MotoGP
R
GP do Catar
05 mar
-
08 mar
Próximo evento em
39 dias
R
GP da Tailândia
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
53 dias
R
GP das Américas
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
67 dias
R
GP da Argentina
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
81 dias
R
GP da Espanha
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
95 dias
R
GP da França
14 mai
-
17 mai
Próximo evento em
109 dias
R
GP da Itália
28 mai
-
31 mai
Próximo evento em
123 dias
R
GP da Catalunha
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
130 dias
R
GP da Alemanha
18 jun
-
21 jun
Próximo evento em
144 dias
R
GP da Holanda
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
151 dias
R
GP da Finlândia
09 jul
-
12 jul
Próximo evento em
165 dias
R
GP da República Tcheca
06 ago
-
09 ago
Próximo evento em
193 dias
R
GP da Áustria
13 ago
-
16 ago
Próximo evento em
200 dias
R
GP da Grã-Bretanha
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
214 dias
R
GP de San Marino
10 set
-
13 set
Próximo evento em
228 dias
R
GP de Aragón
01 out
-
04 out
Próximo evento em
249 dias
R
GP do Japão
15 out
-
18 out
Próximo evento em
263 dias
R
GP da Austrália
23 out
-
25 out
Próximo evento em
271 dias
R
GP da Malásia
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
277 dias
R
GP de Valência
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
291 dias

Lorenzo diz que tem “intenção” de encerrar carreira na Honda

compartilhar
comentários
Lorenzo diz que tem “intenção” de encerrar carreira na Honda
Por:
15 de fev de 2019 19:07

Tricampeão da MotoGP, espanhol afirma que fabricante japonesa pode ser a última equipe em sua carreira

Jorge Lorenzo, que tem em seu currículo nove temporadas com a Yamaha e duas com a Ducati, chegou a ter o futuro incerto na MotoGP, após ficar claro que não renovaria com a equipe italiana.

Antes de assinar com o time de Marc Márquez, ele admitiu que esteve perto de se aposentar.

Falando para a Sky Italia nesta semana, Lorenzo disse que já virou a página sobre seu período na Ducati.

“Eu nunca desisti, mesmo nos momentos mais difíceis eu me mantinha trabalhando”, disse ele. “Tive esta chance com a Honda, que me permitiu ter um 2018 com final feliz.”

“Eu não vou dizer que vou encerrar minha carreira na Honda, mas talvez seja meu último time. Os resultados vão decidir, mas esta é a minha intenção.”

“Eu não penso mais na Ducati”

“Sei que quando eu gosto da moto e a deixamos do jeito certo, podemos chegar ao topo.”

A combinação Márquez e Lorenzo, que juntos contabilizam todos os títulos da MotoGP desde 2012 tem sido apontada como uma espécie de “Dream Team”.

“Em termos de números, está claro que somos uma das duplas mais fortes da história da MotoGP”, disse Lorenzo.

“Às vezes você pode vencer muitos títulos porque a competitividade não é tão alta... mas em termos de velocidade e talento puro, somos mais fortes do que os números mostram. Essa é a realidade.”

Lorenzo perdeu a primeira parte dos testes de pré-temporada em Sepang, por estar se recuperando de uma fratura do osso escafoide, que contraiu durante um treino físico.

O espanhol passa por uma reabilitação física em Lugano, sob a supervisão de seu novo fisioterapeuta, Angel Scribano, filho de Claudio Scribano, que já havia trabalhado com Lorenzo antes.

O Motorsport.com apurou que Lorenzo está “100% certo” de que participará da sequência de testes de pré-temporada no Catar, assim como sua recuperação está indo “melhor do que o esperado.”

Lorenzo disse no início do mês que não era um dos favoritos ao título, mas quando perguntado sobre suas expectativas da primeira vitória com a Honda, ele disse que deve consegui-la o mais rápido possível.

“Nada é impossível, talvez aconteça na abertura do campeonato no Catar, mesmo achando que será muito difícil”, acrescentou.

Colaboração de German Garcia Casanova

Marc Marquez, Repsol Honda Team, Jorge Lorenzo, Repsol Honda Team

Marc Marquez, Repsol Honda Team, Jorge Lorenzo, Repsol Honda Team

Photo by: Repsol Media

Próximo artigo
Para Espargaró, KTM deu um grande passo à frente em ritmo de prova

Artigo anterior

Para Espargaró, KTM deu um grande passo à frente em ritmo de prova

Próximo artigo

KTM critica atitude “baixa” da Honda em demissão de Pedrosa

KTM critica atitude “baixa” da Honda em demissão de Pedrosa
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Pilotos Jorge Lorenzo Compre Agora
Equipes Repsol Honda Team
Autor Valentin Khorounzhiy