Últimas notícias

F1: Briatore está aconselhando grupo que quer comprar Alpine

Ex-dirigente não tem interesse em atuar na gestão da equipe francesa

Flavio Briatore and Carlos Sainz Sr

O Grupo Renault não descarta a venda da Alpine na Fórmula 1, mesmo tendo recusado a oferta do grupo chinês Geely Auto. Só que agora eles avaliam uma outra proposta na mesa, com Flavio Briatore envolvido ao fazer a ponte entre as partes. E o ex-dirigente italiano já vem indicando que não deve assumir uma função de gestão dentro do time francês.

Em 9 de abril, o Motorsport.com relatou rumores no paddock sobre vários grupos interessados em comprar a equipe Alpine da Fórmula 1, que foram imediatamente negados pela equipe: "não está à venda". Os rumores continuaram nas semanas seguintes e as informações se tornaram mais detalhadas. O cenário que surgiu em maio confirmou o interesse de vários compradores em potencial, mas havia informações conflitantes sobre a disposição da Alpine em vender a equipe.

Houve (pelo menos) uma oferta rejeitada pelo CEO do Grupo Renault, Luca De Meo, mas propostas de outras equipes estão sendo consideradas pelos executivos franceses. Fala-se de uma oferta vinda de um grupo de investidores liderado pelo Geely Auto Group, que também é proprietário (em joint venture com a Volvo) da marca Lynk & Co. O grupo chinês estaria interessado em entrar na F1 para se apresentar nos mercados internacionais como um fabricante comprometido e presente diretamente na pista.

Pierre Gasly, Alpine A524

Pierre Gasly, Alpine A524

Fotos de: Alpine

Há também um segundo grupo de investidores representado por Flavio Briatore, mediador entre os apoiadores da proposta e De Meo. Quando o nome do ex-diretor da equipe Renault apareceu na mídia, a Alpine emitiu um comunicado oficial:

"Como equipe, estamos em contato frequente com vários especialistas da área para melhorar nosso desempenho. Consideramos todas as informações relevantes e, quando apropriado, buscamos a orientação de pessoas com experiência e um histórico de sucesso. Não podemos comentar sobre questões individuais".

Outra história é a liderança da equipe, outro ponto também bastante complexo. A Alpine está em busca de um novo chefe, função que foi confiada em julho do ano passado a Bruno Famin. Sua presença (indicada pela própria equipe como interina) dura mais do que o planejado inicialmente, mas seu cargo parece estar perto de expirar.

Durante o fim de semana de Mônaco, houve rumores de que dois candidatos (um com experiência na função e outro que faria sua estreia na categoria) recusaram educadamente a proposta, provavelmente também devido a um futuro ainda incerto na frente da equipe. Alguns chegaram a mencionar o nome de Briatore para essa função, mas a chefia do time não está em seus planos.

BRIATORE 'de volta' à Alpine, que pode ser COMPRADA POR CHINESES! Antonelli CHOCA, Yuki na Audi e +

Faça parte do Clube de Membros do Motorsport.com no YouTube

Podcast Motorsport.com debate: Verstappen e RBR ameaçados em 2024?

ACOMPANHE NOSSO PODCAST GRATUITAMENTE:

Faça parte do nosso canal no WhatsApp: clique aqui e se junte a nós no aplicativo!

Faça parte da comunidade Motorsport

Join the conversation
Artigo anterior F1: Ferrari pode adotar conceito importante da Red Bull para a chegada de Hamilton em 2025
Próximo artigo F1: Ocon deixará Alpine após temporada 2024

Principais comentários

Ainda não há comentários. Seja o primeiro a comentar.

Cadastre-se gratuitamente

  • Tenha acesso rápido aos seus artigos favoritos

  • Gerencie alertas sobre as últimas notícias e pilotos favoritos

  • Faça sua voz ser ouvida com comentários em nossos artigos.

Motorsport prime

Descubra conteúdo premium
Assinar

Edição

Brasil