F1: Brawn ficou "surpreso" ao ver que Mercedes não arriscou terceira parada na Holanda para bater Verstappen

Diretor esportivo da F1 analisou a disputa entre Hamilton e Verstappen na Holanda em sua coluna pós-GP

F1: Brawn ficou "surpreso" ao ver que Mercedes não arriscou terceira parada na Holanda para bater Verstappen

No domingo, Max Verstappen triunfou correndo em casa no GP da Holanda. Mas, para isso, precisou venceu uma queda de braço com a Mercedes e a estratégia de paradas pensada para Lewis Hamilton. E para o diretor esportivo da Fórmula 1, Ross Brawn, faltou à equipe alemã arriscar, fazendo uma terceira troca de pneus para ter uma chance melhor de lutar pela vitória.

Em busca de meios para bater Verstappen, a Mercedes dividiu as estratégias de Hamilton e Valtteri Bottas, para induzir a Red Bull ao erro. Enquanto o finlandês faria inicialmente apenas uma parada, o heptacampeão iria para duas mas, eventualmente, ambos fizeram uma extra no final, para confirmar o ponto extra da volta mais rápida.

Leia também:

Mas Ross Brawn acredita que faltou à Mercedes arriscar, já que Hamilton não estava tão atrás do holandês em diversos momentos da prova.

Em sua tradicional coluna pós-GP, publicada no site oficial da F1, o atual diretor-esportivo da categoria, que já foi chefe da Mercedes, analisou a estratégia da equipe alemã, se dizendo surpreso com o fato de não terem ousado.

"Enquanto Max parecia em controle da situação, em alguns momentos parecia que Lewis se aproximava. E, pra mim, havia uma janela, com 20 voltas para o fim, quando a Mercedes poderia ter arriscado uma terceira parada, colocando pneus macios".

"Isso teria aquecido a corrida. Não tenho certeza quem acabaria vencendo se isso tivesse acontecido, mas essas 20 voltas com macios teriam sido muito mais rápidas que Max com os pneus duros gastos".

"Fiquei surpreso ao ver que eles não tentaram isso, porque ultrapassar nessa pista era algo desafiador, e eles não tinham nada a perder. Teria sido difícil para a Red Bull responder, porque com a diferença para Max abaixo de dois segundos, Lewis poderia recuperar isso em uma volta com os macios".

E apesar da crítica à estratégia da Mercedes, Brawn rasgou elogios a Verstappen pelo final de semana em Zandvoort.

"Max é um personagem muito tranquilo, mesmo com a pressão da luta por um título. Todos vimos ele no começo, quando era jovem e estava aprendendo. Cometer erros é errar. Agora, ele é completo".

"Ele teve um final de semana impecável, e não consigo pensar em algo que ele tenha feito errado. Ter o nível de apoio que ele viu em Zandvoort, com a tensão e o foco nele pode ser uma distração, mas ele lidou com isso magnificamente. Foi uma performance brilhante, e merecidamente reassumiu a liderança do campeonato".

F1 AO VIVO: Verstappen vence QUEDA DE BRAÇO com Hamilton em BRIGA ESTRATÉGICA na Holanda; veja debate

Assine o canal do Motorsport.com no Youtube

Os melhores vídeos sobre esporte a motor estão no canal do Motorsport.com. Inscreva-se já, dê o like (joinha) nos vídeos e ative as notificações, para sempre ficar por dentro de tudo o que rola em duas ou quatro rodas.

Podcast #129 - A aposentadoria de Raikkonen e tudo sobre o GP da Holanda

 

SIGA NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

compartilhar
comentários
F1: Chefe da Alfa Romeo diz que Bottas será referência como Hamilton e Vettel
Artigo anterior

F1: Chefe da Alfa Romeo diz que Bottas será referência como Hamilton e Vettel

Próximo artigo

F1 - Pérez: "Incidentes com Mazepin e Norris custaram sexto lugar"

F1 - Pérez: "Incidentes com Mazepin e Norris custaram sexto lugar"
Carregar comentários