MotoGP: Bastianini explica batida "doida" com Zarco antes da largada em Mugello

Segundo o piloto da Avintia Ducati, a frenagem do francês foi muito estranha e não o deixou com espaço para evitá-lo

MotoGP: Bastianini explica batida "doida" com Zarco antes da largada em Mugello

O GP da Itália da MotoGP, realizado neste domingo (30), em Mugello, começou com uma cena inusitada antes mesmo da largada, quando Enea Bastianini foi ao chão metros antes do grid. O novato, da Avintia Ducati, explicou após a prova o que aconteceu, afirmando que sua colisão com Johann Zarco foi "doida" e que não teve como evitar a Pramac do francês.

Bastianini bateu na traseira de seu companheiro de Ducati no final da volta de aquecimento, a apenas metros de sua posição no grid de largada. Com a queda, o piloto da Avintia não conseguiu largar, enquanto Zarco teve alguns problemas em sua GP21, que lhe custaram posições importantes.

Leia também:

 

Bastianini, que machucou sua perna no incidente, disse que a frenagem de Zarco foi "muito estranha", tornando "impossível" evitá-lo.

"Foi um dia realmente difícil para mim, mas acho que para todos os pilotos, por causa da morte de Jason [Dupasquier], não estávamos concentrados. Depois, quando estávamos no grid, Zarco teve uma frenagem muito estranha, muito forte, e foi impossível não atingí-lo".

"Pra mim foi muito doido. É só isso que tenho a dizer. Não sei, meu corpo está mais ou menos e é importante nos recuperarmos para Barcelona".

Enea Bastianini, Esponsorama Racing

Enea Bastianini, Esponsorama Racing

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

Zarco admite que achava que sua moto estaria "arruinada" para a corrida após a batida, mas ficou feliz que Bastianini não se machucou seriamente.

"Muitas coisas aconteceram", disse Zarco ao Canal+. "Mesmo antes da saída, Bastianini me acertou. Estávamos saindo da última curva, acelerando e frenando para manter os pneus aquecidos para a largada".

"Aqui dá para ver [ele fala olhando para uma TV]... uau... bem, o importante é que ele está bem. Mas achei que minha moto estaria arruinada para a corrida. Olhei ao redor e achei que estava ok".

"Não estava perfeita, mas consegui manter minha posição na largada".

Zarco estava envolvido na luta pelo pódio a corrida toda, mas acabou terminando em quarto, atrás de Miguel Oliveira, da KTM, e Joan Mir, da Suzuki.

CONHEÇA a SAGA da roda de BOTTAS que causou MAIOR 'pit stop' da HISTÓRIA da F1 e envolveu FERRARI

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

PODCAST: O que a liderança inédita de Verstappen representa na F1?

 

compartilhar
comentários
MotoGP - Quartararo dedica vitória em Mugello a Dupasquier: "Perdemos um de nossos amigos"

Artigo anterior

MotoGP - Quartararo dedica vitória em Mugello a Dupasquier: "Perdemos um de nossos amigos"

Próximo artigo

MotoGP - Márquez explica queda em Mugello e lamenta morte de Dupasquier: "Golpe duro"

MotoGP - Márquez explica queda em Mugello e lamenta morte de Dupasquier: "Golpe duro"
Carregar comentários