MotoGP
R
GP da República Tcheca
06 ago
-
09 ago
Próximo evento em
63 dias
R
GP da Áustria
13 ago
-
16 ago
Próximo evento em
70 dias
R
GP da Grã-Bretanha
27 ago
-
30 ago
Canceled
R
GP de San Marino
10 set
-
13 set
Próximo evento em
98 dias
R
GP de Aragón
25 set
-
27 set
Próximo evento em
113 dias
15 out
-
18 out
Próximo evento em
133 dias
R
GP da Austrália
23 out
-
25 out
Canceled
R
GP da Malásia
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
147 dias
R
GP de Valência
27 nov
-
29 nov
Próximo evento em
176 dias

Rossi fala sobre futuro na MotoGP: "Não quero correr na Petronas apenas para dizer tchau"

compartilhar
comentários
Rossi fala sobre futuro na MotoGP: "Não quero correr na Petronas apenas para dizer tchau"
Por:
21 de mai de 2020 14:02

Em entrevista ao site da MotoGP, o "Doutor" falou sobre a possibilidade de correr na Petronas em 2021

"Eu não quero correr na Petronas apenas para dizer tchau". Valentino Rossi não teria como ser mais claro sobre seu futuro. Se ainda estiver na MotoGP no próximo ano, é porque ele ainda acredita que pode ser competitivo.

Em uma entrevista ao site oficial da MotoGP, o "Doutor" fez um balanço da situação em relação ao seu futuro, reiterando mais uma vez como que a pandemia da Covid-19 mudou a tomada de decisão, porque é quase certo que ele terá que bater o martelo antes de voltar a correr.

Leia também:

As portas da equipe oficial da montadora foram fechadas a partir do momento que a Yamaha decidiu contratar o novato sensação Fabio Quartararo para ocupar sua vaga, ao lado de Maverick Viñales.

Porém, a montadora garantiu que, caso queira continuar, ele teria uma vaga garantida na Petronas e uma M1 oficial para ele, com todo o apoio da fábrica.

"Meu plano era claro, fazer algumas mudanças e esperar até o verão para decidir se eu era mais competitivo que no ano passado, porque isso é fundamental para mim", disse. "Quero continuar, mas quero só se for competitivo. Infelizmente, nessa situação eu vou ter que decidir sem correr primeiro, e é mais complicado".

O italiano, no entanto, reforçou que a oportunidade que lhe foi oferecida na Petronas é excelente, porque a equipe já provou ter um alto nível em seu primeiro ano na classe rainha, conquistando seis poles e sete pódios com Quartararo.

"Tenho que refletir e entender dentro de mim o que quero fazer, se tenho motivações suficientes. Tenho uma boa oportunidade com a Petronas, que demonstrou ser uma equipe de ponta no ano passado com Quartararo e Morbidelli".

"É uma equipe jovem, com muitos jovens, muitas pessoas que já conheço e um grande patrocinador, que é a Petronas. É uma grande oportunidade para mim, certamente".

Uma coisa é certa: ele não quer continuar sua trajetória na classe rainha apenas para ser mais um no grid. Seu objetivo é ser competitivo também na próxima temporada, caso ainda esteja no grid.

"Tenho que decidir e entender o que quero fazer, se tenho motivação para continuar. Por enquanto, só conversei com Jarvis e a Yamaha, ainda não falei com Razlan [chefe da Petronas] e concordo com ele: não quero ir apenas para fazer a despedida".

"Se eu correr, quero dar 100% de mim e só correrei se me sentir competitivo e capaz de lutar por pódios. Tenho dias opções: Petronas ou parar... vamos ver", concluiu.

GALERIA: Campeões de moto que abandonaram a MotoGP antes de Rossi

Galeria
Lista

Alex Crivillé

Alex Crivillé
1/20

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

O campeão das 500cc de 1999 correu com Rossi apenas em 2000 e 2001 antes de se aposentar

Kenny Roberts Jr.

