Após toque, Magnussen manda Hulkenberg “chupar b****”

Pilotos discutem em área de entrevistas após a GP da Hungria na frente de TVs de todo o mundo

Após toque, Magnussen manda Hulkenberg “chupar b****”
Jolyon Palmer, Renault Sport F1 Team RS17, Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team RS17
Kevin Magnussen, Haas F1
Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team RS17
Marcus Ericsson, Sauber C36, locks-upasses a front wheel at the rear of the pack. Carlos Sainz Jr., Scuderia Toro Rosso STR12, a midfield group of Fernando Alonso, McLaren MCL32, Sergio Perez, Sahara Force India F1 VJM10, Stoffel Vandoorne, McLaren MCL32, Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team RS17, Jolyon Palmer, Renault Sport F1 Team RS17
Jolyon Palmer, Renault Sport F1 Team RS17, Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team RS17
Kevin Magnussen, Haas F1
Nico Hulkenberg, Renault Sport F1 Team RS17 passes Jolyon Palmer, Renault Sport F1 Team RS17

A animosidade entre o alemão Nico Hulkenberg e o dinamarquês Kevin Magnussen foi a outro nível após o GP da Hungria deste domingo (30). O piloto da Renault tentava passar a Haas por fora na curva 2 pelo 11º lugar nas últimas voltas da corrida, quando o piloto o tirou da pista para não deixa-lo avançar. Hulk foi obrigado a abandonar a prova no final e ficou irritado com a atitude.

Durante as entrevistas pós-corrida na área da imprensa, Hulkenberg foi filmado se aproximando de Magnussen falando de maneira sarcástica que o dinamarquês "mais uma vez foi o piloto mais antidesportivo" do grid.

Respondendo, Magnussen riu e disse: "Chupe as minhas bolas, querida".

Após, falando para a NBC, Hulkenberg disse: "O parabenizei por ser o piloto mais antidesportivo de todo o grid novamente. Quando se trata de correr, ele é simplesmente desagradável”.

"Defender de maneira dura, tudo bem. Mas quando ele faz isso, te joga na parede.”

"O que ele fez lá, deixando de virar para me jogar fora... foi um cuzão basicamente.”

"Tivemos uma troca de palavras muito agradável. Ele disse ‘chupe minhas bolas’, então foi bem interessante com ele."

Hulkenberg disse que levaria a questão à direção de provas: "Eu irei falar com Charlie (Whiting)”.

"Eu ouvi que ele (Magnussen) teve uma penalidade de cinco segundos (no tempo de prova), mas em sua mente ele não se importará com isso."

Magnussen não foi o único piloto da Haas enfrentado por Hulkenberg na Hungria. O piloto da Renault se tocou com Romain Grosjean na largada.

O incidente foi investigado, com os comissários optando por não tomar nenhuma atitude.

Depois de ter visto esse choque, Magnussen falou via rádio para a equipe: "Quero dizer, se você pode fazer o que Hulkenberg fez com Romain, então vamos ter uma corrida suja".

compartilhar
comentários
Ricciardo critica Verstappen, que pede desculpas após toque

Artigo anterior

Ricciardo critica Verstappen, que pede desculpas após toque

Próximo artigo

Hamilton espera que troca de posições não lhe custe o título

Hamilton espera que troca de posições não lhe custe o título
Carregar comentários