Fórmula 1
25 mar
Próximo evento em
27 dias
06 mai
Próximo evento em
69 dias
20 mai
Próximo evento em
83 dias
R
GP do Azerbaijão
03 jun
Próximo evento em
97 dias
10 jun
Próximo evento em
104 dias
24 jun
Próximo evento em
118 dias
R
GP da Áustria
01 jul
Próximo evento em
125 dias
R
GP da Grã-Bretanha
15 jul
Próximo evento em
139 dias
29 jul
Próximo evento em
153 dias
R
GP da Bélgica
26 ago
Próximo evento em
181 dias
02 set
Próximo evento em
188 dias
09 set
Próximo evento em
195 dias
23 set
Próximo evento em
209 dias
R
GP de Singapura
30 set
Próximo evento em
216 dias
07 out
Próximo evento em
223 dias
21 out
Próximo evento em
237 dias
28 out
Próximo evento em
244 dias
R
GP da Arábia Saudita
03 dez
Próximo evento em
280 dias
R
GP de Abu Dhabi
12 dez
Próximo evento em
289 dias

F1: Como a falta de sorte atrapalhou Bottas na briga pelo título

O foco em Russell após o GP de Sakhir ensinou ao finlandês uma lição brutal sobre o triunfo na Fórmula 1

compartilhar
comentários
F1: Como a falta de sorte atrapalhou Bottas na briga pelo título

No GP de Sakhir de Fórmula 1, Valtteri Bottas ficou lambendo as feridas depois de ser ultrapassado pelo estreante George Russell e também teve sua corrida arruinada por uma falta de sorte terrível.

Foi o último golpe de uma longa série de momentos de azar para Bottas em 2020. Embora possam não ter sido o suficiente para virar a maré na corrida pelo título de F1 contra Lewis Hamilton, certamente colocaria a temporada do finlandês sob uma luz diferente.

O editor recomenda:

Então, o que deu errado para Bottas em 2020? E ele é de fato o piloto mais azarado da F1?

Silverstone – Furo no pneu

Bottas chegou a Silverstone para o GP da Inglaterra precisando de uma resposta depois de ver Lewis Hamilton vencer as duas corridas anteriores largando da pole.

Mas depois que um safety car inicial forçou a Mercedes a um longo segundo stint para fazer uma estratégia de parada única funcionar, os pneus Pirelli foram levados ao seu limite absoluto na pista abrasiva de Silverstone.

Bottas sofreu um furo no pneu a três voltas do fim, ocorrido no início do giro e o fazendo perder muito tempo rastejando para os boxes. Com isso, Bottas só conseguiu terminar a corrida em 11º.

O problema de pneu de Hamilton veio na metade da volta final, forçando-o a cruzar a linha de chegada em três rodas - mas ainda assim vencendo a corrida e abrindo 25 pontos de vantagem sobre Bottas.

Monza – ‘Punção Fantasma’

Valtteri Bottas, Mercedes F1 W11, Max Verstappen, Red Bull Racing RB16

Valtteri Bottas, Mercedes F1 W11, Max Verstappen, Red Bull Racing RB16

Photo by: Andy Hone / Motorsport Images

Os escorregões de Lewis Hamilton são raros na F1, mas ele cometeu um de seus maiores erros em Monza quando entrou no um pit lane fechado, recebendo uma penalidade de stop and go que o jogou para o fundo do pelotão.

Foi uma chance de ouro para Bottas tentar se recuperar na luta pelo título. Mas uma má largada o deixou em sexto nas voltas iniciais, e ele não conseguiu se recuperar como esperado após a bandeira vermelha.

Bottas voltou para casa em quinto lugar, apenas duas posições à frente de Hamilton, mas relatou após a corrida que seu carro havia se comportado tão mal em alguns pontos que ele pensou que tinha um furo de pneu. Ele também lutou com um superaquecimento da unidade de potência - tradicionalmente um dos pontos fracos da Mercedes - o que o impediu de colocar pressão nos carros à frente.

Nurburgring - Falha da unidade de potência

Um dos últimos pregos no caixão para as esperanças de título de Bottas foi colocado em Nurburgring. Depois de conquistar a pole e lutar com Hamilton em uma manobra particularmente ousada na Curva 1, a vitória parecia estar ao alcance de Bottas no GP de Eifel.

Mas um erro permitiu a Hamilton assumir a ponta, enquanto Bottas desperdiçava sua vantagem inicial, antes de um carro de segurança virtual permitir que Max Verstappen também o superasse.

Qualquer esperança que Bottas tinha de tentar brigar com Hamilton e Verstappen foi frustrada algumas voltas depois, quando ele relatou uma perda de potência após uma falha no MGU-H, que o forçou a abandonar.

Bottas admitiu depois da corrida que precisava de um "milagre" para vencer Hamilton e conquistar o campeonato.

Imola - Destroços no caminho

Bottas parecia em boa forma no retorno da F1 a Imola, cravando sua segunda pole position em três corridas antes de conseguir segurar a liderança após a largada. Quando Hamilton superado por Verstappen e caiu para terceiro, as coisas pareciam melhores para o finlandês.

Com a vitória praticamente garantida para Bottas, outro golpe o atingiu quando atropelou destroços deixados pela Ferrari de Sebastian Vettel após um choque com Kevin Magnussen.

Um pedaço do carro de Vettel alojou-se na Mercedes de Bottas e causou danos no assoalho, custando-lhe cerca de um segundo por volta.

Isso significou que ele não poderia se livrar de Verstappen, permitindo a Hamilton fazer um primeiro stint mais longo e superar os dois carros, tirando outra vitória de Bottas.

