MotoGP
R
GP do Catar
05 mar
-
08 mar
Próximo evento em
45 dias
R
GP da Tailândia
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
59 dias
R
GP das Américas
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
73 dias
R
GP da Argentina
16 abr
-
19 abr
Próximo evento em
87 dias
R
GP da Espanha
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
101 dias
R
GP da França
14 mai
-
17 mai
Próximo evento em
115 dias
R
GP da Itália
28 mai
-
31 mai
Próximo evento em
129 dias
R
GP da Catalunha
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
136 dias
R
GP da Alemanha
18 jun
-
21 jun
Próximo evento em
150 dias
R
GP da Holanda
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
157 dias
R
GP da Finlândia
09 jul
-
12 jul
Próximo evento em
171 dias
R
GP da República Tcheca
06 ago
-
09 ago
Próximo evento em
199 dias
R
GP da Áustria
13 ago
-
16 ago
Próximo evento em
206 dias
R
GP da Grã-Bretanha
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
220 dias
R
GP de San Marino
10 set
-
13 set
Próximo evento em
234 dias
R
GP de Aragón
01 out
-
04 out
Próximo evento em
255 dias
R
GP do Japão
15 out
-
18 out
Próximo evento em
269 dias
R
GP da Austrália
23 out
-
25 out
Próximo evento em
277 dias
R
GP da Malásia
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
283 dias
R
GP de Valência
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
297 dias

MotoGP: "Reta de Mugello vai ser o nosso ponto fraco", diz Rossi

compartilhar
comentários
MotoGP: "Reta de Mugello vai ser o nosso ponto fraco", diz Rossi
Por:
30 de mai de 2019 12:03

Déficit da Yamaha em relação às concorrentes na velocidade em retas é motivo de preocupação para o piloto italiano, que corre em casa

Os 1141 metros de reta do Circuito de Mugello permitem velocidades superiores a 350 km/h. Nesse sentido, a Honda deu um grande passo em 2019, igualando e até superando em algumas pistas a Ducati, referência em retas até agora. Já a Yamaha continuou com sua filosofia de priorizar a parte do chassi, mostrando-se atrás de ambas na velocidade. Em Le Mans, onde a reta mais longa foi de 674 metros, a Yamaha ficou a 10 km/h das rivais.

No final do GP, Valentino Rossi voltou a cobrar o motor, notando que a diferença de velocidade máxima deste ano é maior do que no passado. Por isso, apesar da pole position no ano passado no GP da Itália, o ‘Doutor’ prevê um fim de semana complicado. "É um prazer guiar em Mugello", diz Rossi. "É uma pista que eu realmente gosto, mas será difícil porque todo mundo corre muito rápido, há uma reta muito longa, que será o nosso ponto fraco”.

Leia também:


No entanto, o italiano - vencedor em nove ocasiões no circuito da Toscana - espera compensar esse déficit nas curvas rápidas, força principal da Yamaha. "Penso que podemos ser mais rápidos do que em Le Mans. Se trabalharmos bem, podemos nos defender, e temos de fazer o possível para dar o máximo", disse.

Apesar de seu último triunfo em Mugello ter acontecido há mais de uma década, o italiano Rossi sabe será o favorito de grande parte do clube. "É uma corrida especial para todos os pilotos italianos, há uma atmosfera fantástica e pista é uma das mais belas, mas também é um pouco difícil”, avaliou o heptacampeão da MotoGP, que vem em quarto na classificação, a 23 pontos do líder Marc Márquez, da Honda.

Próximo artigo
Por que pistas de automobilismo não são adequadas para motos?

Artigo anterior

Por que pistas de automobilismo não são adequadas para motos?

Próximo artigo

GALERIA: Veja capacetes de Valentino Rossi para etapas italianas da MotoGP

GALERIA: Veja capacetes de Valentino Rossi para etapas italianas da MotoGP
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP da Itália
Localização Mugello
Pilotos Valentino Rossi Compre Agora
Autor Carlos Guil Iglesias