MotoGP: Mir atribui luta pela vitória na Estíria a atualização da Suzuki; entenda

Campeão de 2020 teve seu melhor final de semana na temporada, terminando em segundo, atrás de Jorge Martín

MotoGP: Mir atribui luta pela vitória na Estíria a atualização da Suzuki; entenda

O atual campeão da MotoGP, Joan Mir, admitiu que não teria sido possível lutar pela vitória no GP da Estíria sem uma importante atualização trazida pela Suzuki para a segunda metade da temporada: o novo regulador de altura de rolagem.

A Suzuki finalmente inaugurou seu dispositivo no último final de semana, após começar a temporada sendo a única montadora sem algo do tipo em sua moto. O equipamento funciona de modo similar ao holeshot, que permite ao piloto baixar a traseira da moto na saída das curvas para ganhar uma aceleração maior.

Leia também:

Tendo sido a pioneira do holeshot em 2018 (apesar de versões primárias estarem presentes anos antes em campeonatos de superbike), a Ducati foi a primeira a usar o ajuste de altura em 2019.

Não tendo passado do terceiro lugar na primeira metade da temporada, Mir teve seu melhor final de semana do ano na Estíria, largando da quinta posição para terminar em segundo, após uma longa batalha com o vencedor Jorge Martín, da Pramac.

"Sim, foi uma melhoria muito importante", disse Mir. "Agora, eu honestamente não entendo como que conseguirmos ser fortes no início da temporada sem isso".

"Honestamente, você sente isso, e esse é o primeiro ponto, ter igualdade com os demais, agora vamos tentar melhorar outras pequenas coisas na moto, detalhes. Então, estou feliz. Perdi aquela vitória por pouco, acabei errando a linha algumas vezes".

"Mas estou feliz sobre o fim de semana no geral e espero ser ainda mais forte no próximo".

Joan Mir, Team Suzuki MotoGP

Joan Mir, Team Suzuki MotoGP

Photo by: Gold and Goose / Motorsport Images

O Red Bull Ring foi uma pista forte para Mir no ano passado, mas quando perguntado pelo Motorsport.com se poderia ter lutado pela vitória no último domingo sem o dispositivo, ele respondeu: "Acho que não. Aqui na Áustria ele é muito importante".

"Sem ele, seria difícil ser tão forte como fui hoje. Diria que não".

Mir e Martín entregaram basicamente o mesmo tempo de volta ao longo da corrida, mas o novato da Ducati conseguiu abrir no final, quando a Suzuki perdeu rendimento com o pneu traseiro.

"Quando você luta contra uma Ducati, é sempre um desafio, porque eles aceleram rápido demais. Eles freiam muito bem e nossa vantagem está do outro lado", disse Mir, 51 pontos atrás do líder Quartararo.

"E nessa pista há mais coisas que funcionam para eles do que para nós. Mas dei meu melhor. Nas primeiras dez voltas, eu perdia muito no primeiro e segundo setores, mas recuperava no terceiro e quarto".

"No final, com o pneu usado, perdia mais aceleração. O pneu rodava demais e eles tinham uma aderência melhor".

EXCLUSIVO: BURTI rompe silêncio sobre F1: Hamilton é MAIS LIMPO que campeões como SENNA e SCHUMACHER

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast – A primeira metade do campeonato da F1 foi a mais incrível dos últimos anos?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
MotoGP 2021: Confira horários e como assistir ao GP da Áustria
Artigo anterior

MotoGP 2021: Confira horários e como assistir ao GP da Áustria

Próximo artigo

Perto de aposentadoria da MotoGP, Rossi diz que carreira com carros não será "só por diversão"

Perto de aposentadoria da MotoGP, Rossi diz que carreira com carros não será "só por diversão"
Carregar comentários