Kenny Roberts Jr.
2/20

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Roberts barrou Rossi de ganhar o título em seu ano de estreia nas 500cc em 2000. O americano seguiu na ativa até 2007

Max Biaggi

Max Biaggi
3/20

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Tetracampeão das 250cc, foi o principal rival de Rossi no seu início. Deixou a MotoGP em 2005 para correr no Mundial de Superbike, onde conquistou mais dois títulos antes de se aposentar, em 2012

Casey Stoner

Casey Stoner
4/20

Foto de: Bob Heathcote

O campeão da MotoGP de 2007 e 2011 se aposentou em 2012 quando tinha apenas 27 anos

Jorge Lorenzo

Jorge Lorenzo
5/20

Foto de: Yamaha Motor Racing

O tricampeão foi capaz de bater Rossi com a mesma moto. Em 2019, anunciou sua aposentadoria após um ano com a Honda, aos 32 anos

Dani Pedrosa

Dani Pedrosa
6/20

Foto de: Camel Media Service

Pedrosa chegou à MotoGP em 2006 como esperança para bater de frente com Rossi, mas se aposentou em 2018 sem conseguir isso. Ganhou dois títulos nas 250cc e um nas 125cc

Carlos Checa

Carlos Checa
7/20

Foto de: Gauloises Fortuna Racing

Checa alcançou a glória fora da MotoGP. Em 2013 se aposentou do Mundial de Superbike após vencer o campeonato em 2011

Loris Capirossi

Loris Capirossi
8/20

Foto de: Ducati Corse

Com dois títulos de 125cc e um de 250cc, na MotoGP nunca ficou acima do terceiro lugar, abandonando a categoria em 2011 aos 38 anos

Oliver Jacque

Oliver Jacque
9/20

Foto de: Gauloises Fortuna Racing

O campeão da 250cc de 2000 não chegou a triunfar na categoria rainha e aposentou em 2007

Troy Bayliss

Troy Bayliss
10/20

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

Como Rossi, Bayliss também correu para além dos 40 anos. Foi campeão do Mundial de Superbike em 2001 antes de ir para a MotoGP. Na categoria, conquistou outros dois títulos em 2006 e 2008, antes de sair

Colin Edwards

Colin Edwards
11/20

Foto de: Yamaha Motor Racing

O bicampeão do Mundial de Superbike se aposentou em 2014 ao completar 40 anos

Ben Spies

Ben Spies
12/20

Foto de: Yamaha MotoGP

As lesões levaram o campeão de Superbike de 2009 a se aposentar em 2013 com apenas 27 anos

Marco Melandri

Marco Melandri
13/20

Foto de: Gresini Racing

Melandri pendurou o capacete neste ano, com 37 anos e o título de 2002 das 250cc

Stefan Bradl

Stefan Bradl
14/20

Foto de: Red Bull GmbH and GEPA pictures GmbH

Apesar de não estar oficialmente aposentado, o campeão da Moto2 de 2011 está apenas como piloto de testes da Honda desde 2018 após uma rápida passagem pelo Mundial de Superbike

James Toseland

James Toseland
15/20

Foto de: XPB Images

O bicampeão de Superbike se aposentou em 2011 após competir contra Rossi na MotoGP em 2008 e 2009

Gabor Talmacsi

Gabor Talmacsi
16/20

Foto de: XPB Images

O húngaro, campeão das 125cc em 2007, chegou a correr na MotoGP em 2009

Tetsuya Harada

Tetsuya Harada
17/20

Foto de: Gold and Goose / Motorsport Images

O japonês correu contra Rossi em 2000 e 2002, quando se aposentou aos 32 anos, tendo conquistado a 250cc em 1993

Mike di Meglio

Mike di Meglio
18/20

Foto de: Avintia Racing

O campeão da 125cc de 2008 correu na MotoGP em 2014 e 2015, mas segue ativo em outras categorias como a MotoE

Neil Hodgson

Neil Hodgson
19/20

Foto de: Fabrice Crosnier

O campeão do Superbike de 2003 só correu com Rossi na MotoGP por uma temporada, em 2004

Hiroshi Aoyama

Hiroshi Aoyama
20/20

Foto de: Red Bull GmbH and GEPA pictures GmbH

O último campeão da 250cc, em 2009, correu na MotoGP até 2017

VÍDEO: Fittipaldi festeja 'volta' a Indianápolis ao lado de lendas

PODCAST: Será o fim de Sebastian Vettel na F1?

 

Próximo artigo
Autoridade sanitária de Austin coloca provas da F1 e MotoGP no Circuito das Américas como dúvida

Artigo anterior

Autoridade sanitária de Austin coloca provas da F1 e MotoGP no Circuito das Américas como dúvida

Próximo artigo

Irmãos Márquez voltam a pilotar moto após 70 dias

Irmãos Márquez voltam a pilotar moto após 70 dias
Carregar comentários