Fórmula 1
06 mai
Próximo evento em
62 dias
20 mai
Próximo evento em
76 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
90 dias
10 jun
Próximo evento em
97 dias
24 jun
Próximo evento em
111 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
118 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
132 dias
29 jul
Próximo evento em
146 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
174 dias
02 set
Próximo evento em
181 dias
09 set
Próximo evento em
188 dias
23 set
Próximo evento em
202 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
209 dias
07 out
Próximo evento em
216 dias
21 out
Próximo evento em
230 dias
28 out
Próximo evento em
237 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
273 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
282 dias

Bottas analisa "pesadelo" em GP e performance contra Russell: "Teria parecido um idiota"

Segundo o finlandês, seu rendimento antes da parada mostra que ele conseguiria alcançar Russell nas voltas finais e lutar pela vitória

compartilhar
comentários
Bottas analisa "pesadelo" em GP e performance contra Russell: "Teria parecido um idiota"

Valtteri Bottas teve um GP de Sakhir de Fórmula 1 para esquecer apenas com seus próprios problemas, mas tudo parece ganhar uma outra dimensão quando colocam-se lado a lado sua performance e a de George Russell. Mas o finlandês se defendeu das críticas, afirmando que, se não fosse a parada tumultuada da Mercedes, ele teria alcançado o britânico no final

Russell foi trazido pela Mercedes para substituir Lewis Hamilton no GP de Sakhir, após o heptacampeão testar positivo para Covid-19. O britânico saiu em segundo, atrás de Bottas, mas largou melhor e assumiu a ponta, abrindo rapidamente uma boa vantagem.

Leia também:

Mas um erro cometido pela Mercedes nos boxes seguido de um furo no pneu fez com que Russell terminasse apenas na nona posição. uma atrás de Bottas, que sofreu com pneus duros velhos nas voltas finais.

Russell foi muito elogiado por sua performance no final de semana, inflamando ainda mais as sugestões de que ele pode substituir Bottas na Mercedes em 2022, tornando-se o novo companheiro de equipe de Lewis Hamilton.

Após a corrida, Bottas insistiu que tinha uma chance de alcançar Russell com os pneus duros, que eram três voltas mais novos que o do companheiro de equipe, antes do problema na parada. O finlandês havia reduzido a diferença de oito para cinco segundos e visava uma luta nas voltas finais, se não fosse a entrada do safety car.

"Eu sabia que no primeiro stint, com o pneu médio, a posição na pista seria importante, então foi uma infelicidade perder a ponta. Mas, no segundo stint, eu estava alcançando ele, baixando a diferença em um bom ritmo, então eu sabia que não estava acabado e teríamos uma boa batalha".

"Eu sabia que a vitória ainda estava em jogo, ainda mais no final do stint com os pneus duros".

Bottas disse que, durante a corrida, não estava pensando na possibilidade de perder para Russell na estreia do britânico com a Mercedes, mas reconheceu que o resultado não pareceria bom considerando a classificação final possível".

"Na corrida, eu tentei dar o meu melhor, e sabia que seria uma prova longa, então tentei não pensar nisso. Mas agora, pensando nisso, certamente, sem saber das coisas, eu teria parecido um idiota completo. Isso não é legal".

"Foi uma corrida bem ruim para mim. E é fácil para as pessoas falarem que eu, que estou na equipe há anos, fui batido pelo novato. E isso não é ideal. Mas as pessoas que sabem, que entendem a performance, sabem qual poderia ter sido o resultado final".

"Não sei o que dizer. Não foi um final de semana ideal".

A esperança de Bottas de lutar pela vitória chegou ao fim no segundo pit stop quando a Mercedes trouxe os dois pilotos simultaneamente, e uma falha no rádio fez com que os pneus do finlandês fossem colocados no carro de Russell.

Com isso, Bottas teve que sair dos boxes com os mesmos pneus duros e velhos que havia entrado, e o tempo parado fez com que eles perdessem temperatura, tornando a situação ainda mais complicada, fazendo com que ele perdesse posições para Russell, Carlo Sainz, Daniel Ricciardo, Alex Albon e Daniil Kvyat, para terminar em oitavo.

"Foi um pesadelo, andar com pneus duros e velhos sem temperatura por causa do pit stop. Contra carros com pneus médios novos, eu não tinha o que fazer. Foi um pesadelo".

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

PÓDIO: A improvável vitória de Pérez no insano GP de Sakhir

PODCAST: O 'milagre' Grosjean e o que Pietro Fittipaldi pode fazer em estreia na F1

 

Hamilton tem melhora, mas Mercedes enfrenta importante dilema sobre vaga em Abu Dhabi; entenda

Artigo anterior

Hamilton tem melhora, mas Mercedes enfrenta importante dilema sobre vaga em Abu Dhabi; entenda

Próximo artigo

F1: Vitória de Pérez é celebrada com agito na Cidade do México

F1: Vitória de Pérez é celebrada com agito na Cidade do México
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP de Sakhir
Pilotos Valtteri Bottas
Autor Luke Smith