegada do Cazaquistão, veja como deve ficar o calendário da MotoGP para 2023

Mundial de Motovelocidade deve contar com 21 etapas, número que teria a temporada 2022 antes do cancelamento (definitivo) do GP da Finlândia

Brad Binder, Red Bull KTM Factory Racing leads at the start

A recém-anunciada entrada do Cazaquistão no calendário da MotoGP, válido já para o próximo ano, combinado com as provas que já possuem data, nos permitem termos uma ideia muito aproximada de como deve ser a distribuição de GPs para 2023.

Obviamente, a instabilidade que existe em diferentes países ainda pode alterar os planos da Dorna e da Federação Internacional de Motociclismo (FIM), que deve ser definido ainda nesta semana. Mas já temos várias datas oficializadas, como o GP de Portugal em Portimão, que abre a temporada em 26 de março. O desafio será a segunda etapa, já na semana seguinte, na Argentina.

Leia também:

Logo depois, a categoria seguirá em solo americano para a prova de Austin, antes do início de uma sequência europeia com Jerez, Le Mans, Aragón, que passa para o primeiro semestre, Mugello, Sachsenring e Assen que, desta vez, não deve ser a última prova antes da pausa de verão, com esse título ficando com a estreia do Cazaquistão. Mas, apesar da confirmação da Dorna, é preciso manter a interrogação, devido à proximidade entre o conflito Rússia-Ucrânia.

Independente, a primeira corrida pós-pausa de verão será em Silverstone, cuja data já foi confirmada. Logo na sequência, teremos mais um GP da Áustria enquanto a Catalunha deve trocar a posição com Aragón, indo para a segunda metade do ano.

Sem tempo para descanso, San Marino fecha a passagem da MotoGP pela Europa. E antes da final em Valência, o Mundial faz um tour pela Ásia e Oceania. Primeiro, uma rodada tripla com Malásia, Japão e Austrália, antecedendo o Catar, que passa para o final do ano devido a reformas no circuito de Losail, e Valência fechando em 19 de novembro, totalizando 21 provas.

Confira como deve ficar o calendário da MotoGP para 2023:

Fecha Grande Prêmio Circuito
26 de março Portugal Portugal Portimão
02 de abril Argentina Argentina Termas de Río Hondo
16 de abril United States Américas (Estados Unidos) Circuito das Américas (Austin)
30 de abril Spain Espanha Jerez
14 de maio France França Le Mans
28 de maio Spain Aragón MotorLand
04 de junho Italy Itália Mugello
18 de junho Germany Alemanha Sachsenring
25 de junho Netherlands Holanda Assen
09 de julho Kazakhstan Cazaquistão Sokol
06 de agosto United Kingdom Grã-Bretanha Silverstone
20 de agosto Austria Áustria Red Bull Ring
03 de setembro Spain Catalunha Barcelona
10 de setembro San Marino San Marino Misano
24 de setembro Malaysia Malásia Sepang
01 de outubro Japan Japão Motegi
08 de outubro Australia Austrália Phillip Island
22 de outubro Thailand Tailândia Buriram
29 de outubto Indonesia Indonésia Mandalika
12 de novembro Qatar Catar Losail
19 de novembro Spain Valência Ricardo Tormo

BEBEDEIRA e ZOEIRA: Rubinho e Massa citam Kimi, Schumi e Alonso como PARÇAS. Mas quem são os CHATOS?

Podcast #196 - Após recorde, qual Alonso ficará para a história da F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Após Índia, MotoGP anuncia corrida no Cazaquistão para 2023
Próximo artigo Líder da MotoGP, Quartararo admite que não curte guiar moto da Yamaha "há algum tempo"

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil