Após confirmar saída da McLaren, Ricciardo não sabe qual será seu futuro na F1

Australiano falou sobre a saída da McLaren em um vídeo publicado nas redes sociais

Fernando Alonso, Alpine A522, Daniel Ricciardo, McLaren MCL36

Vencedor de oito corridas em sua carreira, a trajetória de Daniel Ricciardo com a McLaren chegará ao fim após 2022, e o australiano afirmou não ter certeza sobre qual será seu destino na Fórmula 1 a partir do próximo ano.

A informação foi confirmada pelo piloto e a equipe nesta quarta-feira, encerrando o contrato um ano antes do que o inicialmente previsto, devido às dificuldades de adaptação de Ricciardo com o carro.

Leia também:

Agora o australiano está livre para buscar uma nova casa, mas sem saber onde correrá. Só que Ricciardo mantém a confiança de que ainda tem capacidade de lutar no mais alto nível.

"Acho que para o futuro, o que vem à frente, ainda não tenho certeza. Mas veremos", disse Ricciardo em um vídeo compartilhado em suas redes sociais. "Lembro dessa época na McLaren com um sorriso no rosto. Aprendi muito sobre mim mesmo e acho que são coisas que me ajudarão nos próximos passos e na vida em geral".

"O esporte, eu ainda amo isso aqui. Eu ainda amo isso. O que aconteceu não mudou nada em mim. Eu ainda tenho esse fogo em mim, a crença de que posso fazer isso no mais alto nível".

Daniel Ricciardo, McLaren

Daniel Ricciardo, McLaren

Photo by: Mark Sutton / Motorsport Images

Apesar de algumas temporadas difíceis com a McLaren, Ricciardo se torna uma das opções mais interessantes no mercado de pilotos devido à sua experiência e sucesso anterior na F1. No momento, as opções são limitadas, mas ele pode seguir no grid com a Alpine, Alfa Romeo, Haas ou Williams, que ainda não fecharam suas duplas.

"Obviamente nos esforçamos muito em ambos os lados, mas infelizmente não funcionou como queríamos, então a equipe optou por fazer uma mudança para o próximo ano. Tivemos muitas conversas, mas acordamos mutuamente que seria o melhor para ambos".

"Do ponto de vista dos resultados, não consegui o que queria, alguns finais de semana foram difíceis, mas tenho várias lembranças felizes desse período, como Monza".

"Eu penso de Monza, pisar no lugar mais alto do pódio, dar à equipe a primeira vitória desde 2012. Esse tipo de coisa foi incrível, ver o sorriso no rosto de todos, estar naquele momento, é algo que jamais esquecerei. Há muitas coisas boas para se tirar disso".

 

Podcast #192 – Sequência de corridas decidirá campeonato da F1?

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: McLaren se diz confiante sobre substituição de Ricciardo apesar de disputa por Piastri
Próximo artigo F1: Haas? Alpine? Veja as opções para Ricciardo em 2023

Principais comentários

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil Brasil