Porsche Cup Velocitta - Sprint

Porsche Cup: “Incrédulo”, Costa celebra pole da Carrera em estreia no Velocitta

Além de não conhecer a pista do interior de SP, piloto do #999 ainda precisou lidar com a quilometragem limitada e o lastro de 50kg

Nicolas Costa

Nicolas Costa conquistou neste sábado a segunda pole consecutiva na temporada 2023 da Porsche Cup. Mas o piloto do #999, que lidera a Carrera Cup, não teve vida fácil, já que corre pela primeira vez no Velocitta em um fim de semana de quilometragem limitada pela chuva, além do lastro de sucesso de 50kg, fazendo com que ele ficasse “incrédulo” com o resultado.

Enquanto os treinos extras da quinta-feira aconteceram com pista seca, na sexta as atividades foram fortemente impactadas pela chuva que caiu sobre o Velocitta. Os pilotos da Carrera Cup mal tiveram tempo de completar voltas rápidas no treino livres antes da sessão ser interrompida.

Leia também:

Neste sábado, o quali da Carrera abriu a programação do dia. A pista ainda estava úmida, mas foi secando com o passar dos minutos e, na hora que os pilotos da Cup saíram dos boxes, já puderam colocar os pneus slicks nos carros.

Mesmo com quilometragem limitada em uma pista até então desconhecida, Costa garantiu a segunda pole consecutiva da temporada, terminando um décimo à frente de Werner Neugebauer e Marçal Müller, terceiro colocado.

“Eu tô incrédulo”, disse Costa ao Motorsport.com. “No início do dia, meu objetivo era ficar entre os cinco primeiros, o que já seria muito bom, porque não conseguimos treinar. O acerto do carro meio que foi um chute em alguns detalhes”.

“Na classificação tivemos que juntar tudo e torcer para dar certo. Sem contar os 50kg de lastro extra. Eu pensava no top 5 porque assim poderia remar de volta e beliscar um pódio”.

Com pouco tempo de pista, a preparação de Nicolas para o fim de semana foi bastante impactada, forçando o piloto a recorrer a outros métodos.

“Pra falar a verdade, não tinha muito o que fazer porque eu não tinha nem o que analisar. Não treinei e eu não tinha dados de outros anos. Eu tinha uma volta de referência do shakedown, mas só. Acabou sendo um pouco no achismo, estudo por fora, inclusive vídeos no YouTube”.

Costa ainda disse como recebeu uma “ajuda” de Georgios Frangulis na tomada de decisão para sair dos boxes com os pneus slick em vez dos compostos de chuva.

“O Frangulis me ajudou nisso. Ele é meu companheiro de box e foi à pista logo antes de mim. Quando ele voltou, ele me alertou que a pista estava praticamente seca, com apenas um ponto ou outro molhado, e que o melhor seria o slick. Todo mundo acabou indo nesse caminho, era uma decisão relativamente fácil”.

Galvão Bueno tem projeto para voltar a narrar F1; saiba mais no vídeo:

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior Porsche: Costa faz a pole da Carrera Cup no Velocitta
Próximo artigo Com apenas 16 anos, Bassani faz história como a primeira mulher a conquistar uma pole na Porsche Cup

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil