ANÁLISE F1: Os fatores envolvidos na iminente mudança de Hamilton para Ferrari

Mesmo com Mercedes realizando reformulação na parte técnica, britânico abre porta para mudar de ares em 2025

Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14, Carlos Sainz, Ferrari SF-23

Lewis Hamilton, Mercedes F1 W14, Carlos Sainz, Ferrari SF-23

Zak Mauger / Motorsport Images

Lewis Hamilton está à beira de uma mudança para a Ferrari em 2025 para substituir Carlos Sainz, apesar de ter concordado com uma extensão de contrato no ano passado para mantê-lo na Mercedes, que faz o mundo da Fórmula 1 tremer.

Hamilton foi associado à mudança de Maranello em diversas ocasiões e especulações pareciam surgir cada vez que o piloto estava no meio de negociações de um novo acordo com a Mercedes.

Os rumores de que Hamilton se juntará à Scuderia desta vez parecem mais concretos, dado o momento.

Leia também:

A Ferrari concordou recentemente com uma extensão de Charles Leclerc por “mais algumas temporadas”. E parece que Hamilton tem a papelada para permanecer na Mercedes nas temporadas de 2024 e 2025 após sua última prorrogação. Mas o que inicialmente se pensava ser um acordo de dois anos poderia, em vez disso, ser um acordo 1 +1 com cláusulas de saída no final da primeira parte. Neste caso, o final da próxima temporada.

Ter condições para sair mais cedo não garantiria necessariamente uma troca para a Ferrari. Isso daria a Hamilton a opção de se aposentar mais cedo do que o planejado ou pelo menos a possibilidade de se livrar da Mercedes.

Embora Hamilton pilote pela Silver Arrows desde 2013 e as duas partes tenham conquistado seis títulos de pilotos e oito de construtores juntos, a revisão das regras de efeito solo de 2022 fez com que a equipe tropeçasse.

Em uma tentativa de recuperar sua antiga glória e perseguir a Red Bull, o diretor técnico James Allison retornou ao papel prático, assumindo mais uma vez o cargo de diretor técnico. Ele também assinou um novo contrato nas últimas semanas.

Carlos Sainz, Scuderia Ferrari, Lewis Hamilton, Mercedes-AMG, talk after the race

Photo by: Sam Bloxham / Motorsport Images

Carlos Sainz, Scuderia Ferrari, Lewis Hamilton, Mercedes-AMG, talk after the race

Mas dado que a Mercedes se adaptou mal às novas regras com sua arquitetura sidepod e depois perseverou com o conceito novamente em 2023, o W15 que será lançado este mês marca uma grande redefinição de design. Se a nova direção não trouxer um grande impulso à sorte competitiva da equipe, reduzirá os riscos para Hamilton caso ele queira se separar.

Com Hamilton recentemente comemorando seu 39º aniversário, o tempo está se esgotando caso ele queira realizar o sonho de um piloto de F1 mudando-se para a Ferrari – mesmo que a equipe italiana não esteja necessariamente em melhor posição para lhe entregar o recorde de oito títulos mundiais. Se ele aceitar que a Red Bull está muito à frente para ser pega por qualquer rival no futuro imediato, então a atração emocional pode ser motivo suficiente para se mover.

Watch: HAMILTON NA FERRARI: Rico Penteado e Felipe Motta analisam 'BOMBA' e projetam Lewis na Scuderia

Certamente, Elkann nunca escondeu a sua admiração por Hamilton. E conseguir essa assinatura marcaria um grande golpe para ele e para a Ferrari e aumentaria seu apelo, o que, por sua vez, ajudaria o chefe da equipe, Fred Vasseur, em sua contínua campanha de recrutamento para reforçar o esgotado departamento técnico.

A situação contratual do atual piloto da Ferrari, Carlos Sainz, também se encaixaria com a mudança de Hamilton para a Ferrari. O contrato do espanhol termina no final desta temporada e ele deixou claro que, idealmente, deseja que o seu futuro seja decidido antes do início da nova temporada. Esse é um luxo que agora foi concedido a Leclerc, mas não a Sainz.

As negociações se arrastaram. Sainz – tendo se saído bem contra Leclerc em suas três temporadas como companheiro de equipe – parecia estar em uma boa posição para negociar um salário mais alto e um contrato preferencial de dois anos. Acredita-se que o piloto que deseja essas condições muito melhores esteja por trás dos atrasos no anúncio do contrato. Mas a alternativa é que a Ferrari já estava de olho em outra opção sensacional.

As CONSEQUÊNCIAS do 'fico' de Norris: RED BULL vai atrás de QUEM agora que Lando ficará na McLaren?

Podcast #267 - Par ou ímpar: Renovados, quem você escolheria entre Norris e Leclerc?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior ANÁLISE: Por que a F1 disse 'não' à entrada da Andretti no grid
Próximo artigo F1: Mercedes convoca reunião extraordinária e confirmação de Hamilton na Ferrari em 2025 deve vir hoje

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil