Rossi culpa frio por baixo desempenho nos treinos livres

Italiano afirma que precisa de apenas mais cinco graus para conseguir melhorar ritmo em Sachsenring

Rossi culpa frio por baixo desempenho nos treinos livres
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Dani Pedrosa, Repsol Honda Team and Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Dani Pedrosa, Repsol Honda Team and Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Carregar reprodutor de áudio

Temperaturas baixas, ventos fortes e um pouco de chuva complicaram o primeiro dia de trabalho para os pilotos em Sachsenring, sendo apontadas como responsáveis pelos problemas enfrentados pela Yamaha, que não pôde colocar qualquer uma de suas motos até a 11° posição.

Valentino Rossi, ficou em 14° na principal sessão do primeiro dia e comentou o que deu de errado.

"Foi um dia muito difícil, especialmente com as temperaturas, está muito frio. O pneu dianteiro que trouxeram é um pouco difícil e isso torna muito perigoso. Na parte da tarde eu pude evoluir um pouco mais, mas usei a borracha usada na parte da manhã e honestamente não fui capaz de encontrar uma boa sensação e guiar 100%", resumiu o italiano.

"No final (da segunda parte) coloquei um pneu novo e me senti um pouco melhor, mas, em seguida, houve um grande de tráfego na pista e não pude fechar qualquer boa volta."

"Certamente, se eu pudesse ter feito mais uma volta, teria melhorado um pouco. Eu não estou feliz, tenho um bom ritmo, mas não estou rápido. Espero que amanhã e domingo tenhamos uma temperatura melhor, temos muitas coisas para experimentar e com o calor tudo pode ir um pouco melhor para nós", argumentou o piloto da Yamaha.

A Michelin ofereceu aos pilotos neste GP um novo pneu dianteiro macio simétrico.

"Na minha opinião, este composto é bom, se não tivessem trazido, certamente teríamos muitos mais quedas. Mas também acho que o lado macio é muito duro, teria que ser um pouco mais mole."

"A Michelin trouxe dois compostos, um duro e outro médio e precisava de um macio. O problema é o mesmo para todos, mas está afetando um pouco mais para a Yamaha."

A diferença de Rossi com a Honda de Marc Marquez, após o primeiro dia foi importante, mais de 1s3 segundos.

"Marquez é muito forte aqui, ele faz voltas muito rápidas , a Honda vai bem neste circuito, mas o importante é fazer um bom fim de semana e ser competitivo no domingo. Nós só precisamos de um pouco de temperatura, basta cinco graus a mais no asfalto."

"O nosso potencial está lá e acho que podemos ser competitivos. Mas nas curvas à direita os pneus não me dão segurança. Mas você tem que trabalhar duro para tentar estar no pódio."

Alguns pilotos demonstraram suas insatisfações com o circuito de Sachsenring, afirmando que é muito perigoso.

"Eu gosto da pista, no geral é bom competir aqui, é divertido. O problema é a curva 11 é perigosa, porque você não consegue a temperatura certa do lado direito do pneu ", disse Valentino.

 

compartilhar
comentários
Marquez espera testar novo chassi da Honda neste sábado
Artigo anterior

Marquez espera testar novo chassi da Honda neste sábado

Próximo artigo

Lorenzo: "não somos competitivos em nenhuma área"

Lorenzo: "não somos competitivos em nenhuma área"