F1: Veja por que novo carro da Ferrari tem a cor verde na pintura

Layout do SF21 surpreendeu com uma pintura com detalhes em verde e vinho

F1: Veja por que novo carro da Ferrari tem a cor verde na pintura

A Ferrari apresentou seu novo carro para a temporada de Fórmula 1 de 2021 na quarta-feira (10) e o layout surpreendeu com uma pintura com detalhes em verde e vinho.   

Além do vazamento da nova Ferrari SF21 uma hora antes do que havia sido anunciado pela Scuderia para apresentar o carro com o qual competirá nesta temporada, o próprio layout do carro nos deixou surpresos.

Leia também:

A Ferrari parece estar disposta a mudar completamente de rumo e tem mostrado isso até nas cores que usará em 2021.

Assim, o tradicional vermelho dá lugar a uma pintura em dois tons, com uma cor mais escura na área final do capô do motor, ao estilo da Ferrari 125 S, o primeiro modelo da marca italiana.

Mas a maior surpresa está um pouco mais à frente. Na frente da tampa do motor, o logotipo Mission Winnow (que retorna após sua ausência em 2020) brilha em um impressionante verde fluorescente em ambos os lados do carro.  

Mission Winnow é uma plataforma do grupo Philip Morris, principal patrocinador da montadora por mais de 35 anos. Embora a lei antitabagismo tenha removido os logotipos tradicionais do Marlboro dos carros vermelhos, em 2018 o Mission Winnow, um projeto da gigante americana que começou com a promoção de cigarros eletrônicos, assumiu o controle.

A polêmica foi atendida e em 2019 só apareceu no carro em poucas ocasiões, para ficar totalmente fora em 2020, apesar de ter estado presente durante a apresentação do SF1000 e na pré-temporada. 

Atualmente, no site do projeto, asseguram que a Missão Winnow é uma iniciativa “para demonstrar compromisso contínuo com a inovação e o desenvolvimento de novas soluções que possam trazer mudanças positivas para a sociedade”. 

“A Missão Winnow articula como estamos transformando nosso negócio por meio da ciência e adotando uma nova forma de pensar e explorar cada opção para criar um futuro melhor. Pegamos os melhores elementos, refinamos e melhoramos”, acrescentam. 

O logotipo atual é desenhado pelo designer italiano Fabio Novembre, e é baseado no conceito de uma seta que avança. Nesta ocasião, o logotipo, que já existia anteriormente em preto e branco, assume a cor verde fluorescente. 

Isso surpreendeu a todos, até mesmo os pilotos. A empresa americana escolheu esta cor para uma nova iniciativa que visa “conectar ideias e inovação de uma forma nova, disruptiva e inovadora”. 

“Gosto muito da cor, gosto muito do carro. A cor parece um pouco mais escura que no ano passado e tem também aquele segundo tom de vermelho”, comentou Charles Leclerc em um vídeo publicado nas redes sociais 

"E o verde? Não esperávamos aquele verde. Descobrimos na semana passada mais ou menos", interrompeu Carlos Sainz.

“Sim, sem dúvida. Foi uma mudança de última hora. Mas acho que estou me acostumando no carro”, acrescentou o monegasco. 

O chefe da equipe Mattia Binotto comentou no vídeo de apresentação que a nova pintura "é uma reminiscência da cor da primeira corrida da Ferrari, o 125 S".

“É o tom de vermelho que viram em Mugello em 2020, quando celebramos o GP de número 1000. É a época dos desafios e queremos recomeçar do nosso legado, nos projetando para o futuro”, concluiu Binotto.

Parceria com ThePlayer.com, a melhor opção para apostas e diversão no Brasil

Registre-se gratuitamente no ThePlayer.com e acompanhe tudo sobre Fórmula 1 e outros esportes! Você confere o melhor conteúdo sobre o mundo das apostas e fica por dentro das dicas que vão te render muita diversão e também promoções exclusivas. Venha com a gente!

FERRARI 2021: Prestes a "IMITAR" motor da MERCEDES, equipe APRESENTA carro de 2021 de olho em 2022

Podcast #092 – Pré-temporada de 2021 da F1 será a mais crucial da era híbrida?

 

compartilhar
comentários
F1: Chefe da Alfa Romeo testa positivo para Covid-19

Artigo anterior

F1: Chefe da Alfa Romeo testa positivo para Covid-19

Próximo artigo

ANÁLISE: Pilotos de F1 continuarão se ajoelhando em 2021?

ANÁLISE: Pilotos de F1 continuarão se ajoelhando em 2021?
Carregar comentários