MotoGP
25 mar
Próximo evento em
60 dias
R
GP da Argentina
08 abr
Próximo evento em
74 dias
R
GP das Américas
15 abr
Próximo evento em
81 dias
R
GP da Espanha
29 abr
Próximo evento em
95 dias
R
GP da França
13 mai
Próximo evento em
109 dias
R
GP da Itália
27 mai
Próximo evento em
123 dias
R
GP da Catalunha
03 jun
Próximo evento em
130 dias
R
GP da Alemanha
17 jun
Próximo evento em
144 dias
R
GP da Holanda
24 jun
Próximo evento em
151 dias
R
GP da Finlândia
08 jul
Próximo evento em
165 dias
R
GP da Áustria
12 ago
Próximo evento em
200 dias
R
GP da Grã-Bretanha
26 ago
Próximo evento em
214 dias
R
GP de Aragón
09 set
Próximo evento em
228 dias
R
GP de San Marino
16 set
Próximo evento em
235 dias
R
GP do Japão
30 set
Próximo evento em
249 dias
R
GP da Tailândia
07 out
Próximo evento em
256 dias
R
GP da Austrália
21 out
Próximo evento em
270 dias
R
GP da Malásia
28 out
Próximo evento em
277 dias
R
GP de Valência
11 nov
Próximo evento em
291 dias

Rossi: "Sem o chassi novo, teria sido uma hecatombe"

compartilhar
comentários
Rossi: "Sem o chassi novo, teria sido uma hecatombe"
Por:
Traduzido por: Gabriel Carvalho

Valentino Rossi prefere olhar o quinto lugar no GP da Alemanha pelo lado positivo e destaca proximidade dos líderes antes das férias

Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing fan club flags
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing fans
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing

Valentino Rossi Já havia falado às vésperas do GP da Alemanha sobre os altos e baixos vistos na temporada 2017 da MotoGP. Vencedor do GP da Holanda, na semana passada, Rossi terminou a prova em Sachsenring, realizada neste domingo (2), na quinta posição.

Apesar de não estar totalmente satisfeito com o resultado, Rossi preferiu olhar para o lado positivo do final de semana em território alemão. "Não podemos estar contentes, normalmente não ficamos em quinto", disse.

“Acelerei como um louco, não relaxei por um segundo sequer. Talvez se eu tivesse largado mais à frente pudesse ter disputado posição com Pedrosa", afirmou o italiano, que largou da nona posição.

“Sinto-me mal por não ter superado Maverick, mas poderia ter sido muito pior. Ele foi o mais rápido em dois ou três pontos do circuito", acrescentou.

Com os resultados em Sachsenring, Rossi é o quarto colocado, a dez pontos do novo líder do campeonato, Marc Márquez. Olhando por tal aspecto, Rossi valoriza os pontos conquistados neste domingo.

“São pontos importantes. É só um quinto lugar, mas saio satisfeito (em relação ao campeonato). A cada corrida você precisa ver como se sente com a moto. Neste ano, você precisa dar o máximo para terminar em quinto."

Rossi, que correu com o novo chassi da M1 - com o qual venceu em Assen - ressaltou que com o antigo a situação teria sido muito pior em Sachsenring. "Sem o novo chassi, teria sido uma hecatombe, como aconteceu em Jerez e Barcelona."

Como já aconteceu em 2016, uma Yamaha da Tech 3 foi a melhor moto da fabricante em uma corrida, com Jonas Folger terminando em segundo. Rossi, no entanto, não acredita que a M1 de 2016 seja melhor do que a versão deste ano. "Se você olhar para a classificação, verá que Maverick e eu temos mais pontos do que os pilotos da Tech 3", observou.

Ao fazer um balanço da primeira metade da temporada, Rossi se mostrou satisfeito com o que obteve. "Estou contente, pois venci e estou a dez pontos do primeiro colocado. Todos tivemos muitas dúvidas na primeira metade da temporada. A moto melhorou nas duas últimas corridas, não somos os únicos a apresentar altos e baixos", contou.

Sobre os altos e baixos vistos na temporada, Rossi comparou com a situação de Márquez, que teve dificuldades também, mas vai para as férias como líder do campeonato. "Nas vezes em que Márquez sofreu, não sofreu como nós. Venceu onde deveria ter vencido e limitou os danos (onde teve dificuldade)", destacou.

Por fim, Rossi comentou que a MotoGP está diferente do que era no passado. "Até o GP da Catalunha do ano passado, as últimas 350 corridas ficaram entre quatro vencedores. Depois daquilo, não sei o que aconteceu, pois muitos começaram a vencer", completou.

2º, Folger diz: "Pensei que poderia derrotar Márquez"

Artigo anterior

2º, Folger diz: "Pensei que poderia derrotar Márquez"

Próximo artigo

Viñales: lutar pelo título "é mais difícil do que imaginava"

Viñales: lutar pelo título "é mais difícil do que imaginava"
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria MotoGP
Evento GP da Alemanha
Localização Sachsenring
Pilotos Valentino Rossi
Autor Oriol Puigdemont