Ecclestone crava futuro campeão da F1, diz que Verstappen faria o que Hamilton não conseguiu em 2023 e elogia presidente da FIA

Além de defender Mohammed ben Sulayem, inglês de 93 anos também disse que Mick Schumacher não foi bem tratado na Haas; Bernie recentemente criticou Steiner

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 with Bernie Ecclestone

Lewis Hamilton, Mercedes AMG F1 with Bernie Ecclestone

XPB Images

Chefão da Fórmula 1 até 2017, Bernie Ecclestone afirma que o jovem Oscar Piastri será campeão da categoria, crê que Max Verstappen teria sido capaz de vencer GPs com a Mercedes de Lewis Hamilton nos últimos anos e avalia bem a gestão de Mohammed ben Sulayem à frente da FIA.

O editor recomenda:

O presidente da Federação Internacional de Automobilismo (FIA) tem entrado em rota de colisão com a F1 nos últimos tempos, tendo 'diminuído' o valor da categoria após rumores -- não concretizados -- de venda a compradores árabes. Além disso, o mandatário é a favor da entrada da equipe norte-americana Andretti na competição, diferentemente das atuais escuderias do grid e da Liberty Media, que comprou a elite global do esporte a motor de Ecclestone em 2016.

Com isso, ben Sulayem passou a ser bastante criticado, mas Bernie saiu em defesa do cartola dos Emirados Árabes Unidos. “Ele está fazendo as coisas de forma diferente do que antes. Ele também está fazendo as coisas de maneira diferente do que eu faria, mas aos meus olhos, é um homem simples que quer o que é melhor ao esporte. A reputação é porque as pessoas não o entendem. Ele está aprendendo que quem comanda equipes é diferente do que ele esperava”, disse ao Sport Bild.

Ao jornal alemão, o britânico que também foi dono da Brabham, com a qual foi campeão da F1 com o brasileiro Nelson Piquet, falou ainda sobre alguns pilotos da categoria máxima do automobilismo.

"O que mais me impressiona é o jovem australiano Oscar Piastri. Acho que ele será campeão um dia", opinou o empresário sobre o piloto da McLaren, que fez sua temporada de estreia no Mundial em 2023.

De todo modo, o holandês Verstappen, da Red Bull, continua sendo imbatível, na visão de Bernie. Para Ecclestone, o atual tricampeão consecutivo teria inclusive vencido com a não tão competitiva Mercedes do rival britânico Lewis Hamilton nos últimos anos.

"Max é a referência no momento. Você poderia colocá-lo em uma McLaren ou provavelmente em uma Ferrari ou Mercedes e ele venceria", afirmou o cartola inglês. Além de Hamilton, as Flechas de Prata tem como outro piloto o igualmente britânico George Russell, enquanto o Reino Unido também se vê representado por Lando Norris no time de Woking ao lado de Piastri, elogiado por Ecclestone.

Os pilotos da Ferrari são o monegasco Charles Leclerc e o espanhol Carlos Sainz, vencedor do GP de Singapura de 2023. Um ex-júnior de Maranello, aliás, também foi analisado por Bernie: Mick Schumacher, alemão que guiou pela Haas, cliente de motores da Scuderia, entre 2021 e 2022.

"Nunca teve a chance de mostrar o que podia fazer. Mick estava no time errado, 'perdeu' por causa das pessoas erradas. As pessoas lá o queriam por causa de seu nome, nunca se importaram com o quanto ele era bom", finalizou Ecclestone sobre o filho do heptacampeão Michael Schumacher.

DRUGOVICH e BORTOLETO na mesma equipe de F1? Brasileiros falam sobre 2024 e ALÉM na ASTON e McLAREN

Norris na RBR? Sainz? Albon e franceses no centro dos rumores da F1

 

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Be part of Motorsport community

Join the conversation
Artigo anterior F1: Carro de 2024 da Ferrari deve ter o peso mínimo exigido pela FIA
Próximo artigo Filme de Brad Pitt sobre F1 retoma gravações nas 24h de Daytona

Top Comments

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Sign up for free

  • Get quick access to your favorite articles

  • Manage alerts on breaking news and favorite drivers

  • Make your voice heard with article commenting.

Motorsport prime

Discover premium content
Assinar

Edição

Brasil