Após a confirmação da ida para a Aston Martin, relembre as dez maiores vitórias de Vettel na F1

compartilhar
comentários
Após a confirmação da ida para a Aston Martin, relembre as dez maiores vitórias de Vettel na F1
Por:

Com 53 vitórias em seu nome até agora, Vettel produziu algumas performances brilhantes ao longo dos anos

Depois de meses de dúvidas, Sebastian Vettel está garantido na Fórmula 1 para além deste ano. Em maio, a Ferrari confirmou a saída do tetracampeão, deixando-o sem vaga. Mas, nesta quinta (10), a Racing Point anunciou um acordo de múltiplas temporadas com o alemão, que correrá na Aston Martin.

Vettel sairá da Ferrari no final do ano sem conquistar o tão sonhado título com a equipe italiana, mantendo em sua trajetória os quatro mundiais obtidos com a Red Bull. Mesmo sem o título, Vettel segue como um dos principais nomes da F1 dos últimos anos.

Leia também:

Até o final de 2019, ele conquistou 53 vitórias, suficientes para torná-lo o terceiro maior vencedor de todos os tempos, atrás de Michael Schumacher e Lewis Hamilton. E com a garantia de sua permanência, é hora de escolher as melhores entre as 38 com a Red Bull, as 14 com a Ferrari e a única com a Toro Rosso.

10. GP da Índia de 2011

Sebastian Vettel, Red Bull Racing celebrates his victory

Sebastian Vettel, Red Bull Racing celebrates his victory

Photo by: Steven Tee / Motorsport Images

Foi uma vitória típica da era Vettel na Red Bull, largando limpo da pole, fazendo uma excelente primeira volta, mantendo todos longe da zona de ativação do DRS e controlando a prova. "Uma demonstração perfeita da arte de correr produzida por ele", escreveu a Autosport sobre a prova.

9. GP de Abu Dhabi de 2013

Sebastian Vettel, Red Bull RB9 Renault

Sebastian Vettel, Red Bull RB9 Renault

Photo by: Steve Etherington / Motorsport Images

Vettel largou em segundo após perder a pole para o companheiro Mark Webber, mas pulou para a frente na largada e construiu uma grande vantagem, enquanto o australiano ficou para uma disputa com Nico Rosberg e a Mercedes.

A particularidade dessa corrida foi a grande habilidade de Vettel de seguir na pista andando muito rápido enquanto gerenciava muito bem seus pneus, ficando na pista mais que seus rivais.

"Ele estava em uma zona perfeita, algo raro mesmo para ele", comentou a Autosport. No final, Webber se manteve em segundo, mas terminou mais de meio minuto atrás do alemão.

8. GP da Malásia de 2015

Race Winner Sebastian Vettel, Ferrari SF-15T

Race Winner Sebastian Vettel, Ferrari SF-15T

Photo by: Glenn Dunbar / Motorsport Images

"A Ferrari está de volta", escreveu a Autosport na capa da revista quando Vettel conquistou a primeira vitória da Scuderia na era turbo, ainda na segunda corrida com a equipe italiana.

Depois de um 2014 ruim para Vettel na Red Bull e para a Ferrari, a dupla conseguiu dar a volta por cima já no começo de 2015, iniciando a trajetória de seis anos. Vettel largou em segundo e Hamilton se manteve na ponta. Mas a Ferrari estava próxima de Hamilton quando a Mercedes decidiu parar ambos os carros quando o safety car foi acionado.

Essa decisão foi crucial para Vettel. O gerenciamento de pneus também foi essencial, com Vettel parando apenas duas vezes contra três das Mercedes. As Flechas de Prata simplesmente não conseguiram recuperar o tempo perdido.

"Parecia o Sebastian tetracampeão consecutivo pela Red Bull. Ele executou com perfeição a corrida".

7. GP de Singapura de 2013

Sebastian Vettel, Red Bull Racing RB9 Renault

Sebastian Vettel, Red Bull Racing RB9 Renault

Photo by: Glenn Dunbar / Motorsport Images

Mesmo com um breve ataque de Rosberg na Curva 1, Vettel controlou a corrida, abrindo mais de 4s após duas voltas e 11s quando Ricciardo bateu com a Toro Rosso, acionando o safety car.

