Mecânico chefe da Yamaha diz: "Rossi não voltará a ser campeão"

Para o mecânico da Yamaha, que trabalha na MotoGP há 30 anos, Rossi não conseguirá superar jovens talentosos do grid atual

Mecânico chefe da Yamaha diz: "Rossi não voltará a ser campeão"

Ramón Forcada, mecânico chefe de Franco Morbidelli na Yamaha Petronas, que já trabalhou também com Jorge Lorenzo e Maverick Viñales, disse em entrevista que Valentino Rossi "não vencerá nenhum mundial novamente" e que "será complicado" ganhar uma corrida.

Leia também:

Valentino Rossi anunciou na semana passada que substituirá seu atual mecânico chefe, Silvano Galbusera, pelo espanhol David Muñoz em 2020.

No passado, quando Jorge Lorenzo era piloto da Yamaha, o italiano tentou levar Forcada duas vezes para seu lado na garagem, mas em ambas as vezes os desentendimentos entre Lorenzo e seu mecânico foram resolvidos a tempo de evitar a troca.

Busca por motivação

Durante entrevista que concedeu ao podcast da DAZN, Forcada foi questionado sobre o possível motivo pelo qual Valentino mudará seu mecânico chefe.

"Valentino busca motivação com essa mudança, é evidente", respondeu o espanhol. “Não acho que ele queira um mecânico inexperiente no tempo que lhe resta, David é muito bom. É similar à quando ele trocou Jeremy Burguess por Galbusera em 2014".

Rossi e Silvano Galbusera

Rossi e Silvano Galbusera

Photo by: Yamaha MotoGP

“Na Yamaha esse tema funciona assim: você tem tudo em aberto, pode tentar o que quiser e eles lhe dão muita liberdade. Não acho que esteja procurando um aprimoramento técnico”.

“É a mesma coisa que aconteceu quando ele mudou o Jeremy, Valentino acha que eles pararam no tempo e quer sacudir os boxes. Como faz? Bem, ele contrata alguém jovem e cheio de novas ideias, querendo experimentar. Não é porque seja tecnicamente melhor”.

“Não sei se Rossi vai se aposentar no ano que vem, mas agora ele só tem um ano de contrato. E você não assina com alguém por apenas um ano por motivos técnicos. Mas a verdade é que não sei ao certo, não conversei com ele”, acrescenta.

Futuro sem vitórias

Perguntado se acredita que Valentino Rossi vá vencer novamente antes de se aposentar, o espanhol foi direto e franco: "Um mundial? Não".

E uma corrida? “Uma corrida é muito difícil de dizer. É complicado vencer uma corrida em pista seca. Ele pode, digamos, vencer uma corrida em situações difíceis, mas com os jovens que estão chegando, com a velocidade que eles têm, vencer uma corrida em condições normais é complicado”.

“Pode ser que consiga, porque Rossi sabe pilotar, a chave talvez esteja no que conversamos sobre a mudança de mecânico e sobre a motivação, precisamos ver se ele realmente encontrará o suficiente”.

Quer ver Fórmula 2, Fórmula 3, Indy e Superbike de graça? Inscreva-se no DAZN e tenha acesso grátis por 30 dias a uma série de eventos esportivos. Cadastre-se agora clicando aqui.

Rossi não faz parte do futuro da Yamaha

O chefe da equipe Yamaha na MotoGP, Lin Jarvis, disse recentemente que não vê o heptacampeão como parte do futuro do time, apesar de admitir que Rossi pode ficar mais alguns anos com a fabricante antes de se aposentar. Dos sete títulos do italiano, quatro foram conquistados com a marca japonesa. Relembre a carreira dele na MotoGP:

1996 (125cc) - 9º no mundial (1 vitória), 111 pontos

1996 (125cc) - 9º no mundial (1 vitória), 111 pontos
1/36

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

1997 (125cc) - Campeão (11 vitórias), 321 pontos

1997 (125cc) - Campeão (11 vitórias), 321 pontos
2/36

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

1998 (250cc) - Vice-campeão (5 vitórias), 201 pontos

1998 (250cc) - Vice-campeão (5 vitórias), 201 pontos
3/36

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

1998, GP de Imola (250cc)

1998, GP de Imola (250cc)
4/36

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

1999 (250cc) - Campeão (9 vitórias), 309 pontos

1999 (250cc) - Campeão (9 vitórias), 309 pontos
5/36

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

1999, GP da Itália (250cc)

1999, GP da Itália (250cc)
6/36

Foto de: Aprilia Racing

1999, GP de Imola (250cc)

