Bottas diz que se recusa a fazer jogos mentais com Hamilton: “Não sou Nico Rosberg”

Piloto da Mercedes diz que não tem interesse em fazer jogos mentais com o companheiro de equipe Lewis Hamilton, como fez seu antecessor Nico Rosberg

Bottas diz que se recusa a fazer jogos mentais com Hamilton: “Não sou Nico Rosberg”
Carregar reprodutor de áudio

Durante suas quatro temporadas juntos na Mercedes, Nico Rosberg e Lewis Hamilton enfrentaram um relacionamento tenso fora das pistas e às vezes também entraram em conflito.

Mas, embora alguns tenham sugerido que Valtteri Bottas poderia se beneficiar da adoção de uma postura rígida semelhante em uma tentativa de perturbar Hamilton, o finlandês acha que seguir esse caminho seria um tiro pela culatra.

Ele acha que, além de causar problemas desnecessários para a equipe e esforço extra para ele, o próprio Hamilton responderia simplesmente por estar motivado a pilotar ainda mais rápido.

“Acho que a força que temos na equipe é definitivamente que podemos trabalhar como uma equipe”, disse Bottas, em entrevista exclusiva ao Motorsport.com.

Leia também:

“Podemos com certeza correr muito, mas também podemos deixar isso aí. E sabemos que se trabalharmos juntos, a equipe vai se beneficiar no final.”

“Portanto, não haverá nenhuma ocultação de configurações ou dados ou qualquer outra coisa. E o espírito de equipe nos esportes coletivos é subestimado. Eu acho que é muito importante que você mantenha a motivação e não haja conflitos.”

“É claro que, ao longo do caminho, muitas pessoas sugeriram que eu mudasse agisse como Nico Rosberg. Mas eu não sou um Nico Rosberg. Prefiro muito mais falar na pista.”

“Eu também pude conhecer Lewis e sei que não há vantagem em tentar brincar com sua mente.”

“Tenho certeza de que seria irritante para ele, mas estaria desperdiçando minha energia. E acho que ele vai ficar ainda mais irritado e pilotar mais rápido.”

Embora determinado a manter o espírito positivo dentro da equipe, Bottas pensa que precisa ajustar sua abordagem para a próxima temporada se quiser fazer melhor.

Pois, além de querer vencer Hamilton no campeonato, Bottas sabe que há uma pressão crescente sobre ele para manter sua vaga em 2022.

“Estou ansioso para experimentar algo, você sabe. Eu sinto que talvez seja hora de tentar algo diferente.”

“Claro, estou sempre ansioso com o futuro e haverá oportunidades. Mas neste esporte, não haverá um milhão de oportunidades.”

“Eu sei que não terei 15 temporadas com Lewis para tentar vencê-lo. Eu sei que realmente preciso tentar e fazer isso no próximo ano [2021].”

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

ALPINE revela imagens de PINTURA de carro da F1 e LECLERC testa positivo para COVID-19

 

compartilhar
comentários
Nelson Piquet recebe alta de hospital em Brasília após quadro de Covid-19
Artigo anterior

Nelson Piquet recebe alta de hospital em Brasília após quadro de Covid-19

Próximo artigo

F1: Lawrence Stroll defende que Lance fez "um trabalho incrível" em 2020

F1: Lawrence Stroll defende que Lance fez "um trabalho incrível" em 2020