A prova estava na metade quando o safety car saiu e, imediatamente, Vettel aplicou um ritmo incrível, abrindo 3s2 com apenas uma volta. A ideia era que ele abrisse o suficiente para parar e voltar à frente de Fernando Alonso, em quinto, que não deveria parar novamente.

Com 17 voltas para o fim, ele conseguiu parar e manter a liderança. No final, bateu Alonso, em segundo, por mais de 32 segundos de vantagem.

6. GP da Grã-Bretanha de 2018

Sebastian Vettel, Ferrari celebrates his victory

Sebastian Vettel, Ferrari celebrates his victory

Photo by: Simon Galloway / Motorsport Images

Entre 2017 e 2018, Vettel conquistou 10 vitórias com a Ferrari e ensaiou uma disputa contra Hamilton. Mas poucas surpreenderam como essa. E Vettel teve que fazer uma ultrapassagem tardia para garantir o triunfo.

O pacote do SF71H colocou a Ferrari em pé de guerra com a Mercedes em Silverstone, após anos de domínio da equipe, e Hamilton precisou de uma volta especial para faturar a pole, a 0s044s do alemão.

Vettel pulou para a ponta e começou a abrir uma boa vantagem para Valtteri Bottas, mas a batida de Marcus Ericsson mudou a situação. Causando uma bandeira amarela na pista inteira, o alemão foi aos boxes, enquanto as Mercedes seguiram na pista, e Bottas assumiu a liderança.

Após um segundo incidente, a prova foi reiniciada com 11 voltas para o fim. E apesar de Bottas estar segurando muito bem Vettel, ele tinha a vantagem dos pneus novos. O ataque final veio na volta 47, passando um despreparado Bottas na Brooklands, terminando 2s3 a frente do finlandês.

5. GP de Abu Dhabi de 2010

Sebastian Vettel, Red Bull Racing celebrates his victory

Sebastian Vettel, Red Bull Racing celebrates his victory

Photo by: Andrew Ferraro / Motorsport Images

Com duas etapas e 50 pontos em disputa para o fim da temporada de 2010, Vettel era apenas o quarto no Mundial de Pilotos, 25 atrás de Alonso. Com a vitória no Brasil, ele subiu para terceiro, mas tinha 15 pontos para recuperar, tendo pelo caminho seu companheiro Webber.

Vettel conquistou a pole por pouco em Abu Dhabi e, na largada, segurou a McLaren de Hamilton. O britânico manteve a pressão, mas após a parada, a vitória estava selada, com o alemão terminando a mais de 10s de vantagem.

A performance tinha tudo para ser um esforço desperdiçado. Uma vitória necessária para o título, mas que ficaria pelo caminho porque os demais fizeram o necessário. Mas não foi isso que aconteceu. Alonso não conseguiu passar a Renault de Petrov e Webber ficou logo atrás.

Com isso, Vettel conseguiu bater Alonso por quatro pontos para garantir seu primeiro mundial.

4. GP da Espanha de 2011

Race Winner Sebastian Vettel, Red Bull Racing

Race Winner Sebastian Vettel, Red Bull Racing

Photo by: Andy Hone / Motorsport Images

Com uma saída sensacional, Alonso pulou para a ponta, mas a Ferrari não tinha velocidade suficiente para manter a performance. Alonso, Vettel, Webber e Hamilton, o Top 4, se separou dos demais e era claro que as paradas seriam essenciais.

Vettel foi o primeiro a parar e, ao superar rapidamente Button e Massa, conseguiu se manter na disputa. A vantagem sobre Alonso veio na segunda rodada de pit stops, mas Hamilton se aproximava. 

"Ele foi absolutamente perfeito na defesa, tendo sido tão incisivo quanto nos ataques mais cedo".

