Fórmula 1
19 set
-
22 set
Evento encerrado
26 set
-
29 set
Evento encerrado
10 out
-
13 out
Evento encerrado
24 out
-
27 out
Evento encerrado
01 nov
-
03 nov
Evento encerrado
R
GP de Abu Dhabi
28 nov
-
01 dez
Próximo evento em
15 dias

Bottas diz que Mercedes precisa melhorar equilíbrio do carro

compartilhar
comentários
Bottas diz que Mercedes precisa melhorar equilíbrio do carro
Por:
22 de fev de 2019 21:01

Lewis Hamilton e Toto Wolff também reconheceram necessidade de melhoras no novo carro para a temporada 2019 da Fórmula 1

Atual campeã de construtores da Fórmula 1, a Mercedes teve participação discreta na primeira parte dos testes de pré-temporada desta semana, no Circuito de Barcelona-Catalunha. Para piorar, a equipe alemã ainda viu a Ferrari apresentar um forte desempenho nos primeiros dias, com Sebastian Vettel e Charles Leclerc liderando as sessões de segunda e terça-feira, respectivamente. Os resultados evidenciam a superioridade da escuderia italiana neste momento.

Em evento realizado na Itália nesta sexta-feira pela Petronas, que patrocina a Mercedes, os principais nomes do time alemão não esconderam os problemas. Valtteri Bottas revelou que o principal desafio foi achar um balanço consistente para o carro por toda a extensão de uma volta – o W10 teve “grandes” problemas em algumas curvas.

Leia também:

“Temos trabalho a fazer, mas o sentimento é positivo no sentido de que parece que há potencial”, disse o finlandês. “Precisamos fazer melhorias. Tivemos algumas dificuldades para achar um bom balanço para todas as curvas. Em algumas estávamos bem, em outras tínhamos algum problema de equilíbrio e em outras tínhamos grandes problemas de balanço”.

“No final da semana, estávamos chegando a um estágio muito melhor, mas alguns dos problemas de equilíbrio só podem ser resolvidos com algumas atualizações. Esperamos ajustar tudo em breve”.

Por sua vez, o campeão mundial Lewis Hamilton disse que não perdeu muito tempo preocupado com o que outras equipes tinham feito, mas não tem dúvidas sobre a necessidade de melhora da Mercedes.

“No momento, estamos atrás. Então não nos aproximamos da primeira corrida relaxados. Ainda temos muito trabalho a fazer”, disse. “Esse ano será o mais difícil até aqui, mas sinto que temos o melhor grupo de pessoas para superar as dificuldades. Vamos enfrentar nosso desafio mais difícil, mas tenho os soldados certos comigo”.

Questionado sobre o que falta no novo carro, Hamilton disse: “Não vou falar! Não quero que os outros saibam o que precisamos ou não”.

Toto Wolff

O chefe da Mercedes também comentou a situação. Toto Wolff não tem dúvidas de que a Ferrari está à frente e reconheceu que a escuderia italiana ainda pode melhorar seu desempenho: “Acho que na primeira parte dos testes de Barcelona o que vimos foi que a Ferrari está à frente do pelotão. O carro parece rápido e é rápido em tempos de volta”.

“Acho que ontem eles poderiam ter ido 1.5s mais rápido se eles quisessem”, disse Wolff. “É o carro mais rápido que vimos nos testes até agora. Depois está todo mundo meio que no mesmo ritmo, o que é muito interessante para as equipes”.

“Agora, temos de ver o que acontece na segunda parte dos testes. Eu tenho a sensação de que todo mundo vai adicionar elementos aos carros e depois novamente em Melbourne. Então, provavelmente, só lá poderemos avaliar a competitividade, e não antes".

Próximo artigo
10 fatos marcantes da primeira parte dos testes da Fórmula 1

Artigo anterior

10 fatos marcantes da primeira parte dos testes da Fórmula 1

Próximo artigo

Doria garante que Fórmula 1 não irá para Rio de Janeiro

Doria garante que Fórmula 1 não irá para Rio de Janeiro
Carregar comentários