MotoGP
18 out
-
20 out
Evento encerrado
25 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
15 nov
-
17 nov
Evento encerrado

Lorenzo diz ter mais dificuldades na Honda do que tinha na Ducati

compartilhar
comentários
Lorenzo diz ter mais dificuldades na Honda do que tinha na Ducati
Por:
30 de mai de 2019 16:50

Tricampeão da MotoGP, piloto espanhol deixou a equipe italiana rumo à japonesa no começo desta temporada e não vem bem no campeonato

Em difícil início de temporada com a nova equipe, Jorge Lorenzo disse que tem mais dificuldades com a Honda do que tinha na sua antiga escuderia, a Ducati. O espanhol disse ainda que é “muito duro” terminar consistentemente fora do top-10. Ao longo de todo o campeonato de 2019 da MotoGP, fato que também é associado às lesões do tricampeão no ano passado.

"Quando você venceu títulos mundiais, corridas, quando está acostumado a isso, é muito difícil estar tão longe do vencedor e abaixo do 10º lugar", disse Lorenzo. "É muito difícil. Foi duro na Ducati e agora é provavelmente um pouco mais difícil. É uma luta contínua com a sua mente para mudar seus pensamentos de negativo para positivo constantemente, é complicado”.

Leia também:


"Teve a questão da falta de pré-temporada, a falta de compreensão da moto, a falta de testes privados e isso tudo faz com que meu início seja mais lento”. Lorenzo disse que só conseguiu pequenos avanços nas últimas etapas em Jerez e Le Mans, mas que é "difícil imaginar" que ele possa lutar pela vitória em Mugello.

"Penso que depois do teste de Jerez [nós] damos um passo em algumas partes da moto. Em Le Mans teve outro passo em algumas peças pequenas e também no meu estilo de pilotagem. Infelizmente, passos muito pequenos para poder lutar por algo grande, como uma vitória ou um pódio. Difícil imaginar que domingo vou tentar a vitória. Mas meu objetivo agora é dar mais um passo”, comentou.

"Eu preciso modificar uma parte da minha pilotagem para poder entrar mais rápido nas curvas e é esse o meu objetivo neste fim de semana. Espero que a moto funcione bem e possamos ter um fim de semana melhor em comparação com as cinco corridas anteriores”.

"Meu jeito de entrar na curva aqui é exatamente o oposto do que eu estava fazendo com a Ducati. Vai levar tempo, mas pelo menos agora nós entendemos o que eu tenho que modificar e nisso que tenho que trabalhar. Além disso, agora me sinto muito bem, ou muito melhor, na moto na área de ergonomia, o que é um bom sinal. Agora tenho de trabalhar um pouco no meu estilo de pilotagem, especialmente na freada e na entrada das curvas".

Próximo artigo
Confira os horários da MotoGP na Itália

Artigo anterior

Confira os horários da MotoGP na Itália

Próximo artigo

Zarco compara sua situação atual na KTM com Stoner na Ducati

Zarco compara sua situação atual na KTM com Stoner na Ducati
Carregar comentários