3. GP da Itália de 2011

Race Winner Sebastian Vettel, Red Bull Racing RB7

Race Winner Sebastian Vettel, Red Bull Racing RB7

Photo by: Sutton Images

"Como o carro mais lento venceu a corrida mais rápida", foi a capa da Autosport. Mesmo com um pacote que poderia lhe deixar em desvantagem em Monza, Vettel conquistou uma boa pole, com quase meio segundo de vantagem.

Alonso passou Vettel na largada e após a saída do safety car, o alemão conseguiu ultrapassar a Ferrari na Curva Grande. "Mesmo Fernando deve ter ficado impressionado", escreveu a Autosport.

Mesmo com os rivais apresentando bom ritmo, Vettel disparou na ponta e não foi incomodado por ninguém, terminando com 9s6 de vantagem para Button. "Uma vitória digna de Ayrton Senna em seus melhores dias".

2. GP da Índia de 2013

Sebastian Vettel, Red Bull Racing, salutes his car

Sebastian Vettel, Red Bull Racing, salutes his car

Photo by: Steven Tee / Motorsport Images

No polêmico GP da Índia, Vettel usou o pneu macio para fazer uma pole dominante, com 0s752 a frente do segundo colocado. Na corrida, apostou no mais durável composto médio para vencer com quase meio minuto de vantagem.

O único problema para ele na prova é que os pneus macios da largada só durariam algumas voltas. Vettel parou na segunda volta de 60 e voltou no meio do tráfego. Ele engoliu o grid, após estar em 17º. No final da volta 13, ele já era o terceiro e, oito voltas depois, passou a McLaren de Pérez para chegar ao segundo lugar.

Sem Webber, que abandonou com problemas, Vettel voou na pista para conquistar seu tetracampeonato com três provas de antecedência. 

1. GP da Itália de 2008

Race Winner Sebastian Vettel, Toro Rosso STR03 Ferrari

Race Winner Sebastian Vettel, Toro Rosso STR03 Ferrari

Photo by: Glenn Dunbar / Motorsport Images

As circunstâncias dessa corrida colocam ela no topo. A temporada de 2008 da Toro Rosso foi uma das melhores da equipe, superando todas as expectativas.

A chuva caiu durante a classificação em Monza, o que permitiu à Vettel explorar o motor Ferrari e conquistar uma improvável pole. A expectativa é que, mesmo com a pista molhada, Vettel não teria condições de segurar os rivais na corrida de 53 voltas.

Após um início sob safety car, Vettel se manteve na liderança e conseguiu abrir para Kovalainen e a McLaren. Foi um "estudo de caso de performance brilhante na chuva com a Toro Rosso", segundo a Autosport. "Vettel deu o seu melhor, correndo como se não tivesse nada a perder".

A McLaren apostou em uma parada de Hamilton para colocar os pneus de chuva extrema, que não vieram. Com isso, Hamilton teve que parar fora do programado, permitindo a Vettel fazer sua segunda parada sem problemas.

Ele terminou 12s5 a frente de Kovalainen, se tornando o vencedor mais jovem da história da F1 e a primeira vitória de qualquer uma das equipes da Red Bull, antes mesmo da equipe principal.

Todas as notícias sobre o GP da Toscana Ferrari 1000 da F1 você acompanha no site do Motorsport.com e em nosso canal no YouTube. Fique por dentro de todas as novidades e análises e confira nossos programas e vídeos!

F1: Saiba quem é o novo chefe da Williams após saída de Claire e veja quem comanda os outros times

Podcast #066: Vitória de Gasly prova que F1 é ambiente ‘onde os fracos não têm vez’?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Pérez revela que "ninguém disse nada" sobre saída da Racing Point e lamenta falta de clareza: "Eu teria buscado um plano B"

Artigo anterior

Pérez revela que "ninguém disse nada" sobre saída da Racing Point e lamenta falta de clareza: "Eu teria buscado um plano B"

Próximo artigo

F1: McLaren coloca sede de Woking à venda; veja valores e entenda

F1: McLaren coloca sede de Woking à venda; veja valores e entenda
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Sebastian Vettel
Autor Kevin Turner