F1: Bottas espera Mercedes "em melhor posição" no México, mas ainda vê Red Bull como favorita

Mas Toto Wolff acredita que imprevisibilidade da temporada 2021 pode tornar disputa aberta

F1: Bottas espera Mercedes "em melhor posição" no México, mas ainda vê Red Bull como favorita

Para Valtteri Bottas, a Mercedes deve estar em melhor forma no GP do México de Fórmula 1 desta vez do que nas temporadas anteriores, em um momento que pode ser fundamental na luta pelos títulos de 2021.

Circuito mais alto da temporada 2021, o GP do México impõe restrições particulares às unidades de potência. Com o ar sendo menos denso à medida que se afasta do nível do mar, o motor é menos alimentado, e isso tende a nivelar o desempenho entre os diferentes motores, o que já jogou contra a Mercedes no passado.

Leia também:

Nos últimos anos, a Red Bull acaba tendo a vantagem na pista que, além disso, obriga o paddock a usar um pacote aerodinâmico particular, apesar da carga forte, novamente devido à baixa densidade do ar.

Em 2017 e 2018 a vitória ficou com Max Verstappen, enquanto em 2019 ele chegou a fazer a pole, mas foi punido por exceder velocidade sob bandeira amarela. Na corrida, acabou tendo um furo de pneu depois de um contato com Valtteri Bottas, perdendo as chances de vitória.

Agora, Bottas reconhece que a pista mexicana tem sido um "ponto fraco" para a Mercedes, mas acredita que os avanços no motor devem permitir que a equipe seja mais competitiva neste ano. Só que afirma que seguirá sendo difícil de bater a Red Bull.

"Para o México, sabemos que geralmente é um ponto fraco para nós, e parece que muito disso veio nos últimos anos, devido à alta altitude e a unidade de potência. Mas acho que conseguimos otimizar o pacote desde então. Espero que estejamos em uma posição melhor".

"Apesar disso, no papel ainda vemos esse como um circuito mais favorável para a Red Bull, e estamos tentando aprender com as lições dos anos anteriores, nos preparando do melhor modo possível. Não será um fim de semana fácil, mas neste esporte, nunca é".

O chefe da Mercedes, Toto Wolff, acredita que o sucesso da Red Bull no circuito mexicano não seja uma garantia de que isso se manterá neste ano, dada a forma como a temporada de 2021 vem se desenrolando. Alguns circuitos supostamente vantajosos para uma ou outra equipe acabaram dando resultados inesperados.

"O México era tradicionalmente um circuito difícil para nós, mas nesta temporada tudo pode mudar. Vimos que onde tradicionalmente éramos fortes não fomos e vice-versa, então acho que temos que abordar isso corrida a corrida".

F1 - RESSURREIÇÃO: FERRARI mais PRÓXIMA de alcançar POTÊNCIA do motor MERCEDES? Entenda a teoria

Assine o canal do Motorsport.com no YouTube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like ('joinha') nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #141 – É o fim da linha para Mercedes e Hamilton após GP dos EUA?

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Ferrari também não vê ilegalidade na suspensão traseira da Mercedes
Artigo anterior

F1: Ferrari também não vê ilegalidade na suspensão traseira da Mercedes

Próximo artigo

F1: Ex-engenheira de Williams e Ferrari, Antonia Terzi morre aos 50 anos após acidente

F1: Ex-engenheira de Williams e Ferrari, Antonia Terzi morre aos 50 anos após acidente
Carregar comentários