Turquia - Danos

Valtteri Bottas, Mercedes F1 W11

Valtteri Bottas, Mercedes F1 W11

Photo by: Charles Coates / Motorsport Images

O GP da Turquia foi o ponto baixo da temporada de Bottas. Com Hamilton coroado campeão mundial pela sétima vez, Bottas rastejou até a linha de chegada para completar a prova em 14º depois de ser ultrapassado por seu companheiro de equipe Mercedes.

O tempo molhado e as condições de baixa aderência dificultaram a vida de todos os pilotos, mas Bottas teve uma corrida particularmente tórrida. Ele foi forçado a dar uma guinada na curva 1 para evitar bater em Esteban Ocon, que havia sido atingido por Daniel Ricciardo. Oito curvas depois, Bottas tentou passar Ocon por dentro, mas a manobra acabou em toque.

O confronto deixou o carro de Bottas com danos, que ele carregou pelo resto da corrida, deixando sua direção fora do centro e escorregando em todas as curvas à esquerda.

Bahrain - Furo

Se Bottas pensou que a falta de pressão na luta pelo título o ajudaria no Bahrein, ele estava redondamente enganado.

Depois de uma largada ruim que o fez cair para sexto, Bottas teve um furo de pneu que o forçou a parar no box e mudar para uma estratégia de três paradas.

Embora tenha conseguido lutar para voltar ao oitavo lugar, isso marcou mais um fim de semana em que as coisas não correram como ele queria. Ele nem mesmo foi ajudado pela vantagem dos pneus nas últimas voltas ao bater em Pierre Gasly, com o safety car saindo a três voltas do fim, encerrando sua corrida mais cedo.

Pré-Sakhir - Hamilton testa positivo para Covid-19

Um dos maiores desafios que os pilotos tiveram de enfrentar nesta temporada foi ser hipersensível ao pegar o Covid-19, sabendo que perder uma corrida ou duas poderia atrapalhar suas temporadas - especialmente se você quisesse lutar pelo campeonato.

Lewis Hamilton pode ter vivido como um "eremita", de acordo com Toto Wolff, mas isso não foi suficiente para impedi-lo de pegar o COVID-19 antes do GP de Sakhir. Depois de relatar sintomas leves, Hamilton testou positivo e acabou ficando de fora da corrida.

A ironia é que, como Hamilton perdeu uma corrida pela primeira vez desde sua estreia na F1 no início de 2007, isso só aconteceu depois que o campeonato foi resolvido, dando a Bottas zero chance de tirar vantagem da ausência de seu companheiro de equipe.

Dito isso, Bottas não teria feito uma grande diferença na vantagem de pontos de Hamilton, mesmo se a corrida pelo título ainda estivesse viva.

Sakhir – Lambança no Pits Top

Valtteri Bottas, Mercedes F1 W11, in the pits

Valtteri Bottas, Mercedes F1 W11, in the pits

Photo by: Steve Etherington / Motorsport Images

O substituto de Hamilton, George Russell, pode ter recebido a maior parte dos pedidos de desculpas depois de perder sua primeira chance de vitória na F1 não uma, mas duas vezes, no Bahrein - mas Bottas também perdeu.

Depois de ser ultrapassado por Russell na primeira volta, Bottas se saiu bem depois de mudar para pneus duros para fazer incursões em seu companheiro de equipe temporário, reduzindo a diferença de oito segundos para apenas cinco.

Mas quando o safety car entrou na pista e a Mercedes tentou empilhar seus carros nos boxes, sua corrida foi arruinada, depois que a equipe de pit da Mercedes descobriu que os pneus dianteiros destinados ao carro do finlandês estavam no outro Mercedes W11 - que agora já estava na pista e de volta à corrida.

Isso significou que a Mercedes não tinha escolha a não ser reajustar o carro de Bottas com os pneus duros existentes. Embora não fossem mais velhos do que o set do vencedor Sergio Pérez, ao deixá-lo parado por quase 30 segundos, tirou toda a temperatura dos compostos.

Valtteri Bottas, Mercedes-AMG F1, 2nd position, in the Press Conference

Valtteri Bottas, Mercedes-AMG F1, 2nd position, in the Press Conference

Photo by: Andy Hone / Motorsport Images

Tem sido um ano difícil para Valtteri Bottas, perdendo mais uma vez a luta pelo título para seu companheiro de equipe. E embora seja improvável que uma reversão de sua má sorte tenha feito o suficiente para balançar o campeonato a seu favor, certamente ofereceria um reflexo mais justo de seu desempenho neste ano.

"Se eu fizesse uma lista de todos os eventos de azar que estão acontecendo nas corridas deste ano, seria uma lista bem longa", disse Bottas após seu furo de pneu no Bahrein.

"Devo chorar ou rir? Prefiro rir. Em algumas dessas coisas não há nada que você possa fazer e eu obviamente não sou um cara supersticioso. Às vezes apenas acontece.”

Pilotos IGNORAM vice e Bottas vê FUNDO DO POÇO ao FICAR FORA de top-10 de 2020

Nova parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

PODCAST: Quem brilhou e o que de melhor aconteceu na temporada 2020 da F1?

 

.

Relembre todos os 33 campeões mundiais da história da Fórmula 1

Artigo anterior

Relembre todos os 33 campeões mundiais da história da Fórmula 1

Próximo artigo

F1: Ricciardo elege os cinco melhores pilotos de 2020; veja lista

F1: Ricciardo elege os cinco melhores pilotos de 2020; veja lista
Carregar comentários

Sobre esta matéria

Categoria Fórmula 1
Pilotos Valtteri Bottas
Autor Luke Smith