Após saída da F1, Pastor Maldonado pode correr no WEC

Piloto venezuelano é cotado para assumir lugar na equipe Manor nas 6 Horas da Cidade do México no próximo mês

Após saída da F1, Pastor Maldonado pode correr no WEC
#45 Manor Oreca 05 - Nissan: Matthew Rao, Richard Bradley, Roberto Merhi
#44 Manor Oreca 05 - Nissan: Tor Graves, Antonio Pizzonia, Matthew Howson
Pastor Maldonado
#44 Manor Oreca 05 - Nissan: Tor Graves, Antonio Pizzonia, Matthew Howson
#44 Manor Oreca 05 - Nissan: Tor Graves, Antonio Pizzonia, Matthew Howson
#44 Manor Oreca 05 - Nissan: Tor Graves, Antonio Pizzonia, Matthew Howson
Pastor Maldonado

O venezuelano Pastor Maldonado, campeão da GP2 em 2010 e piloto da F1 entre 2011 e 2015, poderá voltar à ativa no mês de setembro. Sem competir neste ano após o pagamento de seu patrocínio - a petrolífera PDVSA - não se concretizar para manter seu lugar na Renault, o piloto não vem participando de nenhum campeonato.

Durante a apresentação do evento, que será realizado no Autódromo Hermanos Rodriguez, o piloto mexicano Alfonso Toledano, que se juntará a Tor Graves no Manor Oreca 05-Nissan #44, disse que Maldonado pode ser o terceiro piloto do carro.

"Estamos esperando para confirmar o terceiro piloto", disse Toledano, que estará fazendo sua estreia no WEC. "Poderia ser Pastor Maldonado. A equipe ainda não decidiu, por isso temos de esperar."

Maldonado foi inicialmente ligado ao assento da Andretti-Herta na IndyCar, que acabou sendo de Alexander Rossi. Mais recentemente, Maldonado visitou a corrida de Iowa da IndyCar como convidado da KV Racing.

Por sua parte, Ricardo Gonzalez, promotor do evento e proprietário/piloto de equipe RGR Sport na LMP2, confirmou que há um lugar disponível para correr no México.

"Sabemos que ainda há um lugar na equipe", disse Gonzalez. "Nós não sabemos quem irá ocupá-lo, mas ouvimos dizer que pode ser um piloto experiente de Fórmula 1."

A outra opção da Manor é Antonio Pizzonia, que correu pela equipe em Nurburgring juntamente com Matt Howson.

O brasileiro, que competiu na F1 entre 2003 e 2005, também esteve no Autódromo Hermanos Rodriguez na Champ Car em 2006.

O Manor #45 terá o trio habitual, Matt Rao, Roberto Merhi e Richard Bradley.

compartilhar
comentários
Rebellion disputa restante de 2016 com apenas um carro
Artigo anterior

Rebellion disputa restante de 2016 com apenas um carro

Próximo artigo

Para di Grassi, altitude aumenta imprevisibilidade no México

Para di Grassi, altitude aumenta imprevisibilidade no México
Carregar comentários