Reações
MotoGP GP de Valência

MotoGP - Mir: "Quem diz que o título de Bagnaia não tem mérito, não entende de motos"

Campeão da categoria em 2020 explicou dificuldade em gerir uma temporada inteira enquanto luta pelo campeonato

Joan Mir, Team Suzuki MotoGP

Quando o piloto da Suzuki, Joan Mir se consagrou campeão de MotoGP, há dois anos, não foram poucos os que questionaram a validade de um título disputado em plena pandemia e com a ausência do dominador absoluto daquele momento, Marc Márquez, lesionado. 

Leia também:

Dois anos depois, com a presença de até oito Ducatis no grid e as tão temidas ordens de equipe, não faltam aqueles que questionam os méritos de Pecco Bagnaia se, finalmente, ele conquistar o campeonato neste domingo. 

"Quem diz que Pecco não tem mérito em ganhar este mundial, se ele acabar ganhando no domingo, é porque não tem entende de motos. Qualquer um que pense que um piloto que foi campeão mundial mão fez por merecer não tem noção de esportes em geral. Ganhar um ano é administrar muitas coisas, muitos fatores têm que se unir, você não ganha e desaparece. Pessoas que subestimam o trabalho dos outros não devem ser levadas em conta."

Para Mir, sem dúvida, o fim de semana em Valência é muito especial, primeiro porque foi neste circuito que ele se consagrou campeão em 2020 e também porque é o último fim de semana da Suzuki na MotoGP.

"Está sendo um GP muito especial, vai acabar uma etapa e estou convencido de que será um fim de semana muito emotivo para todos. De algumas formas a motivação é alta, depois de algumas corridas com problemas técnicos e de lesões, em provas que poderiam ser positivas para nós, isso acaba e tenho muita vontade de encerrar essa etapa com um bom resultado, o que nos permitiria dizer um adeus de outra maneira do que com um resultado ruim. É o que tenho em mente", explicou.

Depois de tour asiática, Mir admitiu que 2022 foi a pior temporada da sua carreira esportiva, uma sequência de resultados ruins cuja origem não foi outro além do anúncio, em maio, por parte da Suzuki que estariam deixando a MotoGP. Cedo demais.

"Sem dúvida teria sido melhor ficar sabendo mais tarde. Tem sido um ano totalmente anômalo por conta daquela notícia, ninguém esperava por isso de forma concreta e de alguma forma demorei um pouco para administrar minhas emoções dentro da equipe. Também houve mudanças na Suzuki no início do ano (o gerente da equipe mudou), tudo foi... (uma 'merda' que eles apontam para ele por trás), exatamente, você disse, um ano diferente... diferente. Vamos terminar isto da melhor maneira possível", disse o espanhol.

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Quer fazer parte de um seleto grupo de amantes de corridas, associado ao maior grupo de comunicação de esporte a motor do mundo? CLIQUE AQUI e confira o Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube. Nele, você terá acesso a materiais inéditos e exclusivos, lives especiais, além de preferência de leitura de comentários durante nossos programas. Não perca, assine já!

Podcast Motorsport.com debate se punição à RBR 'saiu barato': o 'crime compensa' na F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior GP de Valência de MotoGP: Horários e como assistir à última etapa de 2022, com a decisão entre Bagnaia e Quartararo
Próximo artigo MotoGP - Espargaró dispara contra preferência de Honda: "Só Márquez será rápido"

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil