Relato da corrida
MotoGP GP da Espanha

MotoGP: Bagnaia segura Binder até o fim e vence GP da Espanha marcado por acidente entre Quartararo e Oliveira

Prova foi interrompida por cerca de 20 minutos para reparos na barreira e atendimento aos pilotos

Francesco Bagnaia, Ducati Team

O GP da Espanha deste domingo foi mais uma prova emocionante da temporada 2023 da MotoGP. Em meio a várias disputas e quedas, com direito a bandeira vermelha após um acidente entre Fabio Quartararo e Miguel OliveiraFrancesco Bagnaia segurou Brad Binder até os metros finais em uma bela disputa para vencer.

Jack Miller completou o pódio, colocando duas KTM entre os três primeiros. Fecharam o top 10: Jorge Martín, Aleix Espargaró, Luca Marini, Dani Pedrosa, Álex Márquez, Takaaki Nakagami e Fabio Quartararo.

Leia também:

No sábado, Binder conquistou a segunda vitória em corrida sprint no ano, com Bagnaia em segundo e Miller em terceiro. No domingo, o campeonato chegou com Bezzecchi ainda na liderança com 65 pontos, três a mais que Bagnaia, enquanto Viñales vinha em terceiro com 48.

 

Assim como no sábado, Espargaró largou mal, deixando a liderança para a KTM, com Binder à frente de Miller, à frente de Martín e Bagnaia, com o espanhol da Aprilia caindo para quinto. 

 

Mas a prova rapidamente foi interrompida, devido a um acidente na curva 2. Bezzecchi, Quartararo e Oliveira foram os envolvidos, com os dois últimos indo ao chão.

Enquanto o francês da Yamaha conseguiu sair sozinho do local, o piloto português foi levado ao centro médico, e as imagens da transmissão mostram Oliveira saindo da ambulância de maca com alguém segurando seu braço para cima. Pouco depois, a categoria confirmou que o piloto da Aprilia havia sofrido um deslocamento do ombro esquerdo.

 
 

A prova foi retomada após cerca de 15 minutos, com a retomada do grid original e uma volta a menos que o programado. Na nova largada, Espargaró saiu mal de novo, abrindo caminho para a KTM ir para a ponta com Binder e Miller, tendo Martín em terceiro, Aleix em quarto e Bagnaia em quinto.

Miller e Binder começaram a abrir para Bagnaia, que já vinha em terceiro enquanto Rins e Mir davam duas baixas à Honda na corrida em apenas duas voltas.

 

A dupla da KTM protagonizava uma bela disputa na ponta. Mas assim que Binder assumiu a ponta, ele conseguiu abrir uma pequena distância, deixando Miller para rivalizar com Bagnaia. Nessa briga pela segunda posição, o atual campeão levou a melhor, deixando o australiano para brigar contra Martín e Espargaró.

Pelo acidente com Oliveira, Quartararo foi punido pelos comissários com uma volta longa. Mas, por pagar a punição incorretamente, o francês foi punido com mais uma volta longa, comprometendo ainda mais sua prova em um fim de semana duro para o campeão de 2021.

 

Logo na sequência, Bagnaia precisou devolver a segunda posição para Miller para evitar uma punição, permitindo que Binder abrisse uma vantagem de quase 1s na frente.

Na décima volta de 24, Binder liderava com 0s8 para Miller, que disputava novamente com Bagnaia. Os dois tinham 0s4 para Espargaró, enquanto Martín completava o top 5. Líder do campeonato no início do dia, Bezzecchi vinha em 11º

 

Desta vez, Bagnaia não conseguiu passar Miller. Binder viu o companheiro de KTM se aproximar, ficando a 0s3 na 13ª volta, enquanto o italiano estava a 0s5 atrás, tendo Bagnaia mais 0s5 para Martín.

A sete voltas do fim, mais duas quedas. Primeiro Johann Zarco e, logo na sequência, Marco Bezzecchi, confirmando que o italiano da VR46 perderia a liderança do Mundial.

Quando a prova entrava nas cinco voltas finais, Binder se mantinha na ponta, mas agora via Bagnaia a apenas 0s250, euquanto Miller ficava um pouco mais atrás, a 0s7. Martín e Aleix se mantinham no top 5, com Marini, Pedrosa, Viñales, Álex Márquez e Nakagami fechavam os dez primeiros.

Bagnaia conseguiu passar Binder para assumir a liderança, mas enquanto a Ducati tinha um rendimento superior nas retas, a KTM vinha melhor nos setores de média e baixa, permitindo que o sul-africano se mantivesse próximo, com Miller junto.

No final, deu Francesco Bagnaia, segurando Brad Binder até o final para vencer, com Jack Miller completando o pódio. Fecharam o top 10: Jorge Martín, Aleix Espargaró, Luca Marini, Dani Pedrosa, Álex Márquez, Takaaki Nakagami e Fabio Quartararo.

A MotoGP tira uma semana e folga e retorna entre 12 e 14 de maio para uma etapa mais do que especial. O GP da França em Le Mans marca o 1000º GP da história da categoria. No Motorsport.com você acompanha a cobertura completa da principal categoria do motociclismo mundial.

Aston Martin-Honda? RICO PENTEADO fala de "foto misteriosa", IMPACTO do acordo na F1 e mais; assista

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast #227 - Quem tem mais a ganhar e a perder após 'miniférias' da F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior MotoGP: Binder vence a movimentada sprint da Espanha, em Jerez
Próximo artigo MotoGP: Bagnaia assume liderança e dispara; veja a situação do Mundial após o GP da Espanha

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil