Segundo Viñales, Rossi não afetou decisão de ir para Yamaha

Espanhol reconhece que irá competir ao lado de seu ídolo de infância, mas que isso não pesou na decisão

Segundo Viñales, Rossi não afetou decisão de ir para Yamaha
Maverick Viñales, Team Suzuki MotoGP
Maverick Viñales, Team Suzuki MotoGP
Maverick Viñales, Team Suzuki MotoGP
Maverick Viñales, Team Suzuki MotoGP
Maverick Viñales, Team Suzuki MotoGP
Maverick Viñales, Team Suzuki MotoGP
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Valentino Rossi, Yamaha Factory Racing
Carregar reprodutor de áudio

Foi confirmado em maio que Maverick Viñales irá se juntar a Valentino Rossi na Yamaha na próxima temporada da MotoGP, na vaga de Jorge Lorenzo, que vai seguir para a Ducati.

Com ofertas para ficar e sair da Suzuki, o piloto espanhol de 21 anos nem tentou esconder sua vontade antes mesmo de chegar a um acordo logo após a etapa de Le Mans. Mas apesar de sua pública admiração por Rossi, Vinales insiste que ele poderia ter tomado a mesma decisão independentemente de seu futuro companheiro de equipe.

"Estou feliz (de ir para a Yamaha) pois Valentino é meu ídolo de infância. Mas fosse Valentino, Jorge ou qualquer outro companheiro, eu teria tomado a mesma decisão", disse ele ao Motorsport.com.  

"No final, quando você entra numa equipe, você tem seu próprio time, você trabalha e treina para vencer. Se seu companheiro é uma lenda, não muda nada". 

"O bom de Valentino estar lá é que eu vou aprender bastante. Ele está com 37 anos e ainda vencendo, e isso é resultado de seu modo de trabalhar que lhe traz sucesso"

Suzuki motivada para igualar ritmo

Ainda que já tenha escolhido deixar a Suzuki, Vinales disse esperar que seu time, que lhe deu a oportunidade de estrear na MotoGP no início do ano, consiga ser uma ameaça ao pelotão da frente. 

"Ambas equipes (Yamaha e Suzuki) estão em excelente nível. Sei que minha moto pode andar na frente no ano que vem ou no seguinte, pois sei como meu time tem trabalhado bem para desenvolvê-la. Eles estão motivados para criar uma boa moto para atingir o topo, mas minha decisão foi porque eu queria ter chance de brigar pelo título desde a primeira corrida".

compartilhar
comentários
GP da Alemanha: Márquez chega a pista onde vence desde 2010
Artigo anterior

GP da Alemanha: Márquez chega a pista onde vence desde 2010

Próximo artigo

10 anos: lembre dia que Rossi homenageou 'Azzurra' no pódio

10 anos: lembre dia que Rossi homenageou 'Azzurra' no pódio