MotoGP: Márquez diz que não teve barreiras mentais ao passar por curva de acidente em Jerez

Espanhol hexacampeão da MotoGP também relatou que teve que preservar braço afetado por cirurgia durante TL2

MotoGP: Márquez diz que não teve barreiras mentais ao passar por curva de acidente em Jerez

Marc Márquez, da Honda, diz que não teve "nenhum problema" psicológico ao passar na curva 3 de Jerez, onde sofreu a queda em julho do ano passado.

O hexacampeão da MotoGP quebrou o úmero direito em uma queda feia na curva 3 na abertura da temporada de 2020, que deu início a uma dispensa por lesão que continuaria até o GP de Portugal, quinze dias atrás.

Leia também:

Márquez terminou o segundo treino livre em 16º, mas admitiu que não teve problemas ao passar na curva que encerrou sua temporada em 2020.

“Eu verifiquei os dados hoje, especialmente depois do TL1 porque depois do TL2 eu não tive tempo”, Márquez começou. “Mas no TL1, na curva 3 e na curva 4, eu fui o cara mais rápido da Honda, são as curvas à esquerda, são as curvas que adoro.”

“Talvez na primeira volta que passei lá estava, talvez eu estivesse um pouco instável, mas desde aquele ponto rodei de uma forma normal e fui o piloto mais rápido da Honda naquela curva em particular.”

“Mas também, o primeiro setor é meu mais forte no momento. Então, não houve problema no lado mental. Você não precisa ter medo.”

Márquez disse que sua decisão de renunciar a uma simulação de classificação no TL2 foi devido a ele querer preservar as energias para a corrida de domingo, depois de sentir falta de "força" no braço direito após um TL1 sem problemas.

“Hoje estive muito concentrado como estava a evolução do meu corpo e no TL1 me senti bem,” acrescentou. “Então, no TL2 senti que algo estava mudando e no TL1 consegui rodar como queria com o cotovelo. Estava brincando com o corpo, mas, de repente, no TL2 saí e senti que não estava correndo como sempre.”

“E então eu dei algumas voltas apenas para entender minha posição na minha moto e imediatamente senti falta de força no músculo, especialmente no tríceps, no ombro nas costas, falta de força e na posição do cotovelo não era o mesmo [como no TL1].”

“É só uma questão de tempo para me acostumar com o músculo, mas quando eu quiser usá-lo, posso usar; quando quero empurrar, posso empurrar.”

“Mas hoje a minha abordagem foi totalmente diferente de Portimão.”

BRIGA de 'gato e rato' entre Mercedes e Red Bull nos treinos em Portugal | SEXTA-LIVRE

PODCAST: TELEMETRIA: Tudo sobre o GP de Portugal e as mudanças no calendário com Rico Penteado

 

compartilhar
comentários
MotoGP: Rossi diz que não está "feliz" com ritmo; italiano terminou treino em Jerez em 21º

Artigo anterior

MotoGP: Rossi diz que não está "feliz" com ritmo; italiano terminou treino em Jerez em 21º

Próximo artigo

MotoGP: Márquez é levado ao hospital para exames após acidente no TL3, mas deve participar de classificação

MotoGP: Márquez é levado ao hospital para exames após acidente no TL3, mas deve participar de classificação
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP da Espanha
Pilotos Marc Marquez
Autor Lewis Duncan