1999, GP de Imola (250cc)
7/36

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

2000 - Vice-campeão (2 vitórias), 209 pontos

2000 - Vice-campeão (2 vitórias), 209 pontos
8/36

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

2001 - Campeão (11 vitórias), 325 pontos

2001 - Campeão (11 vitórias), 325 pontos
9/36

Foto de: Marlboro Yamaha Team

2001, GP da Itália

2001, GP da Itália
10/36

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

2002 - Campeão (11 vitórias), 355 pontos

2002 - Campeão (11 vitórias), 355 pontos
11/36

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

2003 - Campeão (9 vitórias), 357 pontos

2003 - Campeão (9 vitórias), 357 pontos
12/36

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

2003, GP de Valência

2003, GP de Valência
13/36

Foto de: Richard Sloop

2004 - Campeão (9 vitórias), 304 pontos

2004 - Campeão (9 vitórias), 304 pontos
14/36

Foto de: Gauloises Fortuna Racing

2005 - Campeão (11 vitórias), 367 pontos

2005 - Campeão (11 vitórias), 367 pontos
15/36

Foto de: Gauloises Fortuna Racing

2005, GP dos EUA

2005, GP dos EUA
16/36

Foto de: Gauloises Fortuna Racing

2005, GP de Valência

2005, GP de Valência
17/36

Foto de: Gauloises Fortuna Racing

2006 - Vice-campeão (5 vitórias), 247 pontos

2006 - Vice-campeão (5 vitórias), 247 pontos
18/36

Foto de: Camel Media Service

2007 - 3º no mundial (4 vitórias), 241 pontos

2007 - 3º no mundial (4 vitórias), 241 pontos
19/36

Foto de: Yamaha Motor Racing

2007, GP da Holanda

2007, GP da Holanda
20/36

Foto de: Yamaha Motor Racing

2007, GP da Austrália

2007, GP da Austrália
21/36

Foto de: Yamaha Motor Racing

2008 - Campeão (9 vitórias), 373 pontos

2008 - Campeão (9 vitórias), 373 pontos
22/36

Foto de: Bob Heathcote

2008, GP da Catalunha

2008, GP da Catalunha
23/36

Foto de: Yamaha Motor Racing

2009 - Campeão (6 vitórias), 306 pontos

2009 - Campeão (6 vitórias), 306 pontos
24/36

Foto de: Bridgestone Corporation

2009, GP de Portugal

2009, GP de Portugal
25/36

Foto de: Yamaha Motor Racing

2010 - 3º no mundial (2 vitórias), 233 pontos

2010 - 3º no mundial (2 vitórias), 233 pontos
26/36

Foto de: Bridgestone Corporation

2010, GP dos EUA e de Indianápolis

2010, GP dos EUA e de Indianápolis
27/36

Foto de: Yamaha Motor Racing

2011 - 7º no mundial (0 vitórias), 139 pontos

2011 - 7º no mundial (0 vitórias), 139 pontos
28/36

Foto de: Ducati Corse

2012 - 6º no mundial (0 vitórias), 163 pontos

2012 - 6º no mundial (0 vitórias), 163 pontos
29/36

Foto de: Ducati Corse

2013 - 4º no mundial (1 vitória), 237 pontos

2013 - 4º no mundial (1 vitória), 237 pontos
30/36

Foto de: Yamaha MotoGP

2014 - Vice-campeão (2 vitórias), 295 pontos

2014 - Vice-campeão (2 vitórias), 295 pontos
31/36

Foto de: Yamaha MotoGP

2015 - Vice-campeão (4 vitórias), 325 pontos

2015 - Vice-campeão (4 vitórias), 325 pontos
32/36

Foto de: Yamaha MotoGP

2016 - Vice-campeão (2 vitórias), 249 pontos

2016 - Vice-campeão (2 vitórias), 249 pontos
33/36

Foto de: Yamaha MotoGP

2017 - 5º no mundial (1 vitória), 208 pontos

2017 - 5º no mundial (1 vitória), 208 pontos
34/36

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

2018 - 3º no mundial (0 vitórias), 198 pontos

2018 - 3º no mundial (0 vitórias), 198 pontos
35/36

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

2019 - 6º no mundial (em andamento)

2019 - 6º no mundial (em andamento)
36/36

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Siga o Motorsport.com Brasil no Twitter, Facebook, Instagram e Youtube.

compartilhar
comentários
MotoGP: Zarco correrá pela Honda LCR nos últimos três GPs de 2019

Artigo anterior

MotoGP: Zarco correrá pela Honda LCR nos últimos três GPs de 2019

Próximo artigo

MotoGP: Honda LCR confirma renovação e ausência de Nakagami em 2019

MotoGP: Honda LCR confirma renovação e ausência de Nakagami em 2019
Carregar comentários