Fórmula 1
19 mar
-
22 mar
Próximo evento em
26 dias
02 abr
-
05 abr
Próximo evento em
40 dias
30 abr
-
03 mai
Próximo evento em
68 dias
07 mai
-
10 mai
Próximo evento em
75 dias
21 mai
-
24 mai
Próximo evento em
89 dias
R
GP do Azerbaijão
04 jun
-
07 jun
Próximo evento em
103 dias
11 jun
-
14 jun
Próximo evento em
110 dias
25 jun
-
28 jun
Próximo evento em
124 dias
R
GP da Áustria
02 jul
-
05 jul
Próximo evento em
131 dias
R
GP da Grã-Bretanha
16 jul
-
19 jul
Próximo evento em
145 dias
30 jul
-
02 ago
Próximo evento em
159 dias
R
GP da Bélgica
27 ago
-
30 ago
Próximo evento em
187 dias
03 set
-
06 set
Próximo evento em
194 dias
R
GP de Singapura
17 set
-
20 set
Próximo evento em
208 dias
24 set
-
27 set
Próximo evento em
215 dias
08 out
-
11 out
Próximo evento em
229 dias
R
GP dos Estados Unidos
22 out
-
25 out
Próximo evento em
243 dias
29 out
-
01 nov
Próximo evento em
250 dias
12 nov
-
15 nov
Próximo evento em
264 dias
R
GP de Abu Dhabi
26 nov
-
29 nov
Próximo evento em
278 dias

Bottas reclama ao ser chamado de “ajudante” por Wolff

compartilhar
comentários
Bottas reclama ao ser chamado de “ajudante” por Wolff
Por:
29 de jul de 2018 16:03

Valtteri Bottas disse que “machuca” ouvir os comentários do chefe da Mercedes, Toto Wolff, de que ele foi um “sensacional ajudante” no GP da Hungria de F1.

O finlandês precisou adotar um papel defensivo na segunda metade da corrida, com Sebastian Vettel preso atrás de si.

Depois de Bottas segurar Vettel por várias voltas e permitir que Lewis Hamilton abrisse grande vantagem na ponta, Wolff disse à emissora Sky Sports inglesa que admirava o papel desempenhado pelo finlandês.

Wolff disse: “É uma sensação boa e ruim. Não sei por que, já que Valtteri merecia um pódio, já que foi um ajudante sensacional.”

Mas Bottas não gostou do comentário e indicou que não ficou nada satisfeito com sua tarde, já que gostaria de um resultado melhor do que o quinto lugar.

“Primeiro de tudo, ‘ajudante’ machuca”, disse. “Segundo, não vejo pontos positivos para mim na corrida. Eu queria um resultado melhor.”

“Pensamos que, em tese, deveríamos poder fazer uma parada. Paramos mais cedo do que queríamos por causa de Kimi [Raikkonen], tivemos de cobri-lo. E, ainda assim, a 20 voltas para o fim a sensação era OK.”

“Poderíamos controlar o ritmo e minha posição, mas aí os pneus traseiros começaram a acabar. Tentei defender do melhor jeito que eu podia, o mais agressivamente que eu podia, mas acabou acontecendo aquela bagunça no fim, com asa dianteira quebrada e tudo mais.”

Bottas indicou que falaria com a equipe para discutir a questão de “ajudante”, já que afirmou que não havia indícios de que ele teria um papel de ajudante de Hamilton.

“Acho que precisamos falar sobre essa corrida. Já passamos da primeira metade do ano e a diferença de pontos é grande, mas, com certeza, a equipe vai decidir em algum momento.”

Incidentes de corrida

Bottas também acreditou que suas colisões com Vettel e Daniel Ricciardo na fase final da corrida foram incidentes de corrida, mesmo que tenha sido convocado pelos comissários de prova para analisar o toque com o piloto da Red Bull.

“Com Seb, ele foi bem na curva 2. Tivemos uma batalha na curva 1 e eu ainda tinha meu bico por dentro na curva 2. Ele estava por fora e virou muito cedo, e, para mim, não havia para onde ir.”

“Tocamos e eu fui o único que sofri danos. Para ser justo, acho que foi um incidente de corrida.”

“Com Daniel, foi algo similar. Eu estava mais próximo dele por dentro. Não tinha metade da minha asa, então eu estava travando rodas também.”

“Tenho certeza de que ele viu que eu estava me aproximando bem rápido na curva, mas ainda assim ele virou, e aí nos tocamos.”

Próximo artigo
Vettel acredita que tinha ritmo igual ao de Hamilton

Artigo anterior

Vettel acredita que tinha ritmo igual ao de Hamilton

Próximo artigo

Horner detona Renault após falha em carro de Verstappen

Horner detona Renault após falha em carro de Verstappen
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Evento GP da Hungria
Localização Hungaroring
Pilotos Valtteri Bottas Compre Agora
Equipes Mercedes Compre Agora
Autor Jonathan Noble