MotoGP: Bagnaia diz que incidente quando estava embriagado 'não comprometeu' preparativos para corridas

Italiano não quis entrar em mais detalhes sobre assunto no dia de mídia da categoria

MotoGP: Bagnaia diz que incidente quando estava embriagado 'não comprometeu' preparativos para corridas
Carregar reprodutor de áudio

Francesco Bagnaia, da Ducati, disse antes do GP da Grã-Bretanha de MotoGP que seu incidente ao dirigir embriagado em Ibiza no mês passado “não é algo que possa comprometer a mentalidade para as corridas”.

O italiano se envolveu em um acidente de trânsito em Ibiza após o GP da Holanda de junho.

Leia também:

O piloto da Ducati estava festejando com amigos, para comemorar sua vitória em Assen, quando bateu seu carro estando mais de três vezes acima do limite legal de álcool no sangue na Espanha.

Bagnaia foi a única pessoa envolvida no incidente e mais tarde emitiu um pedido de desculpas em seus canais de mídia social – embora posteriormente tenha deletado a declaração de sua conta no Instagram.

A Ducati não fez nenhum comentário sobre o assunto desde que foi relatado pela primeira vez na mídia espanhola.

Embora Bagnaia possa enfrentar uma suspensão de sua carteira de motorista na Espanha, ele não recebeu nenhuma sanção que afete suas corridas.

Quando questionado sobre o assunto nesta quinta-feira em Silverstone, Bagnaia disse à imprensa reunida que não tinha mais nada a acrescentar e disse que isso não afetou sua mentalidade em termos de corrida.

“Sim, eu já disse em minhas redes sociais o que estava pensando”, disse Bagnaia. “Eu já postei três, quatro semanas atrás, naquele momento.

“Com certeza foi algo que não tocou na MotoGP. Não é algo que possa comprometer minha mentalidade para as corridas. Foi fácil pensar na MotoGP depois do que aconteceu porque foi um erro, foi um erro.

“Mas infelizmente é algo que pode acontecer e eu cometi um erro. Então, eu entendo.”

Francesco Bagnaia, Ducati Team

Francesco Bagnaia, Ducati Team

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

Quando pressionado sobre se ele aceitaria uma penalidade da MotoGP ou da Ducati, como foi o caso em outros esportes em casos semelhantes, seu companheiro de equipe Jack Miller interveio...

“Que outros esportes?” disse Miller. “Nós nem estamos falando sobre isso de qualquer maneira. É apenas trazer à tona a negatividade que não precisamos trazer. Ele disse o que disse, e é isso.”

Ao longo dos anos, vários nomes de alto nível no esporte foram banidos da competição por delitos de dirigir embriagado.

Um dos casos mais notáveis ​​foi o do atleta olímpico Michael Phelps, que foi suspenso pela Swimming USA por seis meses em 2014.

O órgão regulador de corridas do Reino Unido, Motorsport UK, exige que qualquer um de seus titulares de licenças que tenha sido pego dirigindo embriagado deve notificá-la, ao passo que sua licença de corrida é suspensa.

VÍDEO EXCLUSIVO: DRUGOVICH admite que é “MUITO DIFÍCIL” entrar na F1 como piloto oficial e revela PARCERIA

Podcast #189 - Quem tem mais a perder com confusão contratual? Alpine, Piastri, McLaren ou F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
GP da Grã-Bretanha de MotoGP: Saiba horários e como assistir etapa em Silverstone
Artigo anterior

GP da Grã-Bretanha de MotoGP: Saiba horários e como assistir etapa em Silverstone

Próximo artigo

MotoGP: Quartararo supera Mir e Viñales e lidera sexta-feira em Silverstone

MotoGP: Quartararo supera Mir e Viñales e lidera sexta-feira em